Rodoviários de Salvador fazem paralisação parcial nesta manhã

Publicado em: 16 de maio de 2018

Foto: Ilustração Ramon Senna / Ônibus Brasil

Categoria está em campanha de negociação salarial. Paralisação afetou 900 ônibus. Situação deve se normalizar a partir das 8 horas

ALEXANDRE PELEGI

Uma paralisação parcial dos rodoviários de Salvador impediu que 900 ônibus do consórcio OT Trans (cor verde) deixassem a garagem nesta quarta-feira, dia 16 de maio de 2018.

O Consórcio OT Trans atende à chamada área miolo da cidade, constituída pelos bairros Pernambués, Tancredo Neves, Cabula, Mata Escura, Narandiba, São Gonçalo até, Mussurunga, Cajazeiras e São Cristóvão.

Os rodoviários realizam assembleia nas garagens da empresa, e a previsão é que após as 8h:00 os ônibus voltem a circular.

A categoria está em campanha de negociação salarial, em que reivindicam 6% de reajuste e aumento de 10% no tíquete-refeição.

Hoje às 9 horas, rodoviários e empresas têm uma mesa de negociação na sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE).

O sindicato optou por paralisações parciais, para não parar a cidade toda, segundo informou um dirigente. Atos semelhantes serão realizados nas garagens dos ônibus das cores azul e amarelo, sem data para acontecer.

Em entrevista à TV Bahia, Hélio Ferreira, o presidente do Sindicato dos Rodoviários do Estado da Bahia, afirmou que “não temos mais diálogo com o patronato” sobre a Campanha Salarial.

Já o secretário de Mobilidade de Salvador, Fábio Motta, demonstrou surpresa. Em entrevista a uma emissora de rádio ele disse que foi surpreendido pela paralisação.

Em toda a cidade 1,3 milhão de pessoas usam o transporte público diariamente. A frota de ônibus é de 2.500 coletivos.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Comentários

Deixe uma resposta