Metrô adia licitação do projeto básico da linha 19-Celeste (Guarulhos/São Paulo)

Serviço deve ligar o Bosque Maia ao Anhangabaú. Metrô tenta licitar o projeto desde fevereiro de 2020, mas teve edital anulado pelo TCE

ADAMO BAZANI

O Metrô de São Paulo publicou oficialmente nesta quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021, o adiamento da sessão pública de entrega de propostas na concorrência para elaboração do projeto básico da linha 19-Celeste, prevista para ligar o Bosque Maia, em Guarulhos, ao Anhangabaú, na região central da capital paulista.

O trecho Bosque Maia (Guarulhos) – Anhangabaú deve ter 15 estações em 19,4 km, de acordo com o Projeto Funcional.

A data da sessão pública que estava marcada para o dia 03 de março de 2021 foi adiada para o dia 18 de março de 2021.

 

HISTÓRICO:

Essa concorrência tem sido marcada por suspensões e pedidos de impugnação.

Em 15 de fevereiro de 2020, o Metrô publicou o aviso de licitação para a prestação de serviços técnicos especializados de arquitetura e engenharia para elaboração do projeto básico da Linha 19-Celeste.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/02/15/metro-lanca-aviso-de-licitacao-para-contratar-projeto-basico-da-linha-19-celeste-entre-guarulhos-e-anhangabau/

Em 24 de março de 2020, a Companhia do Metropolitano adiou a data de entrega de propostas para 06 de maio de 2020. A data inicial era 06 de abril de 2020, mas devido ao avanço do coronavírus no Brasil, principalmente em São Paulo, todo o tipo de aglomeração e atividade não essencial foi suspenso.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/03/24/metro-adia-licitacao-para-projeto-basico-da-linha-19-celeste-entre-sao-paulo-e-guarulhos/

Em 01º de maio de 2020, a Companhia do Metrô de São Paulo remarcou mais uma vez a data pata entrega de propostas da licitação elaboração do projeto básico da linha 19-Celeste , desta vez para 27 de maio de 2020.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/05/01/metro-remarca-mais-uma-vez-licitacao-para-projeto-basico-da-linha-19-celeste-entre-sao-paulo-e-guarulhos/

Em 16 de maio de 2020, seguindo determinação do TCE (Tribunal de Contas) do Estado de São Paulo, o Metrô suspendeu a licitação.

Em despacho proferido na época pelo Conselheiro Relator Sidney Estanislau Beraldo, o órgão de contas decidiu, em exame prévio do edital da licitação, em representação feita pelo SINAENCO – Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva, prorrogar o prazo por mais cinco dias para o Metrô apresentar justificativas.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/05/16/metro-de-sp-suspende-licitacao-para-projeto-basico-da-linha-19-celeste-entre-sao-paulo-e-guarulhos/

Mas em 12 de setembro de 2020, o TCE publicou oficialmente a anulação do edital que selecionaria a empresa ou consórcio responsável pela elaboração de serviços de engenharia e arquitetura, projeto básico da futura Linha 19-Celeste do Metrô de São Paulo.

O pedido de anulação foi feito pelo Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva, que alegou “inadequada a adoção do menor preço para serviços de natureza eminentemente intelectual”, sem determinar qualificações técnicas para escolher a empresa.

Em análise do pedido, o TCE entendeu que o edital estava incompleto, apresentando “vício insanável”, acatando o pedido para sua anulação.

Circunscrito estritamente às questões analisadas, considero que o edital apresenta vício insanável relacionado à inadequação do critério de julgamento pelo menor preço, o que impõe sua anulação”, cita parte da decisão, assinada pelo relatório e voto do conselheiro Sidney Estanislau Beraldo.

O Metrô, por meio de nota ao Diário do Transporte, disse na ocasião que o critério de seleção pela melhor proposta financeira é permitido na Lei de Estatais, mas acatando a decisão do TCE, faria nova licitação.

Veja a nota na íntegra.

O critério de seleção da melhor proposta financeira para a elaboração do projeto básico da Linha 19 é permitido pela Lei de Estatais (13.303). O TCE considerou que a proposta técnica deve ser considerada juntamente à financeira e o Metrô está acatando a determinação, elaborando um novo edital que deve ser publicado até o fim do ano.”

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/09/12/tribunal-de-contas-anula-edital-da-linha-19-celeste-do-metro-de-sp/

Em 03 de dezembro de 2020, o plenário do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) publicou negativa ao pedido de reconsideração do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco) que tentava que o edital de licitação para elaboração do projeto básico da linha 19-Celeste tivesse mais de um lote, com a participação de mais empresas na execução dos trabalhos.

Entretanto, permaneceu a decisão que obrigava o Metrô a refazer o edital, o que segundo a estatal, na época, já estava sendo cumprido.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/12/03/tce-rejeita-recurso-de-sindicato-que-pedia-mais-de-um-lote-em-licitacao-do-projeto-basico-da-linha-19-celeste/

Em 16 de dezembro de 2020, o Metrô publicou novo aviso de licitação para a realização do projeto-básico da linha 19-Celeste, após ter refeito o edital.

A entrega das propostas foi marcada para 03 de março de 2021.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/12/16/metro-de-sp-reabre-licitacao-para-projeto-basico-da-linha-19-celeste/

No dia 25 de fevereiro de 2021, o Metrô publicou o adiamento da sessão pública de entrega de propostas na concorrência para elaboração do projeto básico da linha 19-Celeste

A data da sessão pública que estava marcada para o dia 03 de março de 2021 foi adiada para o dia 18 de março de 2021.

SOBRE A LINHA 19-CELESTE

A Linha 19-Celeste é um projeto do Metrô de São Paulo que em sua primeira fase ligará a região central de São Paulo, no Anhangabaú, até a cidade de Guarulhos, no Bosque Maia, contando com 15 estações em 19,4 km de extensão segundo o Projeto Funcional.

Essa será a segunda linha do Metrô em Guarulhos, já que a Linha 2-Verde tem projeto de expansão para chegar às proximidades da Rodovia Presidente Dutra.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Informe Publicitário
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. Eugenio disse:

    Uma dúvida, analisando esse projeto da linha 19, não seria mais interessante prolongar a linha 4 do metrô da estação da Luz até Guarulhos, a linha poderia ser chamada de “Guarulhos/Centro – São Paulo/Vila Sônia).

Deixe uma resposta