Justiça determina apreensão de cinco ônibus da Prudente Urbano devido à dívida de mais de R$ 900 mil com cooperativa de crédito

Ônibus em Presidente Prudente

Empresa que ópera o transporte público de Presidente Prudente tem prazo de cinco dias para quitar a dívida pendente, sob pena de perder os coletivos

ALEXANDRE PELEGI

Com dívidas que ultrapassam o montante de R$ 900 mil reais junto a uma cooperativa de crédito, a Prudente Urbano, que opera o transporte coletivo de Presidente Prudente, no interior de São Paulo, terá cinco ônibus resgatados pela Justiça caso não quite os atrasados.

A decisão, em caráter liminar, foi concedida nesta terça-feira, 05 de outubro de 2021, pelo juiz da 2ª Vara Cível da Comarca de Presidente Prudente (SP), Silas Silva Santos.

Santos determinou a busca e a apreensão dos ônibus para a entrega a uma cooperativa de crédito que cobra uma dívida de R$ 926,3 mil.

Além disso, a empresa será citada no prazo de cinco dias para pagar a dívida pendente.

A Prudente Urbano está sob intervenção da Prefeitura por um prazo de três meses desde 23 de julho de 2021.

Esta não é a primeira vez que tal situação acontece.

Em agosto deste ano, a concessionária deixou de honrar o prazo para pagamento de parcelas em atraso junto ao Banco Moneo referente a dívidas acumuladas de onze veículos. Os ônibus foram todos tomados em definitivo, após decisão judicial.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. carlos souza disse:

    Extingue logo e confisca tudo dessa outra empresa picareta e estatiza tudo de vez e pra sempre,k-h@yw.Que se phyodhy@m e vão tomar no khoow.Chega de enganar o povo.

Deixe uma resposta