FetransRio terá novidades nos segmentos de ônibus urbanos e rodoviários

Publicado em: 21 de novembro de 2016
15 metros rodoviário

Ônibus de 15 metros com carroceria Marcopolo e chassi Volvo. Novidade entre os rodoviários

Volvo vai apresentar modelo de 30 metros de comprimento. Mercedes Benz, nova versão de superarticulado e Iveco, resultados de chassi com câmbio automatizado

ADAMO BAZANI

As principais montadoras e encarroçadoras de ônibus devem apresentar na FetransRio,  feira que será realizada entre os dias 23 e 25 de novembro no Riocentro, novidades, mesmo em ano de crise no mercado. São veículos para o transporte urbano e rodoviário.

Destaque para a busca por maior capacidade dos ônibus e também pela ampliação do conforto.

Nesta linha de maior capacidade, a Volvo deve apresentar o biarticulado de 30 metros de comprimento.  Conforme havia adiantado o Diário do Transporte em 28 de outubro, o veículo pode atender até 300 passageiros de uma só vez – https://diariodotransporte.com.br/2016/10/28/volvo-lanca-maior-onibus-do-mundo-com-30-metros/

A Mercedes-Benz aposta no superarticulado que com uma nova posição de equipamentos, em especial do sistema de captação de ar, é capaz de transportar 220 passageiros. Na versão anterior, eram 210 pessoas. O Diário do Transporte também antecipou a novidade em 26 de setembro: https://diariodotransporte.com.br/2016/09/26/mercedes-benz-lanca-nova-versao-de-superarticulado-para-220-passageiros/

Ainda na relação conforto e alta capacidade, a Marcopolo vai apresentar o primeiro ônibus rodoviário com 15 metros de comprimento do Brasil. O Marcopolo Paradiso 1800 DD, de dois andares que será exposto, possui chassi da Volvo. Com o metro a mais em relação comprimento máximo permitido até então, que é de 14 metros, o veículo pode transportar até 60 passageiros. O Diário do Transporte também antecipou a novidade em 14 de outubro: https://diariodotransporte.com.br/2016/10/14/marcopolo-produz-onibus-de-dois-andares-rodoviario-de-15-metros-para-o-mercado-brasileiro/

Já a Iveco vai destacar o chassi de 17 toneladas e motor dianteiro com transmissão automatizada. O sistema não é novidade na marca e foi lançado em 2014. No entanto, a empresa quer reforçar a divulgação do modelo e ampliar o mercado. Além disso vai apresentar os testes de desempenho.

De acordo com a Iveco, o “modelo apresentou cerca de 20% de economia de combustível se comparado com veículos concorrentes.” Empresas da região de Campinas estão testando os ônibus automatizados há um ano.

Outras marcas também prometem novos produtos ou renovações dos já existentes.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa tarde.

    E quandoteremos a FETRANS-SP ????

    E Sampa…

    ZZZZZZZzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    Att,

    Paulo Gil

    1. Em São Paulo há a cada dois anos a TransPúblico

Deixe uma resposta