Resolução determina espaço exclusivo para mulheres no BRT do Rio de Janeiro

Publicado em: 17 de abril de 2019

O objetivo é coibir casos de abuso sexual. Foto: Divulgação.

Consórcio tem até 25 de abril para implementar nova medida

JESSICA MARQUES

Uma resolução assinada pelo interventor do Sistema BRT do Rio de Janeiro, Luiz Alfredo Salomão, determina espaço exclusivo para mulheres nos ônibus do modal. O consórcio responsável pela operação tem até 25 de abril para implementar nova medida.

A resolução estabelece o cumprimento da lei 6274/2017, que dispõe sobre a reserva de lugares nos veículos articulados para mulheres. O objetivo é coibir casos de abuso sexual.

De acordo com a resolução, o espaço exclusivo para mulheres vai funcionar nos períodos de maior movimento, ou seja, 5h às 7h, e de 17h às 20h.

A multa para quem não respeitar a nova norma é de R$ 170. Segundo o documento, os homens que desrespeitaram a medida “serão retirados pelos controladores de tráfego e proibidos de prosseguir naquela viagem”.

Salomão informou que já solicitou adesivos para os veículos e placas nos terminais indicando a destinação do carro traseiro exclusivamente para mulheres e crianças de até 12 anos.

A sinalização também deve ser feita até dia 25 deste mês. O Consórcio BRT buscará patrocinadores para custear o “envelopamento” do carro exclusivo, conforme reportagem publicada pelo portal O Dia.

Nos ônibus convencionais, também haverá separação por gênero. Neste caso, homens ficarão na parte de trás, enquanto as mulheres, na frente. Nestes veículos, os espaços para cada grupo serão delimitados por uma faixa vermelha no teto.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Comentários

  1. Rogerio Belda disse:

    Um espaço para mulheres, outro para idosos e também para deficientes. Os demais passageiros devem ir em um “carro-reboque”.

Deixe uma resposta