Goiânia amplia frota de ônibus em 174 veículos após proibição de passageiros em pé

Ônibus em Goiânia

Segundo viações, coletivos são da frota extra e da frota reserva, que passaram por revisão nos últimos dias

ADAMO BAZANI

As empresas de ônibus que operam o sistema da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC) em Goiânia e região informaram que nesta segunda-feira, 08 de março de 2021, colocaram em circulação mais 174 ônibus, além dos 826 veículos já disponibilizados na frota de soltura.

Como mostrou o Diário do Transporte, como medida para tentar reduzir o avanço da covid-19, a prefeitura de Goiânia, em Goiás, proibiu que os ônibus urbanos do transporte coletivo transportem passageiros em pé.

A determinação foi publicada no Diário Oficial deste domingo (07). Segundo o documento, os passageiros devem ser impedidos de entrar no coletivo quando o veículo atingir a capacidade de passageiros sentados.

“Deverão as concessionárias de transporte público coletivo urbano observar, rigorosamente, no âmbito do Município de Goiânia, o limite de capacidade de passageiros sentados, sendo proibido o embarque nos veículos acima deste limite.”

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/03/07/goiania-go-proibe-que-onibus-transportem-passageiros-em-pe/

Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo da Região Metropolitana de Goiânia (SET) informou que estes ônibus a mais são de frota reserva e que mais veículos serão colocados em circulação nos próximos dias.

As concessionárias da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC) são parceiras da sociedade e do poder público no combate à pandemia e estão cumprindo o que foi determinado pelo Decreto 1.757 editado neste domingo pela Prefeitura de Goiânia. Essa parceria se estende à fiscalização que está sob a responsabilidade da Guarda Municipal, Polícia Militar e Companhia Metropolitana do Transporte Coletivo (CMTC).

Além dos 826 veículos já disponibilizados na frota de soltura, conforme Boletim do Transporte divulgado diariamente, foram acrescidos ao sistema, de acordo com o que foi determinado pelo órgão gestor, mais 174 ônibus, que estão rodando normalmente. Estes veículos são da frota extra e da frota reserva, que passaram por uma completa revisão nos últimos dias por dezenas de profissionais que trabalharam, dedicados, para atender à população.

As empresas continuam trabalhando para inserir novos veículos no sistema durante os próximos dias.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta