Metrô lança licitação para portas de plataforma em 36 estações das linhas 1, 2 e 3

Publicado em: 3 de setembro de 2018

Estação Brás será uma das contempladas pelo equipamento

Contrato deve ser assinado no início do ano que vem e empresa selecionada terá 56 meses para concluir instalações

ADAMO BAZANI

O Metrô de São Paulo lançou nesta segunda-feira, 03 de setembro de 2018, a licitação para colocar portas de plataforma em 36 estações das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha, que são de operação estatal.

Os equipamentos são considerados itens importantes de segurança para evitar a queda de passageiros nos trilhos e interferências nas vias, como objetos que caem, atrasando as operações.

A entrega das propostas está prevista para 25 de outubro. Se não houver nenhum entrave para a licitação, no início do ano que vem, devem começar os trabalhos com a assinatura de contrato, segundo o Metrô.

A empresa ou consórcio vencedor terá 56 meses para completar o serviço.

São ao todo 88 conjuntos de portas (fachadas) cuja tecnologia deve ser compatível com a abertura e fechamento das portas dos trens do metrô.

As estações que devem receber os equipamentos são:

Linha 1-Azul
Parada Inglesa
Jardim São Paulo
Santana
Carandiru
Portuguesa-Tietê
Armênia
Tiradentes
Luz
São Bento
Sé (plataformas das linhas 1-azul e 3-Vermelha)
Liberdade
São Joaquim
Vergueiro
Paraíso (plataformas das linhas 1-Azul e 2-Verde)
Ana Rosa (linha 1-Azul)
Vila Mariana
Santa Cruz
Praça da Árvore
Saúde
São Judas
Conceição

Linha 2-Verde
Consolação

Linha 3-Vermelha
Marechal Deodoro
Santa Cecília
República
Anhangabaú
Pedro II
Brás
Bresser-Mooca
Belém
Tatuapé
Carrão
Penha
Guilhermina-Esperança
Patriarca
Artur Alvim

A concorrência será internacional e o principal critério é o menor preço com atendimento às exigências técnicas.

Segundo o Metrô, as novas estações já são projetadas para receberem o equipamento e algumas linhas do sistema já possuem portas de plataforma.

“As novas estações já são projetadas pelo Metrô preparadas para receberem esses equipamentos. Atualmente, todas as 9 estações da Linha 4-Amarela, construídas pelo Metrô, assim como as estações Vila Matilde (Linha 3-Vermelha), Adolfo Pinheiro (Linha 5-Lilás), Vila Prudente, Tamanduateí e Sacomã (Linha 2-Verde), além das 6 estações em funcionamento na Linha 15-Prata, já têm esse tipo de porta nas plataformas.”

LINHA 5:

Na última sexta-feira, durante a inauguração da estação AACD-Servidor, da linha 5 Lilás, o secretário de transportes metropolitanos, Clodolado Pelissioni, disse que as portas de plataforma serão instaladas até 2020 na ligação.

É o último cronograma aceito dado pela empresa canadense Bombardier, que não cumpriu prazos e foi multado em torno de R$ 50 milhões.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/08/31/portas-de-plataforma-em-toda-a-linha-5-lilas-serao-entregues-ate-2020-diz-pelissioni/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Rodrigo Zika! disse:

    E possível sim a estação Barra Funda e Itaquera também terem portas, pois pelo que vi não entraram na lista, se bem sincronizadas daria pra colocar, pois sei que por ser o ponto final e inicial, e ter mais de uma saída, isso poderia dificultar, mais não e impossível, se quisessem claro.

  2. Celso P disse:

    Gostaria de saber porque a estação Jabaquara ficou de fora das elencadas

  3. Tuoio disse:

    Gebte, isso é balela ! Papinho pra eleição! Esqueçam! Não vão colocar nada!

  4. Júlia disse:

    Mais uma promessa.! Em 2050 a gente volta a falar sobre portas de plataforma.

    1. Vitor disse:

      Porque as portas de plataforma são para estações com humanos, não para animais!

  5. Mauricea disse:

    Desde 1990 a espera do metrô lilás até o centro,sei não já enfartei ,acho que talvez não tenha o prazer 👁️👁️

Deixe uma resposta