CONFIRA O EDITAL DE LICITAÇÃO DOS TRANSPORTES DE SÃO PAULO

Publicado em: 9 de julho de 2015

PRIMEIRA VERSÃO DA MATÉRIA PUBLICADA às 5h53 de 09/07/2015

ônibus São Paulo

Ônibus em São Paulo. Prefeitura lança edital de licitação dos transportes. Frota base é de menos de 13 mil ônibus. Sistema foi dividido em três grupos de linhas. Foto: Adamo Bazani

Prefeitura de São Paulo divulga edital de licitação dos serviços de ônibus

Frota base estipulada é inferior a 13 mil ônibus. Hoje são quase 15 mil operando na cidade

ADAMO BAZANI

Agora é oficial. A cidade de São Paulo deve ter menos ônibus após a licitação dos transportes municipais, mas a prefeitura promete aumentar o número de vagas e viagens com a colocação de veículos maiores, como superarticulados, e a reformulação de linhas. A previsão é de que cerca de dois mil veículos possam deixar a operação no decorrer dos contratos com os vencedores da licitação.

O Blog Ponto de Ônibus traz nesta edição na íntegra as minutas do edital, em primeira mão com matéria publicada ainda na madrugada desta quinta-feira (verificar links no final da matéria)

Trata-se da licitação do maior sistema de transportes da América Latina que, por dia, contanto as integrações com o metrô e os trens da CPTM, registra 9 milhões de passagens.

Nesta quinta-feira, 09 de julho de 2015, depois de muita espera por parte da população e do mercado, a prefeitura de São Paulo publicou as minutas do edital de licitação do sistema de ônibus municipais, além dos anexos com os detalhamentos. A licitação deveria ser realizada em 2013, mas, após os protestos por redução nas tarifas, a prefeitura adiou o certame e contratou uma empresa para verificação de contas do sistema de transportes, o que ajudou a formular o novo edital.

Com a ampliação do número de ônibus articulados e superarticulados,  o secretário municipal de transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, estimou na semana passada que a quantidade de lugares no sistema passe dos atuais 1,2 milhão para 1,35 milhão. Tatto também prometeu um aumento no número de viagens por causa dos enxugamentos das extensões das linhas. Das atuais 245 milhões de partidas por mês, o número deve passar para 280 milhões mensais. O total de superarticulados deve ser de 2.700 veículos até 2017. Superarticulado é o ônibus da Mercedes-Benz,  O 500 UDA, de 23 metros de comprimento, com quatro eixos, podendo transportar em torno de 210 passageiros. Os veículos têm piso baixo, ar-condicionado e vão oferecer acesso à internet. Já os articulados de configuração mais simples têm entre 18 e 21 metros de comprimento e capacidade para até 190 passageiros.

Conforme o Blog Ponto de Ônibus tinha adiantado, a licitação será única, mas divida em três partes, de acordo com os tipos de linhas. É um edital para o Grupo Estrutural, que compreende os ônibus maiores e as linhas que vão até o centro (radiais) ou as que unem regiões diferentes por grandes vias (perimetrais), outro para o Grupo Local de Articulação, com linhas unindo regiões diferentes ou indo até o centro por vias menores e um terceiro para o Grupo Local de Distribuição, com ônibus também menores servindo os bairros e indo até estações metroferroviárias ou de ônibus também nos bairros.

O valor do contrato por 20 anos se aproxima de 140 bilhões de reais.

Confira alguns aspectos do edital de licitação publicado hoje dos transportes por ônibus em São Paulo

FROTA:

A idade da frota não poderá ser superior a 10 anos para ônibus comuns, sendo cinco anos a média da frota. Para trólebus e outros tipos de ônibus com tração elétrica, a idade máxima de cada veículo pode ser de 15 anos.

Hoje a cidade de São Paulo possui aproximadamente 15 mil ônibus (14.770). A licitação prevê uma frota referência de 12.898 veículos de transporte coletivo.

Esta frota base é dividida de acordo com os grupos. Cada grupo possui diferentes lotes de linhas, de acordo com a região:

Grupo Estrutural: 3.816 ônibus

e-frota

Grupo Local de Articulação: 4.075 ônibus

a_frota

Grupo Local de Distribuição: 5.007 ônibus

D_frota

O total de veículos reservas estipulado é de 7% da frota para todos os grupos.

As linhas rurais não podem comprometer mais que 20% da frota em operação.

REMUNERAÇÃO E TARIFA:

As empresas de ônibus hoje possuem uma TIR – Taxa Interna de Retorno que varia entre 15% e 18% ao ano. O edital prevê um retorno de 9,97% ao ano, índice, que segundo a prefeitura é mais compatível com os atuais contratos de licitação.  A taxa de retorno atual está prevista no contrato de licitação de 2003.

A licitação é pelo menor preço, ou seja, a SPE – Sociedade de Propósito Específico (que reúne as empresas) deve oferecer a proposta com menor tarifa. Não serão aceitas cooperativas.

A remuneração vai levar também indicadores de qualidade em consideração e deve ser dividia da seguinte maneira: 50% por passageiros transportados; 40% pelo cumprimento regular das viagens; e 10% por disponibilidade pontual da frota, item que inclui custo da prestação do serviço, as horas operadas, os quilômetros percorridos, por exemplo.

O valor de referência da tarifa muda de acordo com os lotes dentro dos grupos.

Grupo Estrutural

e-tarifa

Grupo Local de Articulação

a_tarifa

Grupo Local de Distribuição

D_tarifa

CAPITAL SOCIAL E VALOR DO CONTRATO:

O edital divide também por lotes dentro dos grupos o capital social exigido de cada participante. Os valores dos contratos também mudam de acordo com cada lote.

Grupo Estrutural

e-contrato

Grupo Local de Articulação

a_contrato

Grupo Local de Distribuição

D_contrato

GARAGENS:

O edital exige das concessionárias dos serviços de ônibus que tenham garagens preferencialmente na região onde atuam.

Sob a justificativa de atrair empresários de outros municípios e até mesmo de outros países, já que a licitação é internacional, a prefeitura tornou de utilidade pública cerca de 50 pátios que hoje são das atuais empresas de ônibus.

Um cláusula no edital prevê que, se a vencedora de parte da licitação não tiver garagem própria, a prefeitura pode alugar ou vender o espaço:

“Na hipótese de a concessionária não dispor de local para abrigo, abastecimento e manutenção da frota operacional, bem como para realização dos serviços administrativos de apoio, o Poder Concedente disponibilizará, onerosamente, local com a mesma finalidade, para garantir a operação dos serviços.”

OS GRUPOS E LOTES:

– Grupo Estrutural: Reúne as linhas estruturais radiais (das regiões até o centro) e linhas estruturais perimetrais (ligando regiões, centralidades regionais sem passar pelo centro histórico) com ônibus maiores, por corredores ou vias de grande movimento, e menor intervalo. É dividido em quatro lotes operacionais e mais um lote específico que é o do Trólebus: a) Lote Estrutural 1 (E1): Área Operacional Norte; b) Lote Estrutural 2 (E2): Área Operacional Leste; c) Lote Estrutural 3 (E3): Área Operacional Sul; d) Lote Estrutural 4 (E4): Área Operacional Oeste; e) Lote Estrutural 5 (E5): Lote Especial Trólebus;

– Grupo Local de Articulação Regional: Liga bairros às centralidades regionais ou bairros até o centro da cidade sem passar por grandes vias. Será operado por ônibus menores. São nove lotes de serviços: a) Lote Local de Articulação Regional 0 (AR0): Área Operacional Central b) Lote Local de Articulação Regional 1 (AR1): Área Operacional Noroeste; c) Lote Local de Articulação Regional 2 (AR2): Área Operacional Norte; d) Lote Local de Articulação Regional 3 (AR3): Área Operacional Nordeste; e) Lote Local de Articulação Regional 4 (AR4): Área Operacional Leste; f) Lote Local de Articulação Regional 5 (AR5): Área Operacional Sudeste; g) Lote Local de Articulação Regional 6 (AR6): Área Operacional Sul; h) Lote Local de Articulação Regional 7 (AR7): Área Operacional Sudoeste; i) Lote Local de Articulação Regional 8 (AR8): Área Operacional Oeste

– Grupo Local de Distribuição: Será atendido por ônibus menores também dentro dos bairros. Podem levar até estações de metrô, trens ou terminais de ônibus nos bairros. Inclui as linhas rurais. São treze lotes operacionais: a) Lote Local de Distribuição 1 (D1): Área Operacional Noroeste; b) Lote Local de Distribuição 2 (D2): Área Operacional Norte; c) Lote Local de Distribuição 3 (D3): Área Operacional Nordeste 1; d) Lote Local de Distribuição 4 (D4): Área Operacional Nordeste 2; e) Lote Local de Distribuição 5 (D5): Área Operacional Leste 1; f) Lote Local de Distribuição 6 (D6): Área Operacional Leste 2; g) Lote Local de Distribuição 7 (D7): Área Operacional Sudeste; h) Lote Local de Distribuição 8 (D8): Área Operacional Sul 1; i) Lote Local de Distribuição 9 (D9): Área Operacional Sul 2; j) Lote Local de Distribuição 10 (D10): Área Operacional Sul 3; k) Lote Local de Distribuição 11 (D11): Área Operacional Sudoeste 1; l) Lote Local de Distribuição 12 (D12): Área Operacional Sudoeste 2; m) Lote Local de Distribuição 13 (D13): Área Operacional Oeste.

CONFIRA AS MINUTAS DO EDITAL NOS SEGUINTES LINKS:

Estas minutas e os anexos com os detalhes de cada linha podem ser consultados no site da Prefeitura de São Paulo no ícone “Licitações”

Grupo Estrutural

LICIT-Minuta-Edital-Estrutural

Grupo Local de Articulação

LICIT-Minuta-Edital-Articulacao

Grupo Local de Distribuição

LICIT-Minuta_Edital-Distribuicao

Também são possíveis consultas pelo site da SPTrans

http://www.sptrans.com.br/noticias/noticia.aspx?6599

CONSULTA E SUGESTÕES:

O edital fica disponível para consulta até o dia 10 de agosto, até quando a Secretaria Municipal de Transportes recebe sugestões e até mesmo críticas.

Depois desta data, a estimativa é de que as entre setembro e outubro a prefeitura receba as propostas das concorrentes. As empresas vencedoras devem ser conhecidas entre outubro e novembro, de acordo com previsão inicial, o que pode ser alterado dependendo do andamento da licitação.

As sugestões, opiniões e críticas devem ser dirigidas à Comissão Especial de Licitação, exclusivamente por escrito e protocoladas no setor responsável na Secretaria de Transportes, de segunda a sexta-feira das 09 h às 12 h e das 14h às 17h. O endereço é: Rua Boa Vista nº 236 – 8º andar – Centro – SP

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Augusto Silva barbosa disse:

    Bom dia, desde terça feira, todas as lotações da emtu das aéreas 1,2,3 e 4 estão com validadores desligado pela emtu. E os passageiros que tem o cartão bom, estão ficando no ponto. Porém ocorre o risco de acabar com todos os 496 RTOs, e os ligados.

    Augusto

    Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

    1. J disse:

      Seria muita cretinice do Alckmin!! os caras estão comprando agora micros de duas portas! quem vai arcar com esses prejuízos? e outros mais?? e a população! eu moro na area 03 da EMTU/RMSP-SP…Zona Norte da cidade de S. Paulo…só vejo o povo sofrendo indo pra Guarulhos e Mairiporã…coitados!

      1. Thaisetoro@ig.com.br disse:

        Bem feito e não são coitados não!
        Se eles aceitam estas condições vai ficar cada vez pior pra eles.

        As pessoas se esquecem que tem o poder de mudar as coisas se aprendessem a se unir seria bem fácil exigir não só direitos mais também melhorias.

  2. paulo torres disse:

    As empresas ja tam demitindo eo caso da sambaiba ai como fica esses trabalhadores

  3. paulo torres disse:

    So acho esse secretario de transpote nao estam nem ai pra categoria

  4. Elis disse:

    Sr Hadad e Sr Tatto,
    Vocês acham que estão na Disney???!!!!

    Fora o evento de inauguração, quantas vezes vocês andaram de bicicleta e ônibus????!!!!!

    Ao invés de proteger o Sr Paulo Ruas, maior empresário do setor é dono da indústria de ônibus Caio, poderiam começar a pensar de fato na população!!!!!

    Quer dizer o objetivo de tudo isso e tirar dos pobres e dar aos ricos????!!!!!

    Tirar a operação das pessoas físicas, pequenos empresários, transforma los novamente em empregados dos grandes barões do Transporte???!!!!

    Tudo é pra dar mais riqueza e mais poder aos grandes Barões????!!!!

    Quais são as dívidas que vocês têm com eles?????!!!!!

    Campanhas????!!!!!

    Definitivamente vocês não governam para o povo e pelo povo!!!!!!

  5. Gilberto Nascimento Conceição disse:

    Analisando bem friamente. O edital traz progressos e precisamos há muito tempo de mudanças nos transportes mais o que vai rolar nesta licitação ainda não é suficiente. O fato de permanecerem Ruas e Belarmino, vamos entender que isso é normal. Eles estão num bom mercado e querem se manter nele. O problema é quando outros possíveis concorrentes têm medo de entrar.
    Parabéns Adamo mais uma vez pelo outro furo na cobertura da licitação.

    1. Iago disse:

      Não tenho nada contra o belarmino e o Ruas, mas a gestão que a empresa deles têm, sobretudo em logística e limpeza, é terrível. Deveriam colocar na licitação tmb algo que obrigue a limpeza interna dos veículos com padrão metrô e a externa com agua de chuva tratada. Com a crise hídrica os ônibus estão parecendo que passaram por um rally, mas a sujeira interna deles nunca para. E as empresas fazem o motorista (cuja função é dirigir) fazerem o trabalho de limpeza. Muitas vezes a limpeza é feita periodicamente após um mês, mas não demora um mês pra sujar.

      1. Thaisetoro@ig.com.br disse:

        Discordo de você não podemos generalizar tem linhas de ambos os empresários que são limpas sim e ambas as empresas utilizam água de reuso é que como não esta chovendo a lavagens estão diminuindo, mais que limpeza precisamos de mais ônibus. Não que não seja importante a limpeza os ônibus mais sujos estão na zona leste.

    2. Thaisetoro@ig.com.br disse:

      Progressos? Você lêu as 5 mil páginas do edital?

      Sou a favor do Belarmino e do Ruas sim são pessoas que ganham muito dinheiro mais que empregam muitas pessoas que sustentam suas famílias.

      Para entrar tem que ter estrutura não pode ser pequeno olha o tamanho da responsabilidade em transportar um número tão elevado de pessoas quem tem medo de entrar não tem nem que pensar em entrar já se mostra fraco pelo pensamento pequeno.

  6. Irlan disse:

    Essa foi a mesma conversa do Agnelo/PT aqui no DF, renovaram toda a frota reduzindo a quantidade de ônibus só que, ao contrário do que o PT está prometendo pra SP, aqui eles reduziram o tamanho dos ônibus tbm pois trocaram parte dos convencionais por micros, o que transformou nosso transporte num inferno

  7. Rodolfo disse:

    Pergunto :
    -de acordo com o valor e conforme a Lei de licitações houve audiências públicas?
    -teve planejamento das vias para não ocorrer o mesmo q aconteceu com as ciclovias?
    -foi aprovado pela camara dis deputados por causa do valor?
    -teve planejamento ?
    -terão ar-condicionado, wi-fi, cintos de seguranca, CADEIRINHA PRA CRIANÇAS e tv?
    – será uma concessão ou PPP?
    Falta muita transparência e publicidades do edital e nem ao menos perguntaram aos bairros da aceitabilidade…..
    O q vem desse governo Haddad, nunca é planejado e tão pouco transparente sendo q os corredores de ônibus foi uma fortuna para os cofres públicos, não houve transparência e ainda nem terminaram…..
    Quem irá responder essas questões ?
    No aguardo
    Rodolfo
    Um contribuinte igual a todos.

    1. josefeliperocha disse:

      acho que falta você procurar mais e ser menos sarcástico…

    2. Thaisetoro@ig.com.br disse:

      Ninguém o que importa pra eles é lucrar!

      A união faz a força, aposto que muito mais gente como você e eu que sabemos das premissas básicas que envolvem o processo de licitação estamos indignados, mais vamos fazer o quê se a população que usa o ônibus no dia a dia não esta nem ai pra este edital.

      Por isso que vai continuar uma merda, andando mundo esmagado, emperrado no trânsito olhando pra uma ciclovia pintada de vermelho que custou milhões.

      As pessoas não se unem por isso esta situação toda.

  8. Luis Carlos da Silva disse:

    Ótima cobertura parabéns .
    Sobre as novas linhas, itinerário, tem alguma novidade a esse respeito?

    1. Muito obrigado Luis. Nos anexos das minutas há detalhes das linhas, mas é preciso entrar no link que deixei da SPTrans, seria muito material para anexar no Blog. Ainda haverá definições em relação às linhas, já que este é o edital oficial, mas submetido a consultas e sugestões.
      Abraços

    2. Em cada tipo de serviço há um “Anexo III – Grupo de Linhas”. Neste arquivo, zipado, há os mapas das prováveis linhas que serão concedidas, separadas por áreas.

  9. Batista a. s. neto disse:

    Pergunto Srs adadd e Gilmar tatto vcs já pensarão nos pai de família que depende do transporte coletivo pra manter sua família e os micros que ele acabarão de financiar com um valor absurdo um micro onibus hj custa em média 220 mil lógico que vcs não querem nem saber me vcs ganham a nossas custa mais o que eles vão fazer com a dívida vão voltar a clandestinidade como eram antes

    1. Thaisetoro@ig.com.br disse:

      A união faz a força ele se aliou com empresários e políticos e se pensa que eles não pensam nos pais de família ahhhhh com certeza pensam sim….eles pensão são eles que vão financiar o nosso lucro e nos deixar cada vez mais ricos. Sabe por que? Por que não se unem pra protestar.
      Sei que todo mundo precisa trabalhar e não tem tempo pra ficar protestando até mesmo vai meia dúzia de gato pingado e logo é retirado pela PM.

      Te pergunto se todo mundo que não giosta destas porcarias caras de micro se unissem e exigissem a troca eles teriam que tirar.

      A união faz a força!
      Concordo com a sua opinião detesto os micros e assim como vc estou pagando por eles não adianta só reclamar temos que agir.

      Toda a máfia, todos os corruptos são unidos enquanto a população não se unir não vai adiantar nada. Porque a população só reclama e não cobra nada!

  10. Renato disse:

    Tomare q tire esses micros e coloque ônibus. É uma porcaria. N cabe ninguém e tem um monte de bandidos por trás.

  11. EDSON PATRAO disse:

    Não desejo receber mais e-mails.obrigado por tudo.

    1. Edson, só você mesmo pode retirar o seu cadastro, não podemos fazer isso. Basta o senhor ir no mesmo ícone onde cadastrou e deixar de seguir.

  12. Tiago disse:

    Querendo ou não, a SPTrans é superior a EMTU…

  13. ronaldo disse:

    Será que vai manter o layout dos ônibus ?

  14. ronaldo disse:

    Os ônibus terão a mesma cor ou vai mudar a pintura?

  15. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa tarde.

    A trafucao desse monte de denominacoes altamente sofisticadas e complicadas,
    e:

    Viacao Filet Mignon .

    Viacao Picsnha.

    Viacao Alcatra.

    Viacao Oqsobrou.

    Att,

    Paulo Gil

  16. Carlos disse:

    carlos alberto : agora acho que vão colocar o pessoal da sptrans para trabalhar fazer jus ao montante de quase 5.milhões de reais mês da folha de pagamento

  17. Ricardo disse:

    Minha resposta é ao Sr Renato que falou dos micros eu sou dono de um nunca roubei nem matei ninguém pelo contrário estou trabalhando a vinte anos no ramo .como estão tbém os donos da sambaíba,via sul ,brigida .todos trabalhou para chegar onde estão mas sempre tem pessoas cretinas e sem moral que entra em qualquer tipo de negócio ,mas ao contrário do que vc diz que tem muito ladroes nos micros nao sei pode até ter sim mas eu acho que os piores ladrões estão no poder na política que faz todo esse circo pensando em benefício próprio não no povo.e outra coisa antes de vc falar bobagens estuda pouco e não fica falando o que vc ouve nas rádios peao que deve ser o seu meio social . Estuda trabalha e corra atrás que um dia quem sabe vc consegue ser dono de uma sambaíba ou até mesmo um micro lixo como vc diz mas com çerteza gostaria de ter um. E outra trabalha muito porque se não o máximo que vai conseguir é um bilhete único . Abs amigo . E tira a inveja do seu. Coração

    1. Thaisetoro@ig.com.br disse:

      Parabéns Ricardo!

      Não podemos generalizar tem empresário de ônibus ladrão e dono de micro que faz parte de milícia. Isso tem sim

      Só que também os que sempre trabalharam muito para ter um ou mais micros e uma empresa de ônibus e são esses que ele esqueceu de mencionar que acabam empregando muitas pessoas.

  18. ailton ribeiro disse:

    na minha opinião , falta transparencia, nesta licitação

  19. Cleber disse:

    Pois é nunca vi esse secretário,ou vereador e nenhum prefeito andarem de ônibus para saberem realmente a
    Necessidade da população e da categoria, que cada vez
    Mais sofre com a falta de estrutura e a desumanidade, que se quer temos banheiros e águas nos pontos para
    Nossa necessidade básica.

  20. Thaisetoro@ig.com.br disse:

    Houveram tantos protestos contra a condição de transporte publico e hoje se você para as pessoas que usam ônibus e perguntam se elas sabem que a licitação esta para consulta publica a maioria não sabe.
    Não sou contra os micros (antigos perueiros) e nem contra os empresários de ônibus se está ruim com eles imagina se a prefeitura resolve assumir ou se intrometer como já esta fazendo querendo desativar garagens de ônibus.
    Resumindo os políticos envolvidos estão querendo monopolizar para roubar mais e mais sou sim a favor do transporte do público sob a diretriz de empresários (infelizmente alguns ladrões como todos os políticos) mais há gente honesta nesse meio e empregam muitas pessoas, agora eu te pergunto olha a prefeitura se intrometendo e já fazendo merda quem cuida do planejamento da cidade não conhece a realidade do funcionamento de uma garagem de ônibus, da operação diária da solta de frota e das manutenções preventivas e corretivas necessárias.

    A prefeitura tem que fiscalizar sim as empresas de ônibus mais não querer comandar se não fazer merda igual a esse monte de ciclovias sem interligação na cidade o qual custou de milhões só na aquisição de tinta vermelha enquanto nossos postos de saúde falta até remédio de pressão.

Deixe uma resposta para EDSON PATRAO Cancelar resposta