Prefeitura cancela contrato com Viação Vitória, no sudoeste da Bahia

Publicado em: 31 de agosto de 2018

Com saída da Viação Vitória, Cidade Verde passa a ser a única operadora do transporte público do município. Foto: Divulgação.

Cidade Verde passa a ser a única empresa de transporte público a operar no município

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, cancelou o contrato com a Viação Vitória, que teve 90% de sua frota retida neste ano. Após o cancelamento, a Cidade Verde passou a ser a única empresa de transporte público a operar no município.

A decisão da Prefeitura foi publicada no Diário Oficial. O cancelamento teve como justificativa o descumprimento de obrigações contratuais, pois a empresa não estava atendendo a população.

A administração municipal informou ainda que existem 50 veículos operando no município em caráter emergencial para suprir as linhas atendidas pela Viação Vitória. A Cidade Verde estava oficialmente responsável por 76 veículos em suas linhas regulares.

Após a publicação em Diário Oficial, feita nesta terça-feira, 28 de agosto de 2018, a empresa tem dez dias úteis para apresentar reconsideração.

Leia a íntegra da nota da prefeitura de Vitória da Conquista divulgou no último dia 6 de agosto:

Prefeitura avança em negociações com Cidade Verde

Postado em 6 de agosto de 2018 as 18:27:00

A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista se reuniu com representantes da empresa Viação Cidade Verde na tarde desta segunda-feira (6). A reunião teve como objetivo debater a paralisação das atividades da Viação Vitória e encontrar soluções para a crise do transporte coletivo local.

Os representantes da Viação Cidade Verde apresentaram proposta para assumir de forma emergencial o lote 1 do Contrato 001/2013. Entre elas, a oferta de mais ônibus para operar emergencialmente em nosso Município.

Atualmente, 15 ônibus da Viação Cidade Verde operam emergencialmente em Vitória da Conquista, além dos 77 que compõem o seu próprio lote. Estes 15 são responsáveis por 9 das 27 linhas do lote 1, antes operadas pela Viação Vitória.

Na reunião, a Prefeitura manifestou preocupação com os funcionários da Viação Vitória. Após a paralisação das atividades da empresa, muitos passam por dificuldades financeiras. A Prefeitura busca que a empresa que assuma temporariamente o lote 1 recontrate esses funcionários.

Ao fim, Cidade Verde e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana combinaram que vão realizar um estudo para reavaliar as linhas do Município, visando a celebração de um contrato emergencial. A ação visa atender toda a população no menor prazo possível.

Participaram da reunião o procurador Murilo Mármore, a procuradora Nadjara Régis, o secretário de Mobilidade Urbana Ivan Cordeiro, o coordenador de Transporte Público Jackson Yoshiura, o secretário de Finanças, Gildásio Carvalho, o Secretário de Administração, Jonas Sala, e representantes da Cidade Verde: Sérgio Hubner, Paulo Bongiovanni e Roberto Jacomelli.

 

Deixe uma resposta