Volare ultrapassa Volkswagen e fica em segundo lugar em outubro; Vendas de ônibus no Brasil com queda de 0,44%

 Dados são da Fenabrave; Mercedes-Benz segue isolada na liderança

ADAMO BAZANI

As vendas de ônibus no Brasil acumularam entre janeiro e outubro de 2021, queda de 0,44% com 14.858 unidades ante as 14.924 emplacadas no mesmo período de 2020.

O dado faz parte do balanço da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) divulgado nesta quinta-feira, 04 de novembro de 2021.

A queda mais expressiva foi na comparação entre outubro de 2021 e outubro de 2020, um declínio de 34,91%, com 1.199 ônibus no referido mês de 2021 e 1.842 unidades em outubro de 2020.

Já na comparação entre setembro de 2021 (1.163 ônibus) e outubro de 2021 (1.199), a alta é de 3,1%.

Levando em conta todos os tipos de veículos, o Brasil comprou de janeiro a outubro de 2021, 2 milhões 863 mil 349 unidades ante 2 milhões 465 mil 260 no mesmo período de 2020, alta de 16,15%

MARCAS:

As primeiras colocações do ranking de marcas pouco se alteram, mesmo antes da pandemia, com Mercedes-Benz liderando o mercado com 48,96% de participação entre janeiro e outubro de 2021 na comparação com semelhante período de 2020 (7264 chassis) e Volkswagen/MAN, que vendeu no acumulado 3.295 unidades, representando uma fatia de 22,18%. A Marcopolo (referente aos micro-ônibus Volare, que são vendidos montados) ficou no acumulado em terceiro lugar, com 2.596 unidades e 17,47% de participação.

Mas no mês de outubro, a Marcopolo (Volare) passou a Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO) e atingiu o segundo lugar no mercado, com 256 veículos emplacados e 21,35% de participação.

A VWCO ficou em terceiro, com participação de 13,93% e 167 ônibus emplacados, ainda de acordo com a divulgação da Fenabrave.

Em outubro, a Mercedes-Benz também liderou: 660 ônibus e 55,05% de participação.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta