Governo do Estado de São Paulo abre licitação para ônibus da EMTU

Ônibus da EMTU serão reorganizados na Grande São Paulo

Prazo de concessão será de 15 anos e serão consideradas vencedoras as propostas com menor tarifa

ADAMO BAZANI

Prevista para ser realizada entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano, a licitação dos ônibus intermunicipais em São Paulo da EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos deve, finalmente, se tornar realidade. Pelo menos, o primeiro passo foi dado.

Nesta sexta-feira, 15 de setembro de 2017, o governador Geraldo Alckmin publicou a autorização de abertura do processo licitatório.

De acordo com a publicação oficial, o tempo de contrato com as empresas de ônibus será de 15 anos. Serão consideradas vencedoras as propostas que oferecerem o maior desconto em relação à tarifa de remuneração, que será estipulada nos editais. Ou seja, a menor tarifa.

A licitação, além de contemplar a operação dos ônibus, também levará em conta manutenção e operação de infraestrutura, como terminais, investimentos em expansão de linhas e também a bilhetagem eletrônica na região metropolitana, que hoje é de responsabilidade da Autopass, que gerencia o Cartão BOM.

O modelo de divisão de lotes operacionais continua.

O sistema é dividido em cinco áreas operacionais, das quais apenas quatro foram licitadas em 2006, cujos contratos venceram em 2016 e tinham sido prorrogados para este ano. Na área 5, correspondente ao ABC Paulista, os empresários, alegando pressão de custos operacionais da região, esvaziaram o certame. Na região, também há um processo de recuperação judicial das empresas de Baltazar José de Sousa que impediu as licitações anteriores. Assim, as empresas metropolitanas do ABC ainda operam em regime de permissão precária.

A frota de ônibus do sistema EMTU no ABC é uma das mais velhas do Estado, com idade média próxima de 9 anos. As reclamações sobre a falta de qualidade nos serviços no ABC são maiores do que de todas as outras áreas somadas

Ainda de acordo com o decreto 62.821 de 14 de setembro de 2017. assinado pelo governador Geraldo Alckmin, poderão participar da licitação, consórcios ou empresas coligadas em Sociedade de Propósitos Específicos – SPE.

Empresas internacionais também poderão participar da disputa para atenderem os serviços de ônibus intermunicipais.

Os editais também vão prever a possibilidade de arrecadação de receitas extra tarifárias, como com exploração dos terminais e publicidade. Para estas receitas, as empresas de ônibus poderão contratar prestadores de serviços.

Os editais em detalhe ainda serão publicados.


Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

12 comentários em Governo do Estado de São Paulo abre licitação para ônibus da EMTU

  1. Até que fim saiu essa licitação

  2. Tarifa de remuneração? O que é isso? O pagamento é por passageiro transportado? Se for, é erro crasso! Contrato dessa natureza se faz por prestação de serviço e remunera-se por custo operacional. O contratado não tem nada a haver com a tarifa. Tarifa nem deve aparecer no edital…Incrível isso acontecer no governo do estado mais rico e “adiantado”do país…

  3. Resultado da licitação na área 5: Grupo Baltazar continuará operando. O correto seria: modalidade de contrato empresa por empresa independente da área a ser operada, pintura livre para o fortalecimento da imagem da empresa na região a ser operada e não pintura EMTU para fazer propaganda barata do Governo do Estado e seu péssimo serviço de transporte. Melhor seria… deixar a licitação de lado e esperar a troca de governo com o futuro governador Doria-na que abandonará a prefeitura em 2018 !!!

  4. Novo edital mas como sempre continuarão as mesmas empresas com ônibus sucateados e que nunca passam no horário. Infelizmente não mudará nada.

  5. Boa tarde aos leitores do ZAP.eu uso esse transporte TDS os dias mais tenho muita vergonha desses ônibus velhos que nunca mantém os horários.e pra ajudar agora a EMTU deixou ou faz vista grossa em deixar tirar os cobradored dos ônibus a onde já se viu motorista dirigir e cobrar um ônibus longo .eu moro aqui em Suzano a empresa Júlio Simões dona da Casa Brasil entregou TDS as que era dela é entregou para empresa radial de Ferraz de Vasconcelos.com cs Brasil era bom e tinha cobrador em TDS os ônibus.agora está uma droga para não dizer outra palavra. Espero que os responsáveis pela EMTU abra os olhos e pense um na população por que isto é uma vergonha TDS os ônibus da radial estão sem cobrador uma passagem tão cara que está Hoje .já que vcs não pode abaixar a passagem pelo o amor de Deus voltem os cobradores .o percurso está mais demorada tem motorista que sabem dar troco e demora muito o tempo da viagem por vcs responsáveis ,ajudem a população nesta. Parte muito obrigado ….. É a radial não é tudo isto que aparenta ser é tudo uma mentira.procurem envestigar ela direito .os horários dela é tudo uma garça obrigado boa tarde

  6. Amigos, boa noite.

    Caaaalllma gente.

    Isto NÃO significa nada, só foi autorizada a abertura da licitação.

    Muiiiiiiiiiiiiiiiiito buzão ainda vai passar debaixo da ponte.

    Ou seja, a menor tarifa.

    Nem, precisa falar mais nada.

    O que esperar de quem oferecerá a MENOR TARIFA.

    NADA.

    PREVISIVELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

    Não existe Camarão a preço de Bagre e nem Filet Mignon a preço de Músculo.

    Sempre o mesmo erro.

    Att,

    Paulo Gil

  7. joel jose alves transportes me // 16 de setembro de 2017 às 00:19 // Responder

    Engraçado a área 2 porque o capital social e 3 vezes o valor do que as demais áreas, será que não tem direcionamento, para favorecer as empresas que já estão lá

  8. AUGUSTO DA SILVA BARBOSA // 16 de setembro de 2017 às 06:47 // Responder

    Agora eu me questiono, o que farão com os 700 operadores Rto/Orca? Que estão operando na EMSP e RMC? Vão acabar com o projeto Mário covas assim do nada, mesmo ainda o transporte coletivo estando ineficientes e nada de eficácia? E também sabemos que muitas das linhas metropolitanas que existem hoje São por causa destes pirueiros que hoje estão legalizados pela EMTU/SP !!!! Acho que deveria mante-Los para que pelo menos continuem a combater o transporte clandestino.

  9. Osvaldir Marques Faría // 16 de setembro de 2017 às 10:07 // Responder

    Como sempre pelo que li a região do ABC, principalmente Mauá e Ribeirão Pires são prejudicadas pela ganância dos empresários relacionados ao transporte público tanto municipal como intermunicipal (principalmente este último)!
    Onde temos veículos arcaicos obsoletos,com déficit de manutenção e em alguns casos condutores estressados pelo acúmulo de função onde tem que ser o condutor é o cobrador aí mesmo tempo!!!!!
    Muito triste de se ver isso!!!!!?

  10. Gostaria de saber se em Guarulhos que a frota da vila Galvão internorte 103 parque continental que é controlada pela EMTU vai ser trocada pois os ônibus são velhos igual ou pior doque os de SBC vão ser trocadas as empresas que prestam serviços pois de mal qualidade ônibus velhos sujos sem ar-condicionado lotados pagamos valor alto de 4,40 por isso acho que chegou a hora de por empresas sérias para nós servir com qualidade e como cidadãos

  11. João carlos júlio // 16 de setembro de 2017 às 22:46 // Responder

    Nossa até que enfim….nós aqui aqui de Cotia não aquentamos mais a Danúbio Azul,que por aqui faz o que quer do jeito dela e que se lasque os passageiros…chega deste monopólio…Foraaa Danúbio já deuuuu.

  12. RUBENS RODRIGUES DE LIMA // 19 de setembro de 2017 às 14:28 // Responder

    O MPF E A POLICIA FEDERAL DEVEM REALIZAR UMA FORÇA TAREFA EM SP SEMELHANTE A OPERAÇÃO “PONTO FINAL” NO RIO DE JANEIRO .

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Com aval de Alckmin, edital de licitação da EMTU deve ser publicado até o final deste mês – Diário do Transporte
  2. EMTU lança hoje edital para concessão das linhas intermunicipais metropolitanas da Grande SP – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: