Prefeitura de Vitória da Conquista (BA) anuncia mais dez ônibus para reforçar transporte local

Viação Cidade Verde terá reforço de dez ônibus Foto: portal Blitz Conquista

Comunicado oficial reafirma que empresas têm manifestado interesse em ocupar lugar da viação Vitória para operar emergencialmente o lote 1 do transporte municipal

ALEXANDRE PELEGI

Vitória da Conquista, cidade do interior da Bahia, continua vivendo uma crise no transporte público que já dura quase três semanas.

No dia 18 de julho, após lacrar quase todos os veículos da Viação Vitória, o prefeito Herzem Gusmão Pereira publicou um decreto declarando a situação de emergência no serviço de transporte público coletivo urbano de passageiros das linhas que estavam sendo exploradas pela empresa. O decreto estipulou prazo máximo de 30 dias. (Relembre)

A Viação Vitória e a Cidade Verde Transporte Rodoviário (empresa do grupo Constantino) são as duas concessionárias responsáveis pelos serviços de transporte público do município.

Em comunicado publicado no site oficial da prefeitura na tarde desta sexta-feira, dia 3 de agosto de 2018, a administração informa que a Cidade Verde “já está ampliando o número de ônibus em circulação para abarcar as linhas operadas pela Viação Vitória: dez novos ônibus chegam à Conquista ainda nos próximos dias”. Com esse reforço, 100 veículos passam a operar as 52 linhas do Município.

No comunicado a prefeitura reafirma que continua “em diálogo com empresas interessadas em operar emergencialmente o lote 1 do Contrato 001/2013, que regula o transporte rodoviário conquistense e concedeu direito de outorga à Viação Vitória”.

Segundo o comunicado, até o momento “cinco empresas manifestaram interesse em assumir emergencialmente”, e todas estão sendo orientadas pela administração municipal a apresentar cartas de intenções detalhadas, “para que suas propostas sejam criteriosamente avaliadas”.

Após ter recebido carta de intenções da Viação Anchieta (relembre), empresa que opera em Belo Horizonte, a prefeitura informa no comunicado o nome de outras viações que teriam manifestado interesse, como Camurujipe e Passaredo, além da Cidade Verde, que sinalizou que pode assumir as linhas.

Após afirmar que acredita que “mais cartas de intenções devem ser formalizadas nos próximos dias”, a prefeitura finaliza a nota dizendo que “entende e se sensibiliza com a ansiedade da comunidade conquistense para que se resolva o mais breve possível os problemas gerados pela licitação de transporte público realizada pela antiga gestão”.

O comunicado encerra lembrando que a licitação do transporte local foi finalizada no ano de 2013, e condenada pela Justiça. “Assim, garantimos que todas as medidas estão sendo tomadas com afinco e seriedade – sempre respeitando a legalidade – para que, ao fim, a Prefeitura possa escolher a melhor opção para o transporte público conquistense”.

Leia a nota da Prefeitura de Vitória da Conquista na íntegra:

A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista informa que está em diálogo com empresas interessadas em operar emergencialmente o lote 1 do Contrato 001/2013, que regula o transporte rodoviário conquistense e concedeu direito de outorga à Viação Vitória. Até o momento, cinco empresas manifestaram interesse em assumir emergencialmente. Todas estão sendo orientadas a apresentar cartas de intenções detalhadas, para que suas propostas sejam criteriosamente avaliadas.

Até o momento, a Prefeitura recebeu apenas a carta de intenções da Viação Anchieta, empresa que opera em Belo Horizonte (clique aqui para conferir o documento). A Secretaria de Mobilidade Urbana e a Procuradoria Geral do Município visitaram a sede da Anchieta na última terça-feira, 31 de julho, para avaliar a estrutura da empresa e a viabilidade de sua vinda para Conquista.

Mais cartas de intenções devem ser formalizadas nos próximos dias. Além disso, a Cidade Verde já está ampliando o número de ônibus em circulação para abarcar as linhas operadas pela Viação Vitória: dez novos ônibus chegam à Conquista ainda nos próximos dias. Assim, 100 veículos passam a operar as 52 linhas do Município.

Em tempo, a Prefeitura de Vitória da Conquista informa que entende e se sensibiliza com a ansiedade da comunidade conquistense para que se resolva o mais breve possível os problemas gerados pela licitação de transporte público realizada pela antiga gestão. A licitação foi finalizada no ano de 2013, e condenada pela Justiça. Assim, garantimos que todas as medidas estão sendo tomadas com afinco e seriedade – sempre respeitando a legalidade – para que, ao fim, a Prefeitura possa escolher a melhor opção para o transporte público conquistense.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: