Metrô de São Paulo seleciona cinco consórcios em licitação para portas de plataforma em estações das linhas 1,2 e 3

Em estação da linha 2-Verde foram realizadas obras de reforço. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte) / Clique para ampliar

No dia 09 de janeiro, concorrência prossegue com a habilitação de documentos de três propostas

ADAMO BAZANI

A companhia do Metrô de São Paulo selecionou cinco consórcios para a instalação de 88 portas de plataforma em 36 estações do sistema nas linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha.

Os equipamentos são considerados essenciais para a segurança já que evitam que os passageiros e objetos caiam nos trilhos.

A estimativa é que os dispositivos estejam integralmente instalados até 2021.

Nesta etapa da licitação, foram classificadas as propostas comerciais, a maioria de empresas brasileiras e asiáticas unidas nos consórcios.

No dia 09 de janeiro, prossegue a concorrência, quando serão escolhidas as três melhores destas propostas, com a análise dos documentos exigidos para habilitação.

Foram classificadas as propostas comerciais dos seguintes consórcios:

1º) Consórcio PSD-SP: MPE Engenharia e Serviços S.A. , Zhuzhou CRRC Times Eletric Co. Ltda

2º) Consórcio Kobra: Husk Eletrometalúrgica Ltda, MG Engenharia e Construção Ltda, Samjung Tech, Woori Technology Inc

3º) Consórcio Telar/Serveng/Dongwoo: Telar Engenharia e Comércio S.A., Serveng-Civilsan S.A. Empresas Associadas de Engenharia, Dongowoo Outdoor Co. Ltd.

4º) Consórcio SNEF China Rail EBB: SNEF Serviços e Montagens Ltda, China Railway Electrification Engineering Grop Co. Ltda.

5º) Consórcio Gilgen – Zumm: Gilgen Door Systems AG, Zumm Comércio e Representações Ltda.

A expectativa do Metrô é iniciar a execução dos serviços ainda no primeiro trimestre de 2019 e os consórcios contratados terão um prazo de 56 meses para a conclusão dos trabalhos.

Inicialmente, como mostrou o Diário do Transporte, a estimativa de entrega de propostas era dia 25 de outubro.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/09/03/metro-lanca-licitacao-para-portas-de-plataforma-em-36-estacoes-das-linhas-12-e-3/

As estações que devem receber os equipamentos são:

Linha 1-Azul
Parada Inglesa
Jardim São Paulo
Santana
Carandiru
Portuguesa-Tietê
Armênia
Tiradentes
Luz
São Bento
Sé (plataformas das linhas 1-azul e 3-Vermelha)
Liberdade
São Joaquim
Vergueiro
Paraíso (plataformas das linhas 1-Azul e 2-Verde)
Ana Rosa (linha 1-Azul)
Vila Mariana
Santa Cruz
Praça da Árvore
Saúde
São Judas
Conceição

Linha 2-Verde
Consolação

Linha 3-Vermelha
Marechal Deodoro
Santa Cecília
República
Anhangabaú
Pedro II
Brás
Bresser-Mooca
Belém
Tatuapé
Carrão
Penha
Guilhermina-Esperança
Patriarca
Artur Alvim

LINHA 5:

No dia 31 de agosto, durante a inauguração da estação AACD-Servidor, da linha 5 Lilás, o secretário de transportes metropolitanos, Clodolado Pelissioni, disse que as portas de plataforma serão instaladas até 2020 na ligação.

É o último cronograma aceito dado pela empresa canadense Bombardier, que não cumpriu prazos e foi multado em torno de R$ 50 milhões.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/08/31/portas-de-plataforma-em-toda-a-linha-5-lilas-serao-entregues-ate-2020-diz-pelissioni/

LINHA 2:

Algumas estações já possuem portas de plataforma, como Tamanduateí e Sacomã.

O Metrô iniciou as obras de reforço estrutural das plataformas da estação Vila Madalena, da Linha 2-Verde, para permitir a instalação das portas de plataforma, cuja obra deve ser concluída no segundo semestre de 2019. O serviço está previsto no mesmo contrato para a implantação do sistema de sinalização CBTC nas linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha até 2021.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Cleyton Alves de Siqueira disse:

    Mas as estacoes terminais ? Porque nao estao incluidas ?

    1. LEonardo disse:

      Porque já estão incluídas na licitação vigente, sendo que a primeira a ser instalada é a da estação Vila Madalena, já em curso.

Deixe uma resposta