Ministro do Transporte revoga nova tabela do frete após pressão de caminhoneiros

Foto: Adamo Bazani

Após encontro com representantes dos caminhoneiros, Ministro dos Transportes anunciou a revogação da medida 

ALEXANDRE PELEGI

O governo do presidente Michel Temer voltou atrás na adoção de nova tabela mínima do frete, publicada em edição extra do Diário Oficial desta quinta-feira, 7 de junho, pela ANTT – Associação Nacional de Transportes Terrestres.

O ministro dos Transportes, Valter Casimiro, anunciou no fim da noite de ontem que a medida será revogada. O recuo do governo aconteceu menos de quatro horas após a nova tabela mínima ter sido divulgada.

A decisão pela revogação foi anunciada após reunião com representantes da categoria, no início da noite. Novo encontro foi agendado para esta sexta-feira, dia 8, para discutir uma nova tabela que atenda aos interesses dos caminhoneiros.

Um vídeo foi divulgado por representantes dos caminhoneiros logo após o encontro em Brasília. No vídeo (veja acima) o próprio ministro dos Transportes afirma que a “nova resolução trouxe algumas questões que precisam ser revistas e foi uma resolução do Ministério dos Transportes que a gente torne essa nova resolução sem efeito“.

A tabela publicada ontem no Diário Oficial da União reduz em média em 20% o preço mínimo dos fretes em relação aos valores previstos pela Medida Provisória (MP) de 30 maio, uma das ações do Governo Federal para acabar com a greve dos caminhoneiros, que ocorreu entre os dias 21 de maio e 31 de maio.

A redução dos valores dos fretes foi uma reivindicação de diversos setores que alegavam que os custos do escoamento e o preço do produto final poderiam aumentar se a MP fosse mantida sem alteração.

Entre os setores que mais reclamaram está o agropecuário. Relembre: ANTT publica novas tabelas de fretes com valores 20% menores

Confira todas as tabelas:

RESOLUCAO_5821

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

11 Trackbacks / Pingbacks

  1. ANTT se reúne novamente com os caminhoneiros para discutir preços de frete – Diário do Transporte
  2. Fux suspende todas as ações contra tabela de frete até decisão do Supremo sobre o tema – Diário do Transporte
  3. Secretaria da Fazenda responde ao STF com parecer contrário à tabela de frete – Diário do Transporte
  4. Enquanto Fazenda critica, AGU defende tabela de fretes ao STF – Diário do Transporte
  5. Fux decidirá sobre tabela de fretes somente depois de 27 de agosto. Mais uma reunião termina sem acordo – Diário do Transporte
  6. Relator dá parecer favorável a medida provisória dos fretes – Diário do Transporte
  7. Comissão do Congresso aprova preço mínimo do frete – Diário do Transporte
  8. Após polêmicas, plenário da Câmara finalmente aprova MP do preço mínimo de frete – Diário do Transporte
  9. Em oito segundos, Senado aprova tabela de frete que segue para sanção presidencial – Diário do Transporte
  10. STF marca audiência com empresas multadas durante greve dos caminhoneiros – Diário do Transporte
  11. Estudo mostra aumento de custos com frete em até R$ 25 bilhões para exportador – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: