Volvo lança maior ônibus do mundo, com 30 metros

ônibus
Ônibus modelo BRT em Goiânia | Imagem ilustrativa

Os produtos serão lançados FetransRio, mas o Diário do Transporte adianta as novidades.

RENATO LOBO

A Volvo deve lançar em Novembro, seus novos modelos de ônibus articulados e biarticulados, sendo que este último será o maior coletivo do mundo, com 30 metros de comprimento, e capacidade para 300 passageiros.

Já o articulado terá 22 metros e capacidade para 210 passageiros, e 3 eixos, competindo com o concorrente “superarticulado”. A novidade é que este modelo oferece a opção de cinco portas aos operadores, possibilitando agilidade no embarque e desembarque, e evitando concentração de usuários em determinadas regiões do salão de passageiros.

“Este veículo vai oferecer mais eficiência aos sistemas organizados de transporte, garantindo mais qualidade aos passageiros e melhor custo benefício aos operadores”, afirma Fabiano Todeschini, presidente da Volvo Bus Latin America.

Ao todo são quatro modelos: o Artic 150, com 18,6m de comprimento e capacidade para 150 passageiros; o Artic 180, com 21m e capacidade para 180 passageiros; o Super Artic 210, com 22m e capacidade para 210 passageiros; e o Gran Artic 300, com 30m e capacidade para 300 passageiros.

Artic 300

O novo biarticulado foi pensado para operação em corredores segregados, especialmente os Bus Rapid Transit. De acordo com o coordenador da engenharia de vendas da Volvo, Idam Stival, o modelo pode reduzir custos da operação.

“A maior capacidade de transporte dos novos articulados e biarticulados garantem o menor custo por passageiro transportado. O Gran Artic 300, por exemplo, transporta até 30 passageiros a mais que o nosso biarticulado de 28 metros. Ou seja, há um ganho de eficiência e ainda uma redução de frota e, consequentemente, dos custos operacionais”, explica Idam.

Renato Lobo, técnico em Transportes Sobre Pneus e Trânsito Urbano

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Poxa que bacana, e a Caio nada de liberar em SP, piada.

  2. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    30 passageiros a mais que o “linguição”, promove eficiência custos que são representativos ?????????

    Tenho minhas dúvidas…

    VOLVO, vou dar uma ideia para vocês ganharem muiiiito dinheiro.

    Coloquem no “salsichão” o “equipo” que colocaram no buzão de União da Vitória no
    Paraná e vendam para a CPTM e outras ferrovias.

    https://www.youtube.com/watch?v=mzsbxu2tU1I

    CPTM, acabaram os seus problemas com contratos de manutenção e que o trem é algo caro; Salsichão nas linhas a cada 1 minuto e PAU NA MÁQUINA.

    Em breve o “Salsichão” nos trilhos e nos BRT´s do Brasil.

    Mais uma solução a lá Paulo Gil.

    Eu trago as soluções, mas …

    E não esqueçam dos ralões (a lá Paulo Gil) nos BRT´s

    Desenrola Brasilllllllllllllllllllllllllllllllll

    Att,

    Paulo Gil

    1. Mauri disse:

      Essa idéia é interessante, mas é antigo o vídeo né amigo

    2. jair disse:

      Esse sistema foi desenvolvido pela ENGESA do Vale do Paraiba-SP, que não existe mais, e implantado na divisa do Paraná com Santa Catarina ligando duas cidades limitrofes separadas por um rio.
      Visitei e gostei.
      Mas pouco foi adiante da etapa de teste. Uma pena.
      Acredito que se implantado em regiões com maior número de usuários seu resultado seria melhor.
      Por exemplo: ter como base uma linha tronco e derivar para um ramal abandonado, como é o caso dos trilhos que ligam a região da Lapa em direção a Pirituba (era para carga) passando por cima da marginal, cujo leito foi ocupado por barracos, podendo o veículo sair dos trilhos e continuar sua rota sobre pneus (como foi testado em Porto União/União da Vitoria) entre outras rotas abandonadas pelos trens de carga dentro da região metropolitana de São Paulo.
      Agora produzir trem com motorização e componentes da industria automobilistica. como voce sugere, seria muito barato. Acho que VALERIA A PENA TESTAR
      Abraços

    3. Paulo Gil disse:

      Mauri e Jair, boa noite.

      Mauri, segue um filme moderno do Japão Nagoia.

      https://www.youtube.com/watch?v=LbWSPGaSDfk

      Jair, você conhece tudo heim.

      Pena que as mentes são tão Jurássicas que nem utilizar o que já existe essas mentes utilizam.

      Eles estão lixando a roda quadrada para ver se ela fica redonda.

      KKKkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Abçs,

      Paulo Gil

      1. vagligeirinho disse:

        Putz, nada a haver. Paulo gil sempre exagerado…

        Isso é um sistema que na verdade era o mesmo que o “Fura Fila” era para ser: um sistema auto-guiado para ônibus. Não é “ônibus sobre trilhos”, mas sim uma “via exclusiva com guias”.

        Isso aí tem na Europa e em outros lugares também. Menos, Paulo Gil… menos…

  3. Daniel Duarte disse:

    Espero que as encarroçadoras também inovem e façam modelos mais futuristas.

  4. Carlos A. Santana disse:

    …Nada acontece por acaso nem tão pouco pode ser considerada uma fatalidade. Os órgãos gerenciadores ( SPTRANS – URBS – BHTRANS e outros ) fazem as inspeções sob a ótica fiscalização e na condição estática ( a maior parte das inspeções ) . As empresas sabem dos procedimentos e da frequência com que as inspeções ocorrem desta forma o relacionamento entre operadoras e gerenciadoras é bastante cordial. Contudo mais importante do que fazer e inspecionar é a consciência de que transportamos pessoas e que algumas delas podem ser nossos parentes… Assim precisamos implantar em todas as empresas uma Gestão eficaz e que traga bons resultados para o sistema. Estes somente serão bons se todas as partes ganharem , as empresas com lucratividade , os órgãos gerenciadores atendendo em determinação legal ( mais politica do que técnica ) , e os usuários com segurança , frequência e qualidade… isto posto somente sob a ótica MANUTENÇÃO , outras ações e que necessariamente não é de responsabilidade das empresas operadoras ( assaltos , roubos , vandalismos… ) comprometem o resultado final. É sabido que com as licitações a reserva técnica para algumas categorias não existe ( logo como operar ? ) Sempre desejamos copiar e/ou implantar sistemas que funcionam em outros países e isto é bom , mas precisamos nos preparar para isto. Há muito tempo se fala em meio ambiente e acessibilidade , as montadoras e encarroçadoras estão investindo alto para atender a legislação . Eu pergunto : Nossos legisladores tem andado nas ruas ? Como efetuar embarque ou desembarque assistido dos cadeirantes se não não há espaço para que uma cadeira circule pela calçada ? Como retirar os postes de iluminação para nossos cadeirantes circulem ? As plataformas dos elevadores e/ou rampas de acesso precisam de área plana para que funcionem em segurança ? Em muitas empresas existem procedimentos de inspeção e treinamento operacional para que os operadoras estejam informados da correta operação e se o mecanismo automático não funcionar como operá lo manualmente … Meio Ambiente , basta entrar nas garagens ( NÃO SE CONTENTEM COM A RECEPÇÃO PROCUREM OS FUNDOS DAS EMPRESAS ) em relação à EMISSÃO DE GASES que é uma luta incansável está ATRELADO ao conceito da GESTÃO EFICAZ abordado logo no inicio. Paro por aqui , mas o tema é bastante extenso e de extrema relevância.

  5. vagligeirinho disse:

    Renato, se me permite uma pergunta, mas qual seria o parâmetro correto para dar o aval de “maior ônibus”? É o comprimento? Capacidade de transporte? Ou algum outro?

    Porque existe um projeto alemão que tem aproximadamente 30,70 m de comprimento (dão a medida de 101 pés).

    1. Mas este modelo alemão é um projeto ou um lançamento?

      1. vagligeirinho disse:

        Salvo engano, é um lançamento de projeto. Vou pegar ele aqui, perae.

        Achei, é o “AutoTram Extra Grand”, da Fraunhofer. Bem, não vi notícias dele circulando oficialmente em rede por aí. Então acho que se qualifica com “projeto” apenas, certo?

    1. Mas é lançamento este? Não, é protótipo também. A reportagem é do Diário do Transporte

  6. EU SEMPRE DEFENDI E SEMPRE DEFENDEREI A VINDA E A CIRCULAÇÃO DOS ÔNIBUS BIARTICULADOS,TRIARTICULADOS E QUADRI-ARTICULADOS PARA A CIDADE DE SÃO PAULO.EU ADORO E GOSTO DE SER TRANSPORTADOS NESTES SUPERVEÍCULOS VEÍCULOS E COM MUITO ORGULHO

Deixe uma resposta