Sancetur começou a operar em Presidente Prudente pouco antes das 7h desta quarta (08)

Inicialmente são 20 ônibus sem cobrança de tarifa

ADAMO BAZANI

A Sancetur (Santa Cecília Turismo) começou a operar nesta quarta-feira, 08 de dezembro de 2021, linhas municipais de ônibus em Presidente Prudente, no interior de São Paulo.

Os primeiros ônibus começaram a sair da garagem na madrugada, foram para a Semob (Secretaria de Mobilidade Urbana) para uma vistoria rápida e pouco antes das 07h partiram para as linhas.

Inicialmente, de acordo com a prefeitura, são 20 veículos para as linhas de maior movimento.

Até a adaptação da bilhetagem eletrônica, não há cobrança de tarifa, o que deve acontecer em até dez dias.

A frota será ampliada gradativamente.

Trata-se de uma operação emergencial por 180 dias até a realização de uma licitação para conceder as linhas.

A empresa foi selecionada entre mais seis propostas, com a oferta de R$ 7,10 como remuneração por quilômetro rodado.

O valor do contrato é de R$ 7,2 milhões (R$ 7.221.428,24).

A Sancetur entra no lugar da Prudente Urbano (Company Tur Transportes e Turismo Ltda / Pruden Express), que teve o contrato interrompido após determinação da Justiça e que enfrentava diversos problemas de ordem financeira e operacional, inclusive com ônibus apreendidos judicialmente em razão de dívidas com bancos por atrasos no pagamento dos financiamentos. A prefeitura fez intervenções no sistema.

As linhas atendidas neste momento de entrada da Sancetur são:

08 Planalto x Boa vista

111 Ana Jacinta x Furquim

112 Ana Jacinta x João Domingos via Manoel Goulart

113 Santa Monica x Cecap

115 Cambuci x Jequitibás

119 Ana Jacinta x Cambuci

120 Ana Jacinta x Regina

124 Maré Mansa x Itatiaia

129 Brasil Novo x COHAB

131 Ameliopolis x Rodoviária

132 Montalvão xRodoviaria

134 Dayane Morada x Morumbi

135 Circular x Terminal

139 Saúde

DECISÃO JUDICIAL

Na última semana, a Justiça determinou que a Prefeitura de Presidente Prudente, no interior do estado de São Paulo, rompa o contrato com a empresa de ônibus Presidente Urbano.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/12/02/justica-determina-que-prefeitura-de-presidente-prudente-sp-rompa-contrato-com-empresa-de-onibus/

DÍVIDAS DA EMPRESA

Além disso, sobre a apreensão de 16 ônibus ocorrida em 21 de outubro de 2021, por determinação o juízo da 3ª Vara Cível de Presidente Prudente, o Poder Público informou que a dívida foi contraída pela Company Tur, que ficou inadimplente com o Banco Guanabara em período anterior ao da intervenção.

Sobre o acordo firmado em 02 de setembro de 2021, a Prefeitura informou que o interventor assinou o documento como estando “de acordo” com uma composição que estava sendo feita pela Company Tur e seus avalistas junto ao referido Banco, que pretendia reparcelar a dívida que a estes pertencem.

“Não compete ao Poder Público, interventor na empresa, saldar a dívidas que são da Company Tur e de seus avalistas.”

APREENSÕES:

A empresa tem sido alvo de diversas apreensões de ônibus por não pagamento de financiamentos.

Em 21 de outubro de 2021, por determinação, juiz Paulo Gimenes Alonso, da 3ª Vara Cível de Presidente Prudente, 16 ônibus foram apreendidos.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/10/21/prudente-urbano-tem-16-onibus-apreendidos-na-madrugada-desta-quinta-21/

No dia 05 de outubro de 2021, o juiz da 2ª Vara Cível da Comarca de Presidente Prudente (SP), Silas Silva Santos, determinou a apreensão de cinco ônibus.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/10/05/justica-determina-apreensao-de-cinco-onibus-da-prudente-urbano-devido-a-divida-de-mais-de-r-900-mil-com-cooperativa-de-credito/

No dia 29 de julho de 2021, por determinação da 4ª Vara Cível do Fórum de Presidente Prudente, no interior paulista, nove ônibus da empresa da empresa Presidente Urbano  (Pruden Express) foram apreendidos.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/07/29/onibus-da-presidente-urbano-sao-apreendidos-por-atrasos-no-pagamento-de-financiamento/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta