Após três anos, ônibus em São Paulo ainda não são monitorados conforme previsto em edital com as viações

SMGO (Sistema de Monitoramento e Gestão Operacional) foi promessa na licitação dos transportes e ainda não foi implantado após três anos. Tecnologia receberá os dados de todos os ônibus que operam no município

ALEXANDRE PELEGI/ADAMO BAZANI

Após quase três anos das assinaturas dos atuais contratos de concessão das linhas de ônibus de São Paulo, o sistema de monitoramento e gestão, destaque da licitação, ainda não foi implantado.

Nesta sexta-feira, 10 de junho de 2022, a SPTrans publicou no Diário Oficial prazo de mais 30 dias para que novas empresas interessadas possam dar entrada no pedido de Homologação de Certificação de Conformidade. A Certificação de Conformidade é expedida por Organismos de Certificação Designados pela SPTrans (OCD), e é exigência para a participação no processo licitatório.

A tecnologia permitirá uma fiscalização melhor de problemas como atrasos, não cumprimentos de partidas, quebras de ônibus, não realização de viagens entre tantas situações vividas pelos passageiros. Aliás, ao menos pelos contratos, estes problemas poderiam até mesmo reduzir a remuneração que a prefeitura paga às empresas de ônibus, pois as informações poderão ser cruzadas com os dados da bilhetagem.

E ainda não há uma estimativa concreta dessa implantação.

Cabe ressaltar que em dezembro de 2021, a SPTrans publicou comunicado em que informava os detalhes prévios para a contratação do SMGO. Na publicação, a sessão pública relativa à licitação estava prevista para junho de 2022, ou seja, este mês.

No dia 03 de fevereiro deste ano o prefeito Ricardo Nunes afirmou que a nova tecnologia para monitoramento de ônibus entraria em operação até o fim de 2023. Relembre: Nova tecnologia para monitoramento de ônibus em São Paulo entra em operação até o fim de 2023, diz Ricardo Nunes

Segundo Nunes, “as obras e a aquisição de softwares e equipamentos iniciam neste ano e a conclusão é para o ano que vem. Então, até o fim do ano que vem a gente vai ter todo o sistema de tecnologia de controle da SPTrans reformado, revitalizado e atualizado na cidade de São Paulo”, disse o prefeito.

O prefeito prometeu um novo COP (Centro de Operações) em uma área de 3.183 m² dentro do complexo Santa Rita. Esse espaço vai abrigar o SMGO.

A SPTrans fará a aquisição dos equipamentos do sistema por meio de licitação, cujo critério de julgamento será o de menor preço. Com a extensão do prazo para recebimento

O atual sistema de monitoramento dos ônibus paulistanos é considerado defasado pelo mercado de transportes frente às novas tecnologias, mesmo com a atualizações.

O COP que está atualmente no complexo Santa Rita, foi fundado em 1995 e possibilite que a SPTrans acompanhe todas as partidas e chegadas de ônibus, além de abastecer a população com informações sobre a operação das linhas, por meio do Olho Vivo.

Em nota, a SPTrans se manifestou a respeito da publicação:

A SPTrans informa que não houve prorrogação de prazo para implantação do SMGO, já que a estimativa para lançamento da licitação permanece a mesma indicada nos Comunicados 01/CDP/62/21 e 04/CDP62/21, publicados no DOC de 9 de dezembro de 2021 e 30 de abril de 2022, respectivamente.

A publicação feita no Diário Oficial de hoje fixou uma data final, até então indefinida, para ingresso de pedidos de Homologação de Certificação de Conformidade, a fim de que a data estimada para o lançamento da licitação não fosse prejudicada, mantendo-se, assim, o início da operação do SMGO até o fim de 2023.

HISTÓRICO

Em março de 2020, quando algumas empresas já tinham apresentado farta documentação em cumprimento ao edital para a Homologação de Certificação junto aos organismos certificados pela SPTrans, a gerenciadora comunicou que as certificações para o novo SMGO deveriam passar a ser emitidas somente após uma alteração dos parâmetros para pontuação, na época ainda em andamento. Esta informação foi confirmada pela gerenciadora em nota para o Diário do Transporte. Relembre: SPTrans fala em alterar processo de certificação do Sistema de Monitoramento de ônibus até o fim do mês

Em dezembro de 2021, a SPTrans publicou novo comunicado, desta vez informando detalhes prévios para a contratação do SMGO. Na publicação, a sessão pública relativa à licitação estava prevista para junho de 2022, ou seja, este mês. Relembre: SPTrans comunica detalhes prévios para a contratação do Sistema de Monitoramento e Gestão Operacional (SMGO)

Em fevereiro deste ano a SPTrans já havia feito uma primeira convocação para empresas interessadas em implantar o SMGO. Relembre: SPTrans convoca empresas para fornecimento e implantação do SMGO (Sistema de Monitoramento e Gestão Operacional do Transporte Coletivo da capital)

Alexandre Pelegi e Adamo Bazani, jornalistas especializados em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta