Metroviários de São Paulo decretam “greve sanitária” para o dia 20 de abril de 2021

Categoria quer vacinação e medidas de segurança contra a covid-19. Data coincide com paralisação anunciada por motoristas de ônibus

ADAMO BAZANI

Os metroviários de São Paulo aprovaram uma “greve sanitária” para o dia 20 de abril de 2021.

A categoria pede a definição de um cronograma de vacinação e medidas de prevenção contra a covid-19 sugeridas em um Plano de Emergência apresentado ao Governo do Estado de São Paulo.

O Sindicato dos Metroviários diz que as sugestões foram “ignoradas” pelo poder público.

A paralisação foi aprovada em assembleia virtual encerrada nesta quarta-feira, 06 de abril de 2021.

Segundo o sindicato, de 1023 votantes, 661 (64,3%) optaram pela greve.

Participaram da votação, trabalhadores das linhas públicas do Metrô de São Paulo (1,2,3 e monotrilho 15) e das linhas concedidas (4- Via Quatro e 5 – Via Mobilidade).

No dia 16 de abril, os funcionários vão trabalhar de preto, sem uniformes, em sinal de luto pelas vítimas da covid-19.

O Sindicato ainda pede lockdown, com o fechamento das atividades, para conter o vírus.

A data aprovada de paralisação coincide com a greve anunciada por motoristas de ônibus.

Como mostrou o Diário do Transporte, também pedindo vacinas, rodoviários de diversas cidades de São Paulo se reuniram na sede do Sindmotoristas, da capital paulista, e decidiram cruzar os braços, fazendo uma espécie de “lockdown” do transporte no dia 20 de abril, caso não haja um posicionamento do poder público sobre a vacinação dos profissionais.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/04/01/sindicatos-ameacam-lockdown-do-transporte-publico-em-todo-o-estado-de-sao-paulo-em-abril-por-vacina/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Fabio Almeida disse:

    Sindicato pede toque de recolher/estado de sítio (lockdown uma ova), mas os metroviários podem trabalhar e eu não. Perdi meu emprego, minha geladeira tá esvaziando, meu aluguel tá atrasado (e tô sendo ameaçado de despejo), mas EU não tenho o direito trabalhar e trazer meu sustento pra casa… por isso que não levo nenhum sindicato a sério!

  2. José disse:

    Por que não fizeram isso em Maio do ano passado? Em meio a PRIMEIRA ONDA? PARARIAM TUDO ! METRÔ, CPTM, EMTU, SPTrans e Transportes Municipais em geral de todas as Cidades do Brasil! Ou pelo menos na GRANDE SP! AGORA…JA ERA! BOLSONARO NAO TA NEM AI… só se preocupa em defender seus filhos “santinhos”… E os Governadores e Prefeitos COMUNISTAS OPORTUNISTAS roubam desbragadamente! E fecham Igrejas, prendem Padres… Perseguem Cristãos e trabalhadores … destroem a Economia junto com o PAULO “EBENEZER SCROOGE” GUEDES … E VACINA PRA TODOS QUE É OTIMO… NADA! Fora os Vídeos que circulam por ai… de gente que ao invés de receber a VACINA RECEBE VENTO OU ÁGUA COLORIDA no braço ! Sim … Estamos quase voltando ao PT E SUAS IMUNDÍCIES E ROUBALHEIRAS! O QUE NAO E NADA BOM! EU QUERO VER METRÔ E CPTM PRIVATIZADOS URGENTEMENTE! Aí… acabará a “presepada ” sindical !

Deixe uma resposta