CPTM espera um milhão de passageiros no Brás nos finais de semana de dezembro

A expectativa é que as compras de final de ano gerem o movimento na região. Foto: Divulgação.

Para atender demanda, companhia implanta Operação Natal a partir deste sábado

JESSICA MARQUES

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) espera a circulação de um milhão de passageiros no Brás, no centro de São Paulo, nos finais de semana de dezembro. A expectativa é que as compras de final de ano gerem o movimento na região.

Para atender a demanda, a companhia informou que vai implantar a Operação Natal a partir deste sábado, 1º de dezembro de 2018.

A operação funcionará nos finais de semana até o dia 23 de dezembro. Segundo a CPTM, o objetivo é facilitar o deslocamento dos usuários que circulam pela estação nos finais de semana que antecedem o Natal.

“As ações reforçarão a operação especial, que consiste na ampliação do horário de pico (menor intervalo entre os trens) e no aumento do número de empregados operacionais da estação e da segurança na Estação Brás, para atender à grande demanda de usuários”, informou a CPTM, em nota.

Além disso, estarão em operação os 24 bloqueios da estação, sendo um deles especial. A catraca é um “porta balcão”, com 90 cm de largura, que também aceita todos os tipos de bilhetes da CPTM e Metrô, e permite o acesso de cadeirantes e pessoas com volumes grandes devido às compras.

Embora a Estação Brás ofereça mais de um acesso, a venda de bilhetes estará concentrada nos sete guichês da bilheteria do saguão principal, dos quais um é exclusivo para receber pagamentos realizados em moedas no valor exato da tarifa e outro destinado ao atendimento preferencial (gestantes, pessoas com crianças de colo, idosos, entre outros), de acordo com a CPTM.

“Para recepcionar os usuários vindos das compras, são colocados direcionadores de fluxo que organizam as filas na bilheteria e gradis que direcionam para a linha de bloqueios. Ainda há o serviço de orientação àqueles que já possuem o bilhete e para quem deseja comprá-lo, além do público que utiliza os bilhetes preferenciais.”

A companhia informou ainda que será intensificada a “emissão dos APs (Avisos ao Público) e as informações de segurança aos usuários, como cuidados redobrados com pertences como bolsas, celulares e até as crianças, além da compra antecipada do bilhete para o retorno.  A operação conta com o apoio da PM e da Guarda Civil Metropolitana que têm postos móveis na Praça Agente Cicero”.

Em caso de dúvida, o passageiro pode entrar em contato com o SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário) pelo telefone 0800 055 01 21 ou através do site www.cptm.sp.gov.br.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta