Após Doria em SP, Eduardo Paes vai anunciar vacinação de motoristas e cobradores de ônibus contra a covid-19 no Rio de Janeiro

Anúncio ocorre um dia depois de o Rio-Ônibus, sindicato das viações, pedir prioridade para a categoria

ADAMO BAZANI

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, informou em suas redes sociais nesta quinta-feira, 22 de abril de 2021, que a gestão deve anunciar de forma oficial nesta sexta-feira (23) as datas para vacinação contra a covid-19 de motoristas, cobradores e outros profissionais que atuam na linha de frente do sistema de ônibus da cidade.

A coletiva deve ser comandada pelo secretário Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, já que Eduardo Paes ainda continua em isolamento por ter contraído pela segundo vez a covid-19.

Decidimos ontem que os rodoviários do Rio vão figurar entre os grupos prioritários para vacinação. A notícia deve ser anunciada amanhã na coletiva semanal sobre a covid-19, comandada pelo secretário @danielsoranz já que ainda estou em isolamento. – diz a postagem.

O comunicado ocorre um dia depois de o Rio Ônibus, sindicato das viações, ter enviado um ofício à administração municipal relatando a necessidade de imunização pelo nível de exposição dos profissionais ao risco de contágio.

Segundo nota da entidade, a medida vai ampliar a segurança dos trabalhadores.

Um dia após envio de ofício ao prefeito cobrando agilidade na vacinação de rodoviários cariocas, Eduardo Paes aprovou a medida e anunciou prioridade na imunização dos profissionais que atuam na linha de frente, mantendo a operação do transporte público por ônibus na cidade. Mesmo com determinação de utilização de máscaras e higienização regular das mãos e utensílios, os profissionais lidam em média com 200 pessoas diariamente, durante o exercício da função. A medida agrega mais segurança aos deslocamentos diários da população e dos profissionais rodoviários.

Como mostrou o Diário do Transporte, na terça-feira (20), o governador de São Paulo João Doria anunciou que funcionários do Metrô e da CPTM (trens metropolitanos) serão imunizados a partir de 11 de maio e os motoristas e cobradores de ônibus municipais e intermunicipais a partir de 18 de maio.

São Paulo foi o primeiro estado brasileiro a definir datas.

https://diariodotransporte.com.br/2021/04/20/audio-motoristas-e-cobradores-de-onibus-serao-vacinados-contra-a-covid-19-a-partir-de-18-de-maio-diz-doria/

Nesta quarta-feira (21), o atual ministro da Saúde, o quarto desde o início da pandemia, Marcelo Queiroga, anunciou que o fim da vacinação dos grupos prioritários contra a covid-19 deve ocorrer apenas em setembro.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/04/21/vacinacao-de-grupos-prioritarios-so-deve-ser-concluida-em-setembro-o-que-inclui-profissionais-de-transportes-diz-ministro-da-saude/

Pela lista do Governo Federal, motoristas de ônibus ocupam a posição de número 23 e ferroviários/metroviários a de 24, de um total de 29 grupos.

São 715 mil profissionais de transportes urbanos e metropolitanos em todo o País.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/03/24/governo-federal-estima-em-751-mil-o-total-de-profissionais-de-transporte-coletivo-a-serem-vacinados-contra-covid-19-mas-ainda-nao-define-data/

Assim, se confirmada a previsão de Queiroga, profissionais de transportes devem ser imunizados completamente perto de setembro porque estão entre os últimos grupos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta