VÍDEO: Ribeirão Pires vai enviar à gestão Doria pedido de autorização para vacinar motoristas de ônibus contra a covid-19

Ônibus da Rigras/Suzantur; 176 profissionais devem ser imunizados

Comitê de enfrentamento da doença na cidade vai se reunir para definir detalhes. Cidade também estuda junto ao departamento jurídico formas de imunizar os trabalhadores

ADAMO BAZANI

A cidade de Ribeirão Pires, no ABC Paulista, deve ser uma das primeiras na Grande São Paulo, a vacinar motoristas e demais funcionários do sistema de ônibus contra a covid-19.

O munício deve enviar à gestão do governador João Doria um parecer do Comitê de Enfrentamento à Covid pedindo autorização para iniciar a imunização dos profissionais de transportes.

O secretário municipal de Saúde de Ribeirão Pires, Audrei Rocha, participou de uma reunião do comitê da cidade que aprovou a vacinação.

A cidade também estuda junto ao departamento jurídico formas de imunizar os trabalhadores.

“A prefeitura já elaborou todo o esquema de vacinação e só aguarda o aval para iniciar a vacinação. Ao todo, 176 profissionais do Transporte Público estão na lista da vacinação de Ribeirão Pires.”

O sistema municipal de ônibus de Ribeirão Pires é operado pela Rigras, atualmente administrada pela Suzantur.

Em vídeo, Audrei Rocha, disse que o pedido foi feito pelo prefeito Clóvis Volpi, e que a cidade segue o PEI (Programa Estado de Imunização) definido pelo governo do Estado

As movimentações de trabalhadores em transportes para definição de cronogramas de vacinação estão cada vez mais intensa.

Em São Paulo, motoristas de ônibus da capital e região metropolitana e metroviários anunciaram uma “greve sanitária” por vacinas.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/04/01/sindicatos-ameacam-lockdown-do-transporte-publico-em-todo-o-estado-de-sao-paulo-em-abril-por-vacina/

e

https://diariodotransporte.com.br/2021/04/07/metroviarios-de-sao-paulo-decretam-greve-sanitaria-para-o-dia-20-de-abril-de-2021/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta