Via Ágil rescinde contrato com a Prefeitura de Piracicaba

Empresa sempre atuou de forma proativa em campanhas sociais. Foto: Divulgação

Situação financeira da empresa ficou insustentável após o início da quarentena da pandemia da Covid 19, o que provocou a redução de 80% no número de passageiros transportados

ALEXANDRE PELEGI

A Via Ágil, responsável pelo transporte coletivo urbano de Piracicaba, emitiu comunicado no final da tarde desta sexta-feira, 08 de maio de 2020, informando que assinou rescisão contratual amigável com a prefeitura.

A empresa afirma em conjunto com o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano de Piracicaba e Região, está tomando as atitudes legais e dará total suporte aos seus funcionários.

A prefeitura informou ainda que já vinha tratando com a Via Ágil há algumas semanas sobre o agravamento da crise financeira da empresa.

O pedido de rescisão oficial foi feito formalmente no dia 17 de março.

A empresa informa que garantirá, conforme o acordo firmado hoje, o pleno funcionamento de suas atividades até o dia 15 de maio de 2020.

A Via Ágil é mais uma empresa vítima das medidas restritivas provocadas pela pandemia de Covid-19.

Apesar de já vir sofrendo com a queda na demanda de passageiros nos últimos anos, mas conseguiu reduzir despesas, o que gerou déficits crescentes. Mas o que tornou a situação da empresa insustentável foi o início da quarentena no Estado por causa da Covid-19, que provocou uma redução de 80% no número de passageiros transportados.

Em nota, a prefeitura de Piracicaba informou que até o início da próxima semana um grupo de trabalho liderado pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Semuttran) – com apoio da Procuradoria-geral –, apresentará uma solução ao prefeito, “garantindo o serviço a partir de 16 de maio (sábado), a partir de discussões  iniciadas em 17 de março”.

NOTA DA VIA ÁGIL

Informamos que nesta sexta-feira, 08, a Via Ágil e a Prefeitura de Piracicaba assinaram a rescisão contratual amigável.

A empresa, alinhada com o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano de Piracicaba e Região, está tomando todas as atitudes legais e irá dar total suporte aos seus funcionários.

A Via Ágil também irá garantir, conforme acordado, o pleno funcionamento de suas atividades até o dia 15 de maio de 2020.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Não vai fazer muita diferença, num tinha buzão mesmo.

    Éééééé´sem grana, o negócio é abandonar o barquinho.

    Agora é a hora da BR MOBILIDADE…, aguardem.

    Nada como uma PIZZA ENERGENCIAL, por conta dos contribuintes

    O COVID-19 limpou o buzão por dentro e agora por fora.

    Agora falta acabar com a obsoleta forma de contratação por licitação.

    Já pensou todos os contratos do buzão rescindidos.

    Agora que é vai começar a PANDEMIA DO BUZÃO NO BARSILei.

    NADA MUDA NO BARSILei.

    SAÚDE A TODOS!

    Att,

    Paulo Gil

  2. ANCHISES BENTTENMULLER DE SOUZA SOBRINHO disse:

    Eu sabia que tinha algo errado.
    Nunca vi um transporte coletivo tão lixo como esse.
    Frota sucatiada.
    Numa cidade tão grande.
    E ninguém reclama de nada.

  3. Almir Goncalves disse:

    Espero que os funcionários sejam reaproveitados na nova empresa que vai surgir, bem como os direitos trabalhistas dos empregados e colaboradores sejam preservados nesse momento tão difícil.

  4. João disse:

    Como fica as pessoas com os valores no cartão via ágil perde os valores

  5. Elizangela disse:

    Uma pena ver uma cidade tao grande como piracicaba… Com um transporte tao lixo….
    Espero que com a nova empresa mude pra melhor…. E nao esqueçam de colocarem onibus em horarios descente… Nos bairros que tem onibus so a cada 3 horas ou mais …. Como por exemplo o Vila Fátima
    Horario de onibus desse bairro é desumano

  6. Jaqueline disse:

    Até quando os créditos poderam ser utilizado?

Deixe uma resposta