Empresas de ônibus de São Paulo pedem à prefeitura que proíba as atividades do Uber compartilhado na cidade

Publicado em: 22 de novembro de 2018

Segundo viações, aplicativos compartilhados tiram passageiros dos ônibus, mas não têm obrigações como gratuidades, cumprimento de itinerários e horários e pagamentos de encargos trabalhistas. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte)/Clique para ampliar

De acordo com viações, empresa de tecnologia só tem licença para transporte individual de passageiros e modalidade é coletiva configurando “concorrência predatória”

ADAMO BAZANI

Colaborou Alexandre Pelegi

As empresas de ônibus da cidade de São Paulo estão preocupadas com a concorrência com a Uber, em especial, com a modalidade “Uber Juntos”, pela qual passageiros que não se conhecem compartilham o carro, com pontos de embarque e desembarque definidos no momento da solicitação do serviço.

O SPUrbanuss, que é o sindicato que representa as companhias do subsistema estrutural (ônibus maiores com linhas que passam pelo centro da cidade), protocolou na última semana uma carta ao secretário municipal de Mobilidade e Transportes, João Octaviano Machado Neto, pedindo que a prefeitura proíba a modalidade “Uber Juntos” e a classifique como “transporte ilegal”.

Para isso, as viações sustentam que a Uber é uma empresa de “transporte individual remunerado” e que a modalidade “Uber Juntos” se trata de transporte coletivo com as mesmas características dos serviços dos ônibus, com embarque e desembarque em pontos determinados no pedido do carro e compartilhamento de um mesmo veículo.

Na carta protocolada no dia 13 de novembro de 2018, à qual o Diário do Transporte teve acesso, o SPUrbanuss ainda diz que atividade como “Uber Juntos” trava uma “concorrência predatória”, já que faz serviço semelhante aos dos ônibus, mas sem a mesma fiscalização e obrigações que as viações têm.

As empresas de ônibus devem oferecer transporte de gratuidades (idosos, pessoas com deficiência e estudantes); cumprimento de viagens, horários e itinerários independentemente do número de passageiros (as viagens na Uber se realizam já com a demanda e destino definidos); manutenção dos veículos (que no caso da Uber é de responsabilidade do dono do carro) e obrigações trabalhistas, como salários, benefícios, horas extras e cumprimento de jornada de trabalho, o que não há na Uber.

O documento é assinado pelo presidente da entidade, Francisco Christovam, e ainda pede fiscalização com maior rigor sobre a Uber e a intervenção do Ministério Público do Estado de São Paulo.

Segundo a entidade, a prefeitura de São Paulo tem poder para proibir o “Uber Juntos” porque de acordo com a lei 12,587, de 2012, chamada Lei da Mobilidade, é atribuição dos municípios e do Distrito Federal regulamentar e fiscalizar o transporte individual remunerado de passageiros.

O TCM – Tribunal de Contas do Município de São Paulo ao liberar novamente a licitação do sistema de ônibus na cidade, em 24 de outubro deste ano, destacou, entre as necessidades de ajustes nos editais da concorrência, que a SMT – Secretaria de Municipal de Mobilidade e Transportes deve colocar no processo licitatório, estudos de projeções do impacto dos aplicativos, como Uber, 99, Easy, entre outros, no sistema de transportes públicos.

EM NÍVEL NACIONAL:

A preocupação das empresas de transportes coletivos com os aplicativos não ocorre apenas em São Paulo.

O presidente da NTU – Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos, Otávio Cunha, que representa cerca de 500 empresas de ônibus em todo o País, disse em entrevista ao Diário do Transporte, que acredita que o “Uber Juntos” não é uma modalidade legal e que pode prejudicar as pessoas de menor renda ao reduzir a demanda do transporte coletivo.

 “O transporte coletivo é hoje protegido por lei. Tem algumas características como a universalidade, a continuidade, o preço módico, ou seja, as viagens curtas financiam as viagens mais longas, que são mais caras, mas que, portanto, têm um preço justo para o usuário. O ‘Uber Juntos’, esse serviço, vai agir predatoriamente sobre o serviço de transporte público. Nós já temos perda de demanda por diversas origens e agora eu acredito que isso vai aumentar ainda mais o problema, que será maior na medida em que o transporte público perde mais passageiros. Esses aplicativos vão operar exatamente nas linhas mais curtas retirando a demanda que está ajudando a manter um serviço público em áreas mais distantes, que são mais caros” – disse

Para o executivo, a modalidade compartilhada do “Uber” pode aumentar a tarifa de ônibus e, no caso de São Paulo, a necessidade de subsídios, uma vez que há possibilidade de perda de passageiros no sistema de transportes público. Otávio Cunha acredita que foi acertada a atitude do sindicato das empresas de ônibus de São Paulo.

“Transporte público não obedece a regras de mercado. Já o Uber é um tipo de transporte que obedece essas regras de mercado. O Uber é um transporte individual que está operando pela livre iniciativa, o livre mercado. No caso do transporte público, a regra é outra. O transporte coletivo público precisa ser protegido para aqueles usuários que moram mais distantes terem serviço permanente, portanto, com continuidade, com tarifa acessível e, consequentemente, para que o usuário pague um preço mais justo. Esses serviços [de aplicativos compartilhados] se continuarem, obrigatoriamente vão fazer com que o poder público, no caso de São Paulo, tenha de arcar com mais recursos do seu orçamento para ajudar a manter o transporte” – disse Otávio Cunha que acrescentou que a NTU estuda em nível nacional medidas contra modelos como do “Uber Juntos”.

OUÇA NA ÍNTEGRA:

A NTU lançou no último mês de abril  uma nota na qual pede ao poder público que imponha mais limites às atividades dos aplicativos de transportes.

A entidade também sustenta que as empresas de ônibus possuem diversas obrigações que encarecem as tarifas e que os aplicativos não têm.

Os donos de empresas de ônibus estão preocupados com a lei 13.640/2018, sancionada em abril, que confere aos municípios e ao Distrito Federal a responsabilidade de definirem as regras para o transporte por aplicativo em cada cidade.

A NTU sugeriu que ao regulamentarem a atividade do transporte sob demanda por aplicativo, os legisladores determinem regras, condições e limites para sua atuação. “Enquanto o transporte coletivo urbano se dá em um mercado altamente regulado, taxistas e prestadores de serviços por aplicativo operam sob a égide da lei de livre comércio, o que pode resultar em concorrência desigual e agravar ainda mais o cenário desenhado”, destacou o presidente da NTU, Otávio Cunha.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/04/20/temendo-concorrencia-empresarios-de-onibus-querem-que-poder-publico-imponha-mais-limites-a-aplicativos/

Em Santa Bárbara D’Oeste, no interior de São Paulo, o projeto de lei de um vereador deu margem para discussões: transferir também para os aplicativos de transportes algumas das obrigações das empresas de ônibus, como a gratuidade aos idosos com mais de 60 anos.

Segundo o autor do projeto, vereador Alex Braga, conhecido como Alex Backer, a gratuidade aos idosos representa uma condição mínima de mobilidade, assim como “viabiliza a concretização de sua dignidade e de seu bem-estar”.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/11/05/projeto-de-gratuidade-no-uber-em-santa-barbara-doeste-e-a-discussao-dos-aplicativos-tirando-passageiros-do-transporte-coletivo/

O OUTRO LADO:

Procurada pela reportagem do Diário do Transporte, a empresa Uber, por meio da assessoria de imprensa, disse que não iria comentar o assunto.

A SMT – Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes também foi procurada, mas até o fechamento desta reportagem, não se manifestou.

CONFIRA O OFÍCIO DO SPURBANUSS NA ÍNTEGRA:

 


Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Colaborou Alexandre Pelegi

Comentários

  1. João Luís Garcia disse:

    Parabéns ao Sindicato das Empresas
    E vou mais além, se é para termos uma boa oferta de transportes aos usuários, porque os aplicativos não são obrigados assim como são as empresas a transportarem gratuitamente os idosos
    As empresas de aplicativos deveriam transportar gratuitamente os idosos

    1. Karel Oliveira disse:

      NADA COMO O LIVRE MERCADO PARA VER ESSE FEUDO ACABAR.TRANSPORTE PUBLICO É NO FIM UM TITULO DE NOBREZA , CEDIDO PELO ESTADO , PARA UM SENHOR FEUDAL CHUPA CACETA DE POLITICO EXPLORAR O DINHEIRO DE POBRE, QUE O UBER E A CONCORRÊNCIA DE APPs ACABEM COM TODOS VCS SEUS MER.. CANSEI DE PEGAR BUSÃO FEDORENTO, QUERO ANDAR COM AR CONDICIONADO HAHAHHAHAHAH

    2. Ludolfo Kürsh disse:

      É uma empresa privada, não tem obrigação de transportar ninguém de graça.

    3. Marcus Vinicius Santana disse:

      As empresas de aplicativos são PRIVADAS, logo elas não são obrigadas a transportar NINGUÉM de graça.

      Se quiser comodidade cobre isso do ESTADO, já que é ele que tem essa função e deixe as empresas trabalharem como elas bem entenderem.

  2. Rocio disse:

    Gratuídade e a segurança aonde fica? E ônibus lotados em horários comerciais, todos de pé socados feito lata em sardinha isso ninguém vê? Quando vc chega no trabalho parecendo que levou uma camassada de pau na viagem. O que é isso?

  3. Francico disse:

    A Uber recolhe algum imposto aos cofres publicos, e aos seus motorista que pagam a Uber uma taxa alta e nao tem nem beneficio, nao paga nada isso foi coisa do P.T. levou muita grana para implanta.

  4. EVERSON GOMES CAVALHEIRO disse:

    Uber fatura bilhões no pais, paga zero de encargos, envia outros bilhões de divisas para sua matriz, se aproveita do alto indice desemprego no pais e escraviza os incautos, bagunça toda o sistema de transporte, agora quer abocanhar o mercado de transporte coletivo, interessante que os usuários se licham para a economia, o Brasileiro com seu carater adoecido pela corrupção quer mais é levar vantagem, dane-se a economia, dane-se as leis, viva a tecnologia que usurpa e dribla a lei.

    1. Endos disse:

      Bem-vindo ao capitalismo!
      Se não tá feliz, cuba é logo ali.
      Mané

    2. Ludolfo Kürsh disse:

      O Uber é quem escraviza? Trouxe oportunidade de trabalho e transporte de qualidade. Agora os poderosos querendo proteger seus monopólios procuram destruir o que tem de bom e novo.

    3. Marcus Vinicius Santana disse:

      “se aproveita do alto indice desemprego no pais e escraviza os incautos”

      Oi? Esse aplicativo ofereceu vagas de emprego para quem não tinha trabalho antes por causa da crise, ou seja, se antes eles não ganhavam NADA porque estavam desempregados, hoje eles tem algum dinheiro para tentarem se sustentar, seu comentário é típico de quem não entende nada sobre o assunto, pois sua afirmação “bagunça toda o sistema de transporte” já entrega sua ignorância, a empresa não tem culpa se o nosso sistema é uma porcaria cara e com péssima qualidade, se o governo quer resolver isso é simples, MELHORE os serviços.

  5. Kadu disse:

    Quando a água bate na bunda até os poderosos gritam, estou ansioso pra ver o resultado desse embate.

  6. Carlos Ferreira Junior disse:

    Ridículo isso pensar só no seus lucros é facil, eu trabalho em empresa de ônibus também,mas deixa os cara trabalhar nada no brasil é certo empresas de ônibus muito menos tirar o dinheiro de quem está trabalhando que sustenta sua casa é fácil .E eles pagam sim encargos bando de egoístas.

  7. Luciano Francisco da Silva disse:

    Depender dos motoristas, as empresas de ônibus podem ficar tranquila referente ao Uber juntos, eles não gostam de fazer. E segundo os taxistas não levam ninguém de graça! Tenho uma amiga que estava passando mal e pediu a ajuda de um taxista, ela ia pagar a corrida. Mas ele não a levou para não sujar o carro de barro, pois na época a rua dela não era asfaltada.

    1. Caue disse:

      Cara egoísta é tu que só pensa no teu umbigo. Como a empresa vai pagar todos os funcionários se não arrecada pra isso seu pateta.

      1. Marcus Vinicius Santana disse:

        Se ela quiser pagar os funcionários basta ela ter um serviço descente sem a ajuda do Estado, caso contrário será engolida pela concorrência.

  8. Wilson disse:

    Está insuportável o trânsito na cidade devido a quantidade de carros particulares nas ruas, conheco pessoas q só vao trabalhar de carro para depois do termino do seu trabalho no horário que o trânsito fica mais caótico , devido a falta de controle dos mesmos continuam trabalhando nos apricativos. Quem não tem dinheiro para esse tipo de transporte fica penando a espera de um ônibus devido a concorrência desleal
    Parabéns aos presidentes de cooperativas de ônibus pela iniciativa.

    1. Endos disse:

      Não me decidi ainda se vc é um taxista ou nascido .
      Percebeu quanta besteira falou em tão pouco?

  9. Abner disse:

    Ao inves de eatar criticando um serviço de qualidade va melhorar esse sistema falido … onibus em pessimas condições sujos cheio de baratas insetos , demora pra chegar entre outros e outros….., gracas chegou essa modalidades para ajudar a população com rapidez e qualidade ….e preco justo…..

    Acorda e vai a luta acomodados

    1. Sandro Antonio disse:

      Se um dia você estiver passando mal de ter que ir às pressas para o pronto Socorro e o trânsito não andar… quero ver se você terá esta mesma opinião…ou vai trabalhar como colaborador destas plataformas de mobilidade…se intere primeiro a respeito desta multinacional…saiba quais são suas intenções pra depois omitir suas opiniões.

      1. Marcus Vinicius Santana disse:

        “Se um dia você estiver passando mal de ter que ir às pressas para o pronto Socorro e o trânsito não andar”

        E que culpa os carros ou motoristas de aplicativos tem da infraestrutura do país e as rodovias serem péssimas? Que culpa eles tem desse desemprego avassalador tornar a ideia de ser motorista de aplicativo atraente?

        Pouco importa se são multinacionais, se essas empresas que mamam nas tetas do governo querem uma concorrência leal, simples, ofereçam um serviço descente e deixem o governo abrir o mercado, isso eles não querem né? Preferem viver as custas do nosso dinheiro mesmo.

  10. Jorge disse:

    Uber tem uma grande vantagem …..passageiro vai sentado ….outra ….está no ar condicionado ……outra …dificilmente irá encher ….comodidade do Uber e melhor….já que os o Ibis não tem essa qualidade….no Uber o cinto e para cada passageiro …no ônibus …não tem respeito …isso pq e pago

    1. Vilton disse:

      Q é mais do motorista q trabalha como escravo, acabando com seu carro , combustível caro, insegurança, ruas com buracos, manutenção cara, pra ganhar uma miséria… Os taxistas pelo ao menos são isentos de IPVA, se quiser trocar seu carro tem 30 % de desconto , pode andar nos corredores de ônibus sem ser muktados … E motorista do Uber e outros aplicativos só ….tudo para alimentar a elite e a burguesia …país …

  11. Weverson Joanito de Paula disse:

    Se o Uber está suprindo a demanda das pessoas, deviam rever a necessidade de manter o formato atual de empresas grandes de transporte público, deixar somente as linhas que realmente tem demanda e diminuir as linhas ou horários que deixaram de funcionar… Creio que o Uber emprega infinitamente mais que empresas de ônibus assim como aumenta infinitamente mais a qualidade e eficiência do transporte, mais rápido, seguro, te pega e deixa na porta do local desejado, coisa que ônibus jamais o fará, em casos específicos, deveria sim existir linhas direcionadas para onde ainda resta demanda, não podemos culpar o Uber por ele fazer um trabalho melhor e mais eficiente que o transporte público e condena lo pelo fracasso do estado, novos tempos novas ofertas a preços competitivos, evitaremos sim, os desvios de dinheiro público que já é bem conhecido por nós, entre empresas de transporte do serviço público.

    1. Jhonatan Diniz disse:

      Exatamente!
      Que abram o mercado para o transporte coletivo de ônibus também. Se a Uber (ou outras empresas do ramo), entrarem na área, sem dúvida seria mais eficiente. Que haja concorrência, que haja livre mercado, menos burocracia. O mercado se auto regula.

  12. Weverson Joanito de Paula disse:

    S5e o Uber está suprindo a demanda das pessoas, deviam rever a necessidade de manter o formato atual de empresas grandes de transporte público, deixar somente as linhas que realmente tem demanda e diminuir as linhas ou horários que deixaram de funcionar… Creio que o Uber emprega infinitamente mais que empresas de ônibus assim como aumenta infinitamente mais a qualidade e eficiência do transporte, mais rápido, seguro, te pega e deixa na porta do local desejado, coisa que ônibus jamais o fará, em casos específicos, deveria sim existir linhas direcionadas para onde ainda resta demanda, não podemos culpar o Uber por ele fazer um trabalho melhor e mais eficiente que o transporte público é cond condena lo pelo fracasso do estado, novos tempos novas ofertas a preços competitivos, evitaremos sim, os desvios de dinheiro público que já é bem conhecido por nós, entre empresas de ônibus do serviço público.

  13. Rodrigo brustolin disse:

    Bom para o taxista foi dito assim , ( se reinventem) , a concorencia esta ai ,digo mesmo para As empresas de ônibus.

  14. Meneses disse:

    Uber e um transporte privado particular e não público, os usuários tem seguro no transporte do Uber, conforto, agilidade, o sistema de transporte público vive de impostos, impostos, impostos. Por isso que o sistema de onibus nunca funcionara bem.

  15. Callahan disse:

    Eu quero mais é que o circo pegue fogo…

  16. Eliezer Ferreira Lima disse:

    O sindicato das empresas de ônibus fazendo o que o nenhum sindicato de taxi fez !!! Parabéns para eles , que os representantes dos sindicatos de taxi , aprendam e se posicionem.
    Ferreira Juiz de Fora . M G

  17. Elias disse:

    Que os ônibus não seguem as regras de mercado, é evidente. É só perceber a qualidade do serviço prestado. A ironia da coisa é pensar que os diretores e proprietários dos ônibus andam somente de carro, e não usam o serviço que oferecem à população.

    Será que não é uma boa hora para rever e evoluir o serviço de transporte público?

    Penso assim porque paro pra pensar: o que mudou no transporte publico desde que foi criado? Posso estar errado, mas apenas dois itens mudaram: ar condicionado e cobrança por cartao (sistema independente).

    Percebendo isso, fica evidente: o transporte público não tem interesse no usuário, apenas no sistema. Por isso ninguém quer andar de ônibus, anda porque é obrigado.

    Me corrijam, se eu estiver errado.
    Abraço

    1. Marcos disse:

      Sr Adamo ,pq ao invés do senhor se preocupar com a Uber ,vcs não vão nas empresas que mandam funcionários embora só por justa causa e mandam os mesmo item procurar seus direitos na justiça,um grande exemplo disso é a empresa express transportes urbanos ,que fica na zona leste ,todos os funcionários que são demitidos e por justa causa ,deixando assim muitos pais de família sem nenhuma renda até conseguir outra ocupação ,então faz um favor pra todos e faça uma reportagem sobre isso

    2. vagligeirinho disse:

      Isso quando os filhos dos donos das empresas não ficam correndo com suas lambo por aí causando acidentes…

  18. Espedito Vieira disse:

    Quando tava só prejudicando o taxis, o uber tava bom, agora q chegou nas empresas de onibus eles estão dizendo q é ilegal, as empresas de onibus vao ter que se adaptar.

  19. Maria Delfina dos Santos disse:

    Quero o meu direito de idoso. Serviço compartilhado grátis pago pela Uber já que não pagam impostos tem que ajudar na sociedade de alguma forma. Só levam nosso dinheiro para fora, e os trouxas fazem trabalho escravo em pleno século 21. É somos tupiniquins . Eles devem estar felizes conosco país de idiotas.

    1. Indignado disse:

      Nossa, eu tenho dó da senhora que não sabe como o sistema funciona, muito menos como funcionam as leis, ai vem aqui falar abobrinha, sem fazer o minimo de esforço de procurar saber o porque do direito do idoso.
      Quem o estado tem o dever de amparar o Idoso, por isso ele cede a “gratuidade” nos transportes, mas o que acontece, é que ele paga esse serviço tirando do imposto que você paga cara senhora.
      Logo, empresa privada, não tem obrigação nenhuma em dar gratuidade a ninguém!
      Se caso fosse, Taxis deveriam ter gratuidade, alias, aproveitando, porque a senhora não solicita sua passagem AÉREA ou até mesmo Marítima, gratuita?

    2. Ludolfo Kürsh disse:

      Ridícula. Pare de se sustentar nos ombros dos outros, sua previdência custa muito no meu bolso!

  20. Sérgio disse:

    Transporte público é um lixo, micro onibus super lotados, no dia que o transporte público for bom aí vocês reclamem. Hoje tem mais que haver um transporte descente. A gente paga pra ficar esmagado dentro de ônibus. Vergonha o transporte público de sp principalmente os ônibus .

  21. Vilton disse:

    Os empresários de ônibus só podem ser burros , pq não se atualizam , acordada estamos em 2019 e ainda o sistema deles antigos , motorista ou cobrador ainda com papel anotando a chegada e horários de partida. De uma olhada na Estado da Paraíba , pra ser mais exato em João pessoa , o sistema lá super avançado , isso significa q a empresa não perde nada em faturamento , pq lá todos os benefíciarios como estudantes, idosos, deficientes entre outros, são fiscalizados rigorosamente.
    A biometria foi o método adotado para não haver fraude. O benefíciarios ao entrar no ônibus se indetifica no validador do ônibus e em seguida confirma o usuário com a sua biometria, ao confirma a catraca libera, caso não for não libera … Isso caiu em 98 % das fraudes , com isso a empresa aumentarão seu percentual de crescimento econômico, repassando isso pelo conforto dos ônibus e mais frotas nas ruas.
    Quer mais uma dica , coloque a catraca na porta após os degraus, assim também cairia os espertaões q querem andar de graça, e mais, retire o dinheiro de circulação nos ônibus , e aumente os lugares para recarga , e mais, implante um sistema q o pagamento com smartphones utilizando o código IR COLD… simples será q tenho q denhar para entender o ano q estamos ?

  22. Caue disse:

    Cara quem não vê que o Uber está acabando com todo o sistema de transporte urbano é cego ou está levando vantagens nisso como passageiros. Fala sério está aumentando o número de carros na cidade, poluição , transitro precarisando salário e vem dizer que é bom. Bom pro pobre que largou o ônibus pro resto é piroca no cu.

  23. Alexandre disse:

    É empresários do transporte!!!
    Se preparem para enfrentar um inimigo sem vergonha (uber, 99, etc) trajado de modernidade com mt $$$ e q compra tudo e todos pra continuar em operação na clandestinidade usurpando os direitos legais e depredando todo o sistema de transporte em todos os sentidos…
    Posso até adiantar… vão começar negando, dizendo q não fazem o mesmo serviço… são carona!!!
    Senta q lá vem a estória!!!

  24. Mauro disse:

    São filhos pobres trabalhado para pai Rico ,não aqui nosso país no mundo,e uma ganacia dos envestidores,bolsa de valores,quem paga a conta somos

  25. Adilson de Souza Alencar disse:

    Engraçado que ninguém do governo si manifestam si fazer uma CPI dos apps vai aparecer muita gente levando dinheiro para deixar essa empresa fazer oq está fazendo muita coisa errada acontecendo e ninguém faz nada !! Engraçado ne

  26. talis disse:

    Como diz o colega ali: Será que não é uma boa hora para rever e evoluir o serviço de transporte público?

    Há poucos anos atrás nós escutávamos a frase “A Uber vai tirar emprego dos taxistas, isso é injusto, tem que ser banida, pagamos impostos” e aquele blablabla que já conhecemos. Tal fato levou a regulação desse tipo de serviço de transporte em vários cantos do mundo (e do Brasil, inclusive). O serviço de taxi que é caro e por vezes de má qualidade, logo para continuar operando teve que se “adaptar”, teve que passar a oferecer um serviço melhor ou equivalente sobre pena de ser limpo do mapa. Isso gerou revolta, pois acomodados que eram alguns taxistas agora teriam que realmente “fazer diferente” para continuar operando. Ambos os meios de transporte (privado e taxi) tem seus prós e contras, defeitos e qualidades, mas não podemos deixar de observar que é inegável que o serviço de taxi mudou, ou melhor que a concorrência obrigou o serviço de taxi tradicional a mudar.

    Óbvio que quando se mete a mão no bolso do empresário ele vai ficar doido da cabeça né? No Uber Juntos, um carro vai “tirar” 4 pessoas de dentro do ônibus. Esse pode ser um preceito para as empresas aumentarem suas tarifas (ou você acha que a empresa prefere diminuir a margem de lucro dela para angariar passageiros? Acorda Alice!), alegando a diminuição dos passageiros do transporte coletivo e seus custos de operação (como se o motorista tmb não tivesse custo né?)
    Mas ai eu te faço uma pergunta: por que diabos as empresas de transporte não melhoram seu serviço PORCO para não acontecer como diz o presidente da NTU, que o serviço seja “concorrência predatória” ?
    Óbvio que será concorrência predatória, pois ninguém gosta de viajar apertado, com ônibus lotado (ar condicionado é luxo ok?), com atrasos nas partidas e chegadas, com motoristas despreparados, com roubos dentro dos carros, com goteira, ônibus caindo aos pedaços e outros problemas mais que os usuários sabem muito bem dizer. Agora o sindicato da categoria empresarial acusa o serviço de ser ilegal.

    Ao meu ver as empresas de transporte coletivo não vão nunca querer melhorar para atender bem seu público e ainda vão aumentar a tarifa por conta disso. (Aqui em 2016-17 foi prometido ar condicionado e wifi, e são contados nos dedos os que atendem a promessa).
    Como sempre a corda arrebenta do lado mais fraco, a classe que não tem acesso a esse tipo de serviço sai prejudicada enquanto as empresas de transporte engordam aos milhões. Saber de melhorar não porque isso gasta, saber de engordar com certeza.
    Espero que eu esteja errado e que essas novas tecnologias façam as empresas acordarem e deixarem de oferecer “tranqueira” a população para poderem então concorrer com serviços melhores.

  27. Julio disse:

    li todosbos comentarios muito atentamente…rssascempresas de app sao todas piratas exploradores do bem publico vao deixar os ossos pro povo pagar ..nao pagam nafa nao yrm seguro nao tem carrod nao tem empregados nao tem direito a saude…vai ser uma precariedade so.SE LIVREM DESSA GENTE PELO AMOR A DEUS!!

  28. Gilvan disse:

    Se o ônibus fosse mais barato e de melhor qualidade não trocaria ônibus por Uber nunca, no entanto a gente paga muito caro por um serviço que “quebra o galho” e olha que ainda estamos com 2 milhões de desempregados no estado. Imagina quando o “novo governo” entrar e colocar todo mundo pra trabalhar, onde vai caber tanta gente nesse atual sistema de transporte que anda aos trancos e barrancos. O Uber não será a solução, e está longe de ser se já tem transito fora do horário de pico, em pico fica intransitável.

  29. Luiz disse:

    Eles alegam concorrência, mas esquecem que eles não cumprem com horários, alguns motorista e cobradores Sao maus educados, muitos cobradores dormem nos horários que estão transitando,ônibus caindo aos pedaços, não fazem manutenções nos veículos e ainda estão preocupados com concorrência,eles deveriam ter vergonha na cara antes de exigir algo e a sptrans tbm não tomam providência em fiscalizar os ônibus que muitos estão ultrapassados e ainda circulam pela cidade.

  30. Carlos disse:

    Eu quero ver 14.000 000 de desempregados atrás do volante….

    Carregando ou tentando se locomover com toda esta sociedade hipocrita que um dia verá que o serviço de transporte público é tão importante como o nosso arroz com feijão.

    Por isso o CTB dita as regras para estes serviços .
    Dali 14.000 000 de escravos digitais.

  31. Claudio disse:

    Serviços do Blablacar , uber , 99, cabifity, waze e outros aplicativos vem pra ganha mais espaço, que quem viaja sozinho ou de grupo tem mais vantagens pra economizar do que ir no onibus por ser mais caro pra outras cidades e mesma cidade.

    Vai dica pra as viações de onibus se quer melhorar o transporte publico ;

    Varias linhas de onibus com medias e grandes demanda deveria sobre por a outras pequenas linhas curtas sem baldeações e consequentemente aumento de mais onibus, mais passageiros e menos demora de espera no ponto em maximo 4 minutos pra todos tipos de linhas , se possivel em optar e dividi em 2 ou 3 rotas pra diferentes avenidas pra ao mesmo destino de uma linha cada pra agiliza nos varios desvios desejados pelo passageiros embarca de desembarca do mesmo intenerario .

    Acho que em breve no futuro perto pra não aumentarem tanto os preços, e talvez reduzir passagem e dando desconto quem levar em grupos, duplas no bilhete e quase todas empresas de onibus vão ter corta os custos do combustivel caro poluente o diesel, pra ser tudo com varias versões dos onibus eletricos a bateria, trolebus, energia solar, o outro tipo de onibus a gas e liquidos não poluentes como alcool, nitrogenio, e mais pagamento por meio de smart fone, cartão de debito, credito e recarregar o bilhete no onibus sem precisa de loterica dentro do onibus pra fazer vale fazer a função do cobrador com essa nova tecnologia, se não que dispensam os cobradores dentro dos ônibus .

  32. Anderson Dias disse:

    Empresários passe a conta para a Prefeitura incompetente, peçam aumento do subsídio, coloquem na conta na SOCIEDADE Hipócrita que acha fantajoso explorar e se beneficiar de coisas erradas ao invés de cobrar o que é certo da forma correta. O baratinho vai ficar mais caro povo sem Cultura, EDUCAÇÃO e ética.

  33. Gordon Banks disse:

    Quase fiquei com dó dos mafios… Ops, empresarios das empresas de ônibus. Agora oferecer serviços minimamente dignos pra maior circulação de pessoas por transporte público da América do Sul (e ouso dizer, América Latina e até mesmo do hemisfério sul!), Ai os bonitões não querem né? Dica pra vocês, se o serviço de vocês não fosse ninguém ia querer andar de uber.

    1. Falou O o esperto. Não tem nada de ilegal algo que a prefeitura regularizou. E ok retrocesso da sua parte pensar que o baratinho e errado. Vai estudar um pouco antes de querer julgar as coisas. Noob

  34. Thiago Marques Ivaniski disse:

    Engraçado, agora atacou o feudo… Primeiro, acho uma ótima iniciativa da Uber, pois trás mais independência ao cliente de baixo nível social. Pouco me lixo para o sistema tributário, que nunca deu retorno decente a sociedade. O sistema de ônibus, precário, barulhento, sujo e demais adjetivos. Não tem compromisso com a sociedade. Pois segue uma tabela de horários que nunca cumpre.

  35. Só podia vir de sindicato mesmo , cade a preocupação com o usuário , transporte público péssimo e querem reivindicar o que?

  36. vagligeirinho disse:

    Que bagunça! Galera nos comentários tá perdida pois não há infelizmente uma didática sobre mobilidade urbana no BR. O Adamo, o Pelegi e a Jessica podem até tentar, mas é difícil ensinar mesmo quando a galera é teimosa.

    1) A questão do Uber era tão óbvia desde o começo que é uma pena que a galera não caiu a ficha e comprou a ideia, mas não sem razão, dado que nossa qualidade de transporte público é equivalente a nossa capacidade média de ser cidadão e votar com inteligência (demonstrado plenamente nesta última eleição, onde vimos churrasqueiros metendo sal no rabo para comer durante a votação).

    2) Já é comprovado que os serviços de compartilhamento (ou car sharing) estão aumentando a densidade de veículos nas ruas, ao invés de diminuir. Dado a relação capacidade / ocupação, mesmo um veículo de 5 lugares completo não tem a mesma eficiência de um ônibus.

    3) Sim, temos um problema seríssimo quanto a direção das empresas de transporte (e em respeito ao Diário do Transporte, me limito a critica), mas tal problema é na verdade parte da cultura brasileira que deveria mudar, mas ninguém o quer.

    4) A se pensar também que há o dilema entre buscar ofertar novos lugares de transporte público sendo que não tem nem certeza se a operação continuará amanhã – temos uma licitação em andamento e um grupo de empresas em situação indefinida.

    5) Falta na verdade uma cultura de mobilidade mais inteligente, que faça as pessoas pensarem nas possibilidades de caminhos que tem e usar de forma variada tais rotas. Não ficar preso na dependência de apenas um modal, uma única forma de ir e vir. De a pé ao uso do trem. E entender também a questão da relação entre moradia e urbanidade (morar perto do trabalho por exemplo). Estas discussões são mais difíceis pois não estão enraizadas na sociedade, apesar da mesma ser resiliente e saber se modificar.

    6) Falta também uma união maior para discutir a mobilidade urbana, mas infelizmente a galera hoje está mais preocupada com uma suposta ideologia esquerdista uma coisa estúpida plantada por estúpidos.

  37. Thiago alves santos disse:

    É difícil trazer o pão de cada dia nesse país já não bastavam os taxista agora empresa de ônibus gente pelo amor de deus vamos nos unir e fazer um país melhor ao invés de ficarmos causando picuinha o Brasil é tá o grande são Paulo e tá o grande é a maior economia do Brasil tem espaço pra todos tanto pra ônibus, pra taxista ,pro uber pra 99 entre outros vamos lutar pelo Brasil não por interesses próprios vamos levanta o Brasil obriga esses políticos gera emprego pra não precisarmos estarmos brigando por espaço por passageiro etc .vamos lutar pelo Brasil pelo nosso direito isso que devemos correr atrás se fizermos isso pode ter certeza o Brasil vai muda é muito.

  38. Essa reivindicação e ridícula, com um trânsito que temos em sao qualquer modalidade de transporte e bem vinda.

  39. Julio disse:

    e em 2019 cerca de 150 linhas na cidade de São Paulo serão tiradas de circulação… e não é culpa do uber e afins…

  40. Rick disse:

    Nada pelo povo, tudo pelo bolso,. Pelo fim dos sindicatos.

  41. ANTONIO BARBOSA disse:

    Ridículo que este cidadão quer.
    O transporte em São Paulo esta um caos ônibus sempre lotado se eu tenho a opção do app é muito bom pra mim não pra ele afinal quem paga sou eu que não quero pegar ônibus lotado. Ja que ele se preocupa com app por que ele não fas os ônibus circularem apenas com lotação de assentos. Pois a passagem está cara pra encarar ônibus lotado…

  42. Bando de ladrão. Sindicato que vão trabalhar isso sim. A mamata tá acabando
    . E outro um sistema de transporte igual um lixo. Trata os passageiros como animais. Que mudem esse lixo de.onibus e aumente a qualidade antes de vir reclamar

  43. Flávio Fernandes disse:

    É um absurdo que o o Uber está fazendo com as empresas de ônibus, estão ameaçando um sistema de transporte eficiente e de qualidade que as empresas de ônibus oferecem na cidade de São Paulo se fosse o sindico das empresas de ônibus entraria na justiça contra o metrô que tira milhares de passageiros dos ônibus e também contra as pessoas que vão trabalhar com o próprio carro, já que os ônibus de São Paulo têm capacidade de transportar todos os cidadãos com conforto e qualidade

  44. Ceia disse:

    Meu Deus…. Olha que papelão dessas empresas de transporte… Acho que seus funcionários não usam transporte público… Que super lotados, demorados e etc… Em vez de se preocupar em melhorar a qualidade de seus transporte para que os usuários estejam satisfeitos eles estão preocupados em derrubar a concorrência…

  45. LAURINDO ALVES DOS SANTOS NETO disse:

    A máfia do transporte público não quer concorrência, simples assim! Oferecem um serviço péssimo, sem qualidade, sem segurança, e quando aparece um concorrente oferecendo , fazem de tudo para boicotar! Primeira vez que usei Uber fiquei super satisfeito, muito bem atendido , paguei menos que táxi é bem mais rápido que outro transporte público.

  46. Jose disse:

    Transporte caro e ruim, é essa a definição de transporte coletivo. Além disso, não existe essa de “gratuito”. Na verdade todos pagamos, e os mais lesados acabam sendo justamente aqueles que mais necessitam. Se isso é “ameaça”, é justamente porque as pessoas anseiam por um transporte mais barato e eficiente e preço justo.

  47. Raphael disse:

    Um recado aos empresários de ônibus: antes de reclamar do uber compartilhado, ofereçam ônibus com conforto e assento disponível para todos. Depois que resolver a questão da lotação e dos assentos desconfortáveis dos ônibus com carroceria CAIO, daí poderá revindicar algo a respeito.

  48. fps3000 disse:

    Já fizeram tanto que acabaram com o fretado, agora querem acabar com o Uber Juntos para manter tudo compartilhado? Sacanagem…

  49. Endos disse:

    Viram só a resposta da Uber?
    Foi um belo

  50. Flavio disse:

    Fora transporte clandestino! Super apoio a regulamentação correta Uber e nada mais nada menos do que transporte clandestino e sem segurança nenhuma sendo que também abre portas para o crime carros clonados roubados e de locadoras fazendo um serviço clandestino sem vistorias e sem regras tirando total segurança dos passageiros muitas mortes e estupros está acontecendo com serviço clandestino ( Uber)

    1. Fábio disse:

      O serviço da Uber e outros aplicativos são regulamentados, o sindicato quer um serviço específico se torne ilegal, ou não leu a matéria?

  51. Kadu disse:

    A mais de 3 anos em uma audiência pública na Câmara de Vereadores de SP eu alertei que abrir as pernas para essa emprêsa do capiroto no futuro iria trazer a falência de todo o modal de transportes na cidade, cada dia que passa dou mais risada de quem não acreditou.

  52. André Dias disse:

    Kadu ainda bem que tem o uber, se os onibus fosse realmente um lugar que tivesse todos os assentos pro passageiro, ar condicionado, limpo, sem baratas aí sim compensaria pegar ônibus, e daqui pra frente vai ter mais apps de transporte se as empresas não se adaptar vai dançar

  53. Nilson Malagueta Vieira disse:

    Se Uber ė concorrência pra taxista, “livre concorrência” , também pode ser para transporte coletivo de passageiros, transporte de empresas de turismo, de transporte de cargas, navio, avião, etc. Aceita que doe menos, pimenta no û dos outros ė refresco. Deve ter muito políticos levando uma graninha pra fazer vista grossa, para tal situação, talvez quem sabe agora com essa categoria ameaçada, os órgãos “copetentes” se atentem a lei.

  54. Antônio da Rocha Rogatto disse:

    Olá amigos
    Sou taxista, fomos finalizados pela UBER como nas lutas de MMA ou UFC.
    EU tinha certeza absoluta que a próxima categoria seria a dos ônibus.
    Desculpa, mas esquece, arruma outra coisa prá fazer na vida. Os caras tem um sistema de estratégia de guerra que é para eliminar quem atravessar o caminho deles, é DISRUPTIVO. Esquece.
    A UBER rasgou nossa CONSTITUIÇÃO E LEGISLAÇÃO e posa de bacana . Digo mais, estranhamente o Ministério Público NÃO faz nada.
    Conseguiram mudar a lei da mobilidade urbana fazendo do carro particular, SERVIÇO.
    E vocês sabem que o Código de Trânsito Brasileiro exige placas VERMELHAS para veículos comerciais de serviço de transporte de carga ou passageiros remunerado.
    Certo?
    E CADÊ as placas VERMELHS do UBER?
    Esquece….
    Taxista falido de São Paulo

    Boa sorte, abraços a todos

Deixe uma resposta