Expresso Planalto é habilitada em licitação dos ônibus de Itaquaquecetuba

Publicado em: 28 de dezembro de 2019

Ônibus da Expresso Planalto em Itaquaquecetuba. Foto: Eduardo Felipe

Empresa que já opera na cidade foi a única a participar da concorrência

ALEXANDRE PELEGI

A Expresso Planalto, única empresa a entregar envelope com proposta na licitação do transporte municipal de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, foi habilitada para a próxima fase do certame pela prefeitura do município.

Conforme publicação no Diário Oficial deste sábado, 28 de dezembro de 2019, a Comissão de Licitação afirma que a Expresso Planalto apresentou todos os documentos de habilitação e teve a Metodologia de Execução aprovada, conforme critérios de avaliação constantes do Edital.

Com a habilitação, o próximo passo será a verificação da “proposta comercial”, a tarifa.

A empresa já opera na cidade, quando assumiu os serviços em novembro de 2018 no lugar da CS Brasil, empresa do Grupo JSL – Júlio Simões Logística.

itaqua_habilita

HISTÓRICO

Pela proposta original, a Concorrência Pública será pelo critério de menor valor da tarifa a ser paga pelo usuário.

A licitação, que compreende a execução do Serviço de Transporte Coletivo, prevê que a empresa vencedora deverá implantar e operar o Sistema de Bilhetagem Eletrônica, além de implantar aplicativos de informação aos usuários em tempo real do itinerário, horário e localização dos veículos.

Além disso, a futura concessionária terá de implantar e operar um Sistema de Controle Operacional, assim como implantar a metodologia de execução apresentada na licitação.

Caberá ainda à empresa que vencer o certame implantar os pontos de parada (abrigos, colunas, calçadas etc), cabendo à prefeitura se responsabilizar pela manutenção e exploração desses espaços.

ITAQUA_TERMINAL_MANOEL FEIO.png

A reforma, manutenção e operação do Terminal Manoel Feio (acima) também estará sob responsabilidade da concessionária, desde que haja contrapartida da prefeitura de Itaquaquecetuba, “assegurando-se o equilíbrio econômico-financeiro da concessão”.

Também faz parte do edital, cabendo à empresa vencedora, a “implantação, manutenção e operação de novo terminal central municipal”, e da mesma forma desde que haja “contrapartida do poder concedente, assegurando-se o equilíbrio econômico-financeiro da concessão”.

Está previsto também a inclusão de ar condicionado em todos os veículos utilizados na Concessão, mas mediante contrapartida da prefeitura da mesma forma que os dois itens anteriores, o que pressupõe alguma forma de subsídio.

O valor dos investimentos, segundo a minuta de Edital submetida a consulta pública, é da ordem de R$ 78.440.666,27.

PROJETO BÁSICO

Linhas Diametrais

O Projeto Básico da Licitação traz as características do sistema municipal de transporte, constituído por 26 linhas, exploradas em regime de concessão, divididas em dois grupos:

a) Linhas radias: 11 linhas que atendem as Estações Manoel Feio e Itaquaquecetuba da CPTM.

b) Linhas Diametrais: 15 linhas que atendem aos bairros Jd. Monte Belo e Santa Teresa, localizados ao sudeste do município, com passagem pela região central e estação Itaquaquecetuba da CPTM.

O Projeto ressalta que, “mesmo a maioria das linhas sendo diametrais, a lógica predominantemente do sistema é radial, em função da polarização natural da área central e das estações da CPTM”.

Frota e demanda em queda

O transporte público de Itaquaquecetuba é operado com uma frota operacional de 100 veículos, com 20 Midiônibus e 80 Ônibus Básicos. Esta é a frota dimensionada para o atendimento dos serviços.

Como idades de referência da frota, o Projeto Básico define que a Idade Máxima dos ônibus será de 10 anos, com Idade média máxima da frota de 5 anos.

Segundo o documento, a análise da evolução da demanda dos últimos quatro anos mostrou forte queda no número de passageiros transportados. “De fato, se considerarmos a média móvel anual, que retira os efeitos da sazonalidade mensal, houve uma queda de quase 274 mil passageiros/mês entre 2015 e 2019, o que equivale a 16,7%”, descreve o Projeto Básico.

Quando o estudo considera a demanda equivalente, a queda é ainda maior, “de quase 315 mil passageiros, o que equivale a 22,9%, indicando que a maior perda ocorreu na parcela de passageiros que pagam tarifa plena”.

itaqua_demanda_queda

A tarifa do transporte de Itaquaquecetuba custa R$ 4,40 desde 1º de julho de 2019, após reajuste de 7,31% sobre o valor anterior, de R$ 4,10.

SITUAÇÃO

A Expresso Planalto opera o transporte coletivo de Itaquaquecetuba desde o dia 1º de novembro de 2018, conforme noticiou o Diário do Transporte. Desde essa data, os serviços foram transferidos à Planalto pela CS Brasil, empresa de ônibus do Grupo JSL  – Júlio Simões. Relembre: Grupo JSL diz que fim das operações da CS Brasil em Itaquaquecetuba foi “decisão estratégica” e Após CS Brasil deixar Itaquaquecetuba e Expresso Planalto entrar, prefeitura diz que vai fazer licitação

Diário do Transporte noticiou no dia 15 de dezembro de 2018 que a Prefeitura de Itaquaquecetuba havia lançado uma PMI – procedimento de manifestação de interesse para o processo licitatório.

Na época do anúncio, o prefeito Mamoru Nakashima prometeu melhorias significativas no setor nos próximos meses:

“Esperamos contar com um sistema de bilhetagem eletrônica e integração, micro-ônibus, sistema de atendimento ao cliente (SAC), a fiscalização será rígida para o cumprimento do contrato, a concessionária que assumir os serviços de transporte coletivo deverá apresentar veículos novos e modernos, além aumentar o número de veículos, de itinerários e horários. Este novo contrato será para atender os interesses da população e não de empresários”, afirmou Mamoru.

Nesse dia, Mamoru anunciou que a frota da cidade estava recebendo 14 novos ônibus zero quilômetro. Os veículos, 12 de grande porte e 2 micro-ônibus, modelo Marcopolo Torino Mercedes-Benz, foram adquiridos pela Expresso Planalto. Relembre: Itaquaquecetuba ganha 14 ônibus zero quilômetro.

O prefeito afirmou ainda que a Planalto iria explorar os serviços de transporte até que o processo de licitação estivesse concluído, “mas cumprindo as exigências feitas pela administração municipal já no modelo pretendido”.

Em comunicado oficial, o prefeito afirmou: “Estamos fazendo tudo com muita responsabilidade, Itaquaquecetuba terá um transporte de passageiros que atenda as necessidades da população, a melhoria será gradual, mas com eficiência e qualidade dos serviços prestados”.

O prefeito prometeu melhorias significativas no setor nos próximos meses:

“Esperamos contar com um sistema de bilhetagem eletrônica e integração, micro-ônibus, sistema de atendimento ao cliente (SAC), a fiscalização será rígida para o cumprimento do contrato, a concessionária que assumir os serviços de transporte coletivo deverá apresentar veículos novos e modernos, além aumentar o número de veículos, de itinerários e horários. Este novo contrato será para atender os interesses da população e não de empresários”, afirmou Mamoru.

A construção e ampliação de terminais, além de investimentos em novos corredores, recapeamentos de vias e novos abrigos de ônibus também estão entre as propostas.

CHAMAMENTO

Noa dia 4 de fevereiro de 2019, o Conselho Gestor de Parcerias Público-Privadas da Prefeitura de Itaquaquecetuba divulgou no Diário Oficial da União o resultado do Chamamento Público lançado para selecionar empresas interessadas em apresentar Estudo Técnico para a Licitação do Transporte Coletivo Urbano. Relembre: Itaquaquecetuba divulga empresas habilitadas a apresentarem estudos para licitação do transporte público municipal

A finalidade do PMI – Procedimento de Manifestação de Interesse é “auxiliar a Administração pública municipal na estruturação de projeto para delegação à iniciativa privada da prestação de serviço público de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros no âmbito do município de Itaquaquecetuba”.

Das empresas que apresentaram proposta – Viação Itupeva Ltda, Expresso Planalto Transporte e Logistica Ltda e Wanderley Ferreira, apenas as duas primeiras foram selecionadas, e tiveram prazo de 60 dias para protocolar os estudos, contendo as modelagens jurídicas, técnica-operacional e econômico-financeira do processo.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. mateus disse:

    Espero que o tempo de espera não seja tão prolongado, fora do horário de pico é uma demora para que se possa tomar ônibus que faz percurso pela rua Cuiabu tens 03 linhas a saber 05, 16 e a 27 se houvesse uma melhor organização talvez melhorasse, que a empresa planalto se planeje melhor, moradores do jd Zélia e jd do Carmo agradecem.

  2. Karina disse:

    Tomara que um desses ônibus seja para a Estrada do Corredor, que não passa nenhuma linha lá, as calçadas cheias de mato, não tem iluminação, os carros passam em alta velocidade, cheia de curvas perigosas, passando muita das vezes por cima da gente, com risco de ser assaltada ou coisa pior. Favor Sr Prefeito Mamoru, ali é área de várias indústrias que gera receita pra Prefeitura, pensa um pouco na população, tenho que descer do ônibus no Spani e andar por mais de 1 Km todos os dias pra chegar na empresa, tanto na ida quanto na volta.

  3. andreserq2@gmail.com disse:

    Cara sinceramente eu mudei de Itaqua devido a transportes precários e falta de qualidade e tambem respeito aos usuários. Porém me penaliso pelos parentes e amigos que moram la pela falta de conpromisso das empresas de onibus e uma fiscalização mais dura da Prefeitura e Ministério Público.

  4. Jaqueline disse:

    Cara é um absurdo porque no dia de domingo aonde moro jd.painera o ônibus corredor linha 11 só tem 3 ônibus rodando ,mais absurdo ainda é essa passagem cara mais cara que São Paulo e não ter integração.Kd os moradores de Itaquaquecetuba que não se manifestam por verem essas coisas.Aff revoltada

  5. Josafa D de santana disse:

    E nao vai melhorar nunca pq cada vez que acontece um acidente eles mandam os motorista embora.Como que vai melhorar desse jeito.Ai fica carro parado com falta de motorista.Ele nao pensa nos pasageiro pensam no bolso dele.E a maioria dos motorista sendo mandado embora por justa causa.Eu sou um deles.

  6. Luiz Renato disse:

    Espero que implantem a íntegraçao com a CPTM e cartão bom, pois somente em Itaquá que o transporte municipal não aceita esse sistema. Precisamos de aumento de horários, e melhores condições para a população que se desloca dia bairros sentido centro, e por aí vai.

  7. Marcos Santos disse:

    Mais uma vez os munícipes vai paga a conta… O que mim deixa sem entender porque só uma empresa na licitação…as demais…não participou…porque será…

  8. Geraldo Lopes disse:

    Gostaria de informar que é preciso expor as regras para beneficiar os usuários. Como; intervalo dos ônibus, carros reservas e pontualidade nos horários

  9. Davi disse:

    Vamos se fuder de novo…sempre a mesma conversinha mentirosa,que vai fazer isso e aquilo… Moro no MARAGOGIPE os ônibus demora demais todos os dias, sempre sempre

  10. Sueli Alves Ignacio disse:

    Sou jamaica,,prreciisa acaabar com essas lihaas duplas por exemlo cdhu via monica anoite aonde opssageiro tem que dar volta na linnha pra chegar no seu destinno sou passageira especial,,dependo do cdhu do recanto monicaa pppra desccer na sai bento proximo ao nagumo as vezez t tenho que deser no santa marceina e pegar i marengo,,equem paga conducao tem que ppagar duas conducao, faco um apelo a o donoda expresso planalto que cuide bem dos funciobariios desta empresa os mitirista saai magicis tem que se cobraador fiscal necanico,precisao rer ym obubus digno para transportar vida nao precisa se novinho mais os onibus coom defeiris deixam eles nervosos tem motorista infartando ,,tonandi ante depprwsivo, com pressao alta etem motoristas que maltratam passageuris udosoos especiais em fim ,,pir causa da siruacai que eles rao paasabdo,, senhor dono da expresso planaltoo ,,precisamos que as nossas reclamacoes e sujessstoes funciobemseham bem vindos a itaquaquecetuba,, cuiidem bem deseus funcioonarios ,,de vida digna econdicoes melhores de trabalhos a eles ,,porque assim elles nos condusira com tranquulidade evmuito s acidebtes serai evitadis ,obrugado pela atwncao sou defensira desse pessol sofrido da quatai eda expresso planalto toa cinci anis pparticipandi da vuda dekes levandia limentacao ,e rwfwucaio de ponto funak afubal ellea me ajudam eu quero ahudalis tammbem bhao da hamauca pra todos

  11. Claudio Lemos da Silva disse:

    Infelizmente a viação Planalto foi a unica empresa a apresentar proposta, vai continuar a mesma coisa demora nos pontos de ônibus e veículos velhos que fazem os trajetos, raramente há uma dia que não vemos ônibus quebrados pelo percurso, ônibus sujos mau iluminados uma tarifa cara, não há integração.
    Deveriam legalizar Vans para transportar a população que sofrem nos pontos de ônibus, eles não oferecem um transporte digno é ainda proíbem transportes alternativos. Coitada da população que vai sofrer com essa empresa que só visa lucro e presta um péssimo serviço a população.

  12. Roberto Silveira disse:

    Pior é que a prefeitura coloca ônibus em lugares que O asfalto Não tem estrutura para veículos pesados Por exemplo no Jardim morais a rua um com a rua 7 Quando o ônibus passa a bala a estrutura de todas as casas causando Rachaduras E Fissuras Nos moradores já reclamando na secretária Transporte Mas sem solução

  13. Roberto Silveira disse:

    Corrigindo trata-se Rua 10 com Rua 1 não 7 com Rua 1 como avia informado erroneamente

  14. RAPHAEL ARAUJO DE AMORIM disse:

    O transporte coletivo nesta cidade sempre foi caótico. As linhas privilegiada são Village, Hospital todos os carros novos vão direitos pra essas linhas as outras linhas ficam com os carros velhos. Além disso não existe sistema de bilhete único se eu for apenas no centro pagar uma conta e voltar sou obrigado a pagar 4,40 pra ir e 4.40 pra voltar nesses moldes não dá a melhor opção mesmo é o Uber.

  15. Luis Henrique disse:

    Sou usuário do transporte público , vejo que falta reciclagem com os motoristas, pois me deparo com várias cituaçoes indesejadas , ex: falta educação , gentileza , humanização, amor ao próximo e despreparo em lidar principalmente com a acessibilidade e idosos , precisa colocar carros com exclusividade de entrada e saída para acessibilidade, pois os mesmos passageiros que embarcam , eles desembarcam pelo embarque da acessibilidade e surgem constantes elevadores quebrados e cadeirantes ficando refém sem poder embarcar, é necessário que os motoristas ao sair da garagem teste o funcionamento dos elevadores pois infelizmente constantemente me deparo com essas cituaçoes indesejadas, desde já agradeço atenção e espero poder ter ajudado com essas informações e conto com essa solução deste delicado problema.
    Itaquaquecetuba 01 de Janeiro de 2020.

    Contato: luis.itaqua@hotmail.com

  16. Navarro disse:

    Para quem mora em itaqua so resta 2 saidas 1 airton senna ou dutra e pro brasileiro em geral sao os aeroportos de guarulhos em Sp e Galeão. No Rj porque isso aqui ja ta pra la de fud1d0

  17. Adriana Aparecida Alves Dos Santos disse:

    Infelizmente ainda continuamos com essa situação pecaria das esperas dos ônibus, mesmo diante de todas as reclamações nada se resolver, até quando iremos vivência está situação que deixa a desejar, somos passageiros pagantes e merecemos respeito.

Deixe uma resposta