Sancetur assume os transportes em Presidente Prudente nesta quarta (08) sem cobrança de tarifa

Cobrança começa em até 10 dias; Contratação é por 180 dias e tem valor de R$ 7,2 milhões

ADAMO BAZANI

O prefeito de Presidente Prudente, no interior paulista, Ed Thomas, assinou no fim da tarde desta terça-feira, 07 de dezembro de 2021, o documento que finaliza o processo de contratação emergencial de uma nova empresa de transporte coletivo que entra no lugar da Prudente Urbano(Company Tur Transportes e Turismo Ltda / Pruden Express) .

Segundo nota da prefeitura, após a análise técnica das propostas apresentadas, sagrou-se vitoriosa a Santa Cecília Turismo (Sancetur), que opera com o nome fantasia “SOU” – Sistema de Ônibus Urbano. Com sede em Paulínia e outras oito filiais no interior paulista, a empresa foi escolhida pelo critério de menor valor por quilômetro rodado: R$ 7,10.

O valor do contrato é de R$ 7,2 milhões (R$ 7.221.428,24).

Confira o comunicado oficial da Prefeitura reproduzido pelo Diário do Transporte

Com a definição da empresa, os novos ônibus já começam a operar na cidade nesta quarta-feira (08), às 5h, com 20 veículos circulando por toda a cidade. A frota aumentará gradativamente nas próximas semanas (confira a lista de linhas no fim da reportagem).

A contar da data da assinatura do contrato emergencial, a Sancetur terá 10 dias para organizar a operacionalização do sistema de transporte na cidade, incluindo a instalação das catracas para controle dos passageiros. Enquanto isso não ocorre, os primeiros dias de circulação dos ônibus serão por catraca livre, ou seja, o transporte será gratuito para toda a população, não havendo qualquer tipo de cobrança para os usuários.

“Foram meses de batalha, uma luta incessante para garantir à população um transporte público decente, de qualidade, que atenda às demandas do cidadão. Sabemos e pedimos desculpas por todo o transtorno causado à população nesse período. Enquanto a empresa inicia sua operação na cidade, o transporte será totalmente gratuito”. 

A contratação emergencial valerá por 180 dias, período em que o município irá viabilizar a nova licitação para concessão definitiva do serviço. Cabe lembrar que, por se tratar de uma nova modalidade de custeio do transporte, a contratação emergencial ainda será apreciada pela Câmara Municipal.

Linha 108 Planalto x Boa vista

111 Ana Jacinta x Furquim

112 Ana Jacinta x João Domingos via Manoel Goulart

113 Santa Monica x Cecap

115 Cambuci x Jequitibás

119 Ana Jacinta x Cambuci

120 Ana Jacinta x Regina

124 Maré Mansa x Itatiaia

129 Brasil Novo x COHAB

131 Ameliopolis x Rodoviária

132 Montalvão xRodoviaria

134 Dayane Morada x Morumbi

135 Circular x Terminal

139 Saúde

SEM TRANSPORTE:

Quem depende de ônibus em Presidente Prudente, no interior paulista, não encontrou transporte nesta terça-feira, 07 de dezembro de 2021.

Segundo a prefeitura, a Prudente Urbano (Company Tur Transportes e Turismo Ltda / Pruden Express) exige que seja assinado um contrato de cessão de ônibus e mão de obra para o poder público operar os serviços.

A concessão da companhia foi encerrada por determinação da Justiça. A prefeitura recebeu na segunda-feira (06) sete propostas para uma contratação emergencial de outra empresa, mas ainda precisa analisar os documentos para determinar a vencedora.

Enquanto isso, os serviços seriam operados pelo poder público com os ônibus e mão de obra da Pruden Express, mas a empresa exige um contrato para ser remunerada por quilômetro rodado pela cessão dos veículos e trabalhadores.

Na segunda-feira (06), as linhas foram retomadas e no sábado e domingo não operaram.

DECISÃO JUDICIAL

Na última semana, a Justiça determinou que a Prefeitura de Presidente Prudente, no interior do estado de São Paulo, rompa o contrato com a empresa de ônibus Presidente Urbano.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/12/02/justica-determina-que-prefeitura-de-presidente-prudente-sp-rompa-contrato-com-empresa-de-onibus/

DÍVIDAS DA EMPRESA

Além disso, sobre a apreensão de 16 ônibus ocorrida em 21 de outubro de 2021, por determinação o juízo da 3ª Vara Cível de Presidente Prudente, o Poder Público informou que a dívida foi contraída pela Company Tur, que ficou inadimplente com o Banco Guanabara em período anterior ao da intervenção.

Sobre o acordo firmado em 02 de setembro de 2021, a Prefeitura informou que o interventor assinou o documento como estando “de acordo” com uma composição que estava sendo feita pela Company Tur e seus avalistas junto ao referido Banco, que pretendia reparcelar a dívida que a estes pertencem.

“Não compete ao Poder Público, interventor na empresa, saldar a dívidas que são da Company Tur e de seus avalistas.”

APREENSÕES:

A empresa tem sido alvo de diversas apreensões de ônibus por não pagamento de financiamentos.

Em 21 de outubro de 2021, por determinação, juiz Paulo Gimenes Alonso, da 3ª Vara Cível de Presidente Prudente, 16 ônibus foram apreendidos.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/10/21/prudente-urbano-tem-16-onibus-apreendidos-na-madrugada-desta-quinta-21/

No dia 05 de outubro de 2021, o juiz da 2ª Vara Cível da Comarca de Presidente Prudente (SP), Silas Silva Santos, determinou a apreensão de cinco ônibus.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/10/05/justica-determina-apreensao-de-cinco-onibus-da-prudente-urbano-devido-a-divida-de-mais-de-r-900-mil-com-cooperativa-de-credito/

No dia 29 de julho de 2021, por determinação da 4ª Vara Cível do Fórum de Presidente Prudente, no interior paulista, nove ônibus da empresa da empresa Presidente Urbano  (Pruden Express) foram apreendidos.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/07/29/onibus-da-presidente-urbano-sao-apreendidos-por-atrasos-no-pagamento-de-financiamento/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta