Campinas (SP) decreta fase vermelha das 21h às 5h a partir desta terça (23)

Ônibus em Campinas

Somente atividades essenciais poderão funcionar. Medida ocorre por causa do avanço da covid-19. São Bernardo do Campo decretou toque de recolher; Araraquara segue em “lockdown”  e Doria deve anunciar na quarta endurecimento em todo o Estado de São Paulo

ADAMO BAZANI

O prefeito de Campinas, no interior de São Paulo, Dário Saadi, anunciou nesta segunda-feira, 22 de fevereiro, durante transmissão ao vivo, que a cidade adotará a Fase Vermelha entre 21h e 5h, de 23 de fevereiro a 1º de março. O decreto será publicado no Diário Oficial desta terça-feira (23).

Só poderão funcionar em Campinas os serviços essenciais como: farmácias, mercados, padarias, açougues, postos de combustíveis, lavanderias, meios de transporte coletivo (ônibus); transportadoras, oficinas de veículos, hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria e pet shops.

Já os restaurantes só poderão funcionar presencialmente até às 21h. Os bares terão que encerrar as atividades até àss 20h.

Além destes horários, bares e restaurantes só poderão atender por delivery e retirada pelo consumidor, mas sem consumo local.

Só poderão funcionar até às 21h os seguintes estabelecimentos: shoppings, academias, clubes, parques públicos, salões de beleza e similares e atividades presenciais em instituições de ensino.

Mesmo sendo consideradas serviços essenciais, igrejas e outras denominações de culto só poderão funcionar até 21h.

Na transmissão, o prefeito explicou que a decisão foi tomada a partir de dados epidemiológicos apresentados pela Secretaria de Saúde.

“Como médico, eu penso primeiro na preservação da vida. Os dados que a Vigilância demonstrou exigem uma postura mais firme no combate à pandemia”, disse.

“Neste momento, não permitiremos mais as duas horas extras de tolerância para os bares e restaurantes, que terão que encerrar suas atividades presenciais às 20h e às 21h, respectivamente. Depois deste horário, só serão permitidos delivery e retirada”, disse o secretário de Justiça, Peter Panutto.

Para a diretora da Vigilância em Saúde, Andrea von Zuben, o apoio da população é essencial. “Além da abertura dos leitos, estamos atuando para conter a pandemia e vamos ampliar a fiscalização de aglomerações. Contamos com a população não só para denunciar as festas clandestinas, mas também nos cuidados individuais para diminuirmos a taxa de transmissão na cidade”, explicou.

Os cuidados, ainda segundo a diretora, são os mesmos, independentemente do tipo de variante que circula na cidade. “Os cuidados não mudam. Evitar aglomerações, fazer a higienização das mãos e usar máscara são essenciais para a prevenção da doença”, completou.

A nota da prefeitura explica também que entre 05h01 e 20h59, a cidade volta para a fase amarela.

Esta fase permite 40% de ocupação em academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios, e parques públicos, com expediente até 10 horas diárias para restaurantes e 12h para as demais. O horário de funcionamento não poderá exceder as 20h para bares e 21h para os demais serviços. Eventos que geram aglomeração, como festas e shows, continuam proibidos.

SÃO BERNARDO DO CAMPO:

Diante do avanço da covid-19 no Estado de São Paulo, a prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, decidiu nesta segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021, decretar toque de recolher na cidade.

De acordo com nota da prefeitura, a medida entra em vigor neste sábado, 27 de fevereiro de 2021, quando das 22h às 05h estará proibida a circulação de pessoas, a não ser para trabalho em atividades essenciais e atendimentos de saúde de urgência.

Neste período, o transporte público municipal por ônibus estará suspenso. A medida começa no sábado e segue por tempo indeterminado, como explicou o prefeito Orlando Morando.

“A partir do sábado, dia 27, nós teremos um toque recolher na cidade de São Bernardo entre 22h e 05h. O que isso significa? A partir das 22h nós não teremos mais transporte coletivo na cidade de São Bernardo e nenhuma atividade, com exceção de hospital e farmácia. Não poderão funcionar depois das 22h, postos de combustíveis, nem hipermercado, nem bares, nem restaurantes. A circulação de pessoas só estará autorizada se estiver caso de urgência. Todo e qualquer outro estabelecimento comercial estará proibido a partir de sábado, dia 27, de funcionar das 22h às 5h também. Isso valerá por tempo indeterminado, não valerá apenas para o final de semana. É a partir do dia 27 por tempo indeterminado” – explicou

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/02/22/audio-toque-de-recolher-em-sao-bernardo-do-campo-tambem-vai-parar-transporte-coletivo-das-22h-as-5h-a-partir-de-sabado-27/

ARARAQUARA:

Outras cidades do Estado de São Paulo também adotam restrições maiores por causa do avanço da covid-19.

Desde domingo (20), Araraquara está em lockdown. Os ônibus não podem circular e nenhuma atividade pode atender presencialmente, apenas farmácias e unidades de saúde.

Até mercados não podem atender presencialmente, apenas por delivery.

As demais atividades não estão autorizadas nem para entregas.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/02/20/araraquara-suspende-todo-o-transporte-coletivo-de-21-a-23-de-fevereiro-por-causa-da-covid-19/

ESTADO DE SÃO PAULO:

A gestão do governador João Doria deve anunciar na quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021, medidas de restrição de mobilidade para tentar reduzir o avanço da covid-19 no Estado de São Paulo.

A informação é do coordenador-executivo do Centro de Contingência da Covid-19, João Gabbardo, em entrevista coletiva ao lado do governador Doria, nesta segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021.

Segundo Gabbardo, um estudo foi entregue nesta segunda-feira ao Governo do Estado e as medidas devem ser anunciadas na quarta-feira (24) e implantadas na sexta-feira (26).

“O Centro de Contingencia entregou hoje ao governador algumas recomendações, são recomendações extraordinárias além do que está previsto no Plano São Paulo, então o governo está fazendo a análise dessas recomendações, preparando os atos no ponto de vista jurídico e conforme foi anunciado pelo governador anteriormente essas medidas serão anunciadas na quarta-feira para já estarem em vigor na sexta-feira”.

A restrição de mobilidade será um dos principais focos, segundo Gabbardo

“Então essas são recomendações que obviamente vão tratar da redução da mobilidade, de redução da movimentação das pessoas e que é o que a gente pode fazer nesse momento, reduzir essa taxa de transmissibilidade. Independentemente de ser variante ou não ser variante a forma da gente reduzir essa transmissibilidade é a mesma”, disse

Gabbardo não detalhou quais seriam as medidas, mas deve haver alterações significativas em horários e circulação que podem, mesmo que indiretamente, impactar em transportes públicos, como em ônibus, trens e metrôs.

Veja aqui:

https://diariodotransporte.com.br/2021/02/22/audio-gestao-doria-deve-anunciar-medidas-de-reducao-de-mobilidade-em-sao-paulo-na-quarta-24-diante-de-crescimento-da-covid-19/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Edneide disse:

    Durante o dia o vírus deve estar dormindo…….fala sério

  2. Antonio disse:

    Não adianta fase vermelha a noite se durante o dia está tudo agromerando nos pontos e.nos.onibus pense nisso !!!

  3. Débora Regina disse:

    Acho que deveriam atentar mais para os supermercados. Onde pessoas não podem circular em outros estabelecimento vão todos prós supermercados. Injusto isso. Já que estamos em locdal. Estamos no mesmo barco. Pessoas que trabalham comigo tbm pegaram o covid.

  4. Modian disse:

    Nao acredito!! Que a vase vermelha será que é pra evitar roubos pq a aglomeração e pelo dia mas um fazendo coisa errada

  5. Helen Cristina Sabino disse:

    Ridículo…ou fecha tudo de uma vez, ou mantém aberto.
    O que adianta essas medidas?????
    Durante o dia pode andar em ônibus lotado etc…
    Horário do povo dormir é decretado fase vermelha, afff…
    Não tem lógica nenhuma.

  6. Claudia disse:

    O vírus é vampiro só ataca a noite, o q adianta a noite onde o fluxo é menor pq a maioria esta dormindo, a noite seria p as baladas, pancadao,
    Precisa tomar providências durante o dia tbm, q o comércio ta lotado, os ônibus com lotaçao,
    Está medida noturno, não vai refrescar nada,

Deixe uma resposta