Prefeitura de Presidente Prudente abre propostas para contratação emergencial de transporte e retoma com ônibus da Prudente Urbano até definição

Operação da Prefeitura é com 25 veículos

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Presidente Prudente, no interior de São Paulo, anunciou que nesta segunda-feira, 06 de dezembro de 2021, vai abrir propostas de eventuais interessadas em operar os transportes por ônibus municipais no lugar da Prudente Urbano (Company Tur Transportes e Turismo Ltda / Pruden Express).

Por meio de decisão judicial, ocorreu a rescisão contratual com a companhia.

Como mostrou o Diário do Transporte, enquanto uma nova operadora não é definida, o transporte é retomado nesta segunda-feira (06), com 25 ônibus, atendendo a 19 linhas da cidade.

O serviço será gerenciado pela própria Semob (Secretaria de Mobilidade Urbana), após negociação firmada com a Prudente Urbano. A empresa será ressarcida por quilômetro rodado.

As linhas que serão retomadas nesta segunda são:

102, 106, 107, 108, 111, 112, 113, 119, 120, 121, 124, 129, 131, 132, 133, 134, 135, 136 e 139.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/12/05/transporte-coletivo-de-presidente-prudente-sp-e-retomado-nesta-segunda-06-com-25-onibus/

DECISÃO JUDICIAL

Na última semana, a Justiça determinou que a Prefeitura de Presidente Prudente, no interior do estado de São Paulo, rompa o contrato com a empresa de ônibus Presidente Urbano.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/12/02/justica-determina-que-prefeitura-de-presidente-prudente-sp-rompa-contrato-com-empresa-de-onibus/

DÍVIDAS DA EMPRESA

Além disso, sobre a apreensão de 16 ônibus ocorrida em 21 de outubro de 2021, por determinação o juízo da 3ª Vara Cível de Presidente Prudente, o Poder Público informou que a dívida foi contraída pela Company Tur, que ficou inadimplente com o Banco Guanabara em período anterior ao da intervenção.

Sobre o acordo firmado em 02 de setembro de 2021, a Prefeitura informou que o interventor assinou o documento como estando “de acordo” com uma composição que estava sendo feita pela Company Tur e seus avalistas junto ao referido Banco, que pretendia reparcelar a dívida que a estes pertencem.

“Não compete ao Poder Público, interventor na empresa, saldar a dívidas que são da Company Tur e de seus avalistas.”

APREENSÕES:

A empresa tem sido alvo de diversas apreensões de ônibus por não pagamento de financiamentos.

Em 21 de outubro de 2021, por determinação, juiz Paulo Gimenes Alonso, da 3ª Vara Cível de Presidente Prudente, 16 ônibus foram apreendidos.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/10/21/prudente-urbano-tem-16-onibus-apreendidos-na-madrugada-desta-quinta-21/

No dia 05 de outubro de 2021, o juiz da 2ª Vara Cível da Comarca de Presidente Prudente (SP), Silas Silva Santos, determinou a apreensão de cinco ônibus.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/10/05/justica-determina-apreensao-de-cinco-onibus-da-prudente-urbano-devido-a-divida-de-mais-de-r-900-mil-com-cooperativa-de-credito/

No dia 29 de julho de 2021, por determinação da 4ª Vara Cível do Fórum de Presidente Prudente, no interior paulista, nove ônibus da empresa da empresa Presidente Urbano  (Pruden Express) foram apreendidos.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/07/29/onibus-da-presidente-urbano-sao-apreendidos-por-atrasos-no-pagamento-de-financiamento/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. edmison disse:

    Por favor pra amor de Deus instala cortina no ônibus por que por causa do Sol tá muito quente ônibus dê viagem tem cortina precisa instalar cortina no ônibus da cidade é no donos ou donas pensar bem por favor

  2. Edmison disse:

    Eu Edmison que dei a ideia de instala cortina no ônibus nome do hospital do câncer eu que dei a ideia não foi políticos eu que falei pra mudar nome hospital de esperança eu que dei a ideia eu comentei índeia esse nome de hospital na internet

  3. Sonia Regina Dias Lourenço disse:

    Só gostaria de saber o valor da passagem, porque nós moradores do João Domingos Neto não temos condições de pagar um preço
    muito elevado , presidente prudente não tem suporte para isso

Deixe uma resposta