ÁUDIO: Sindicato vê ganhos aos trabalhadores com Suzantur assumindo lote da MobiBrasil em Diadema

À frente, ônibus da Suzantur e, logo atrás, micro-ônibus da MobiBrasil

De acordo com presidente do Sintetra, Leandro Mendes da Silva, empresa vai transferir toda a gestão para garagem que era da Benfica, e o piso salarial será do ABC, que é maior. Suzantur confirma

ADAMO BAZANI

A Suzantur, que nesta quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021, formalizou a aquisição do lote da empresa MobiBrasil, em Diadema, no ABC Paulista, vai transferir toda a gestão do sistema municipal para a garagem atual que era utilizada pela Benfica, cujas operações foram assumidas pela empresa em agosto de 2020.

Com isso, os trabalhadores das 13 linhas do lote passarão a receber salários maiores.

A informação é do presidente do Sintetra, sindicato que representa a categoria Leandro Mendes da Silva, ao Diário do Transporte, nesta sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021.

De acordo com Silva, a MobiBrasil tem garagem na capital paulista, onde o piso salarial dos trabalhadores é menor. Com a mudança, a Suzantur vai pagar para os trabalhadores das linhas o piso do ABC, que é maior.  Os valores variam de acordo com os cargos e os níveis.

A aquisição foi confirmada ao Diário do Transporte nesta quinta-feira pela proprietária da MobiBrasil, Niege Chave, e pelo proprietário da Suzantur, Claudinei Brogliato.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/02/11/entrevista-audio-suzantur-formaliza-nesta-quinta-11-compra-das-operacoes-municipais-da-mobibrasil-em-diadema/

O presidente do Sintetra afirmou ao Diário do Transporte que na próxima semana deve se reunir com Brogliato para acertar os detalhes da transição

“Essa empresa da Niege fazia parte de São Paulo, a garagem não ficava em Diadema, era na divisa, mas já era São Paulo. Agora com a compra pelo Claudinei, ele vai trazer para a garagem que era da Benfica, em Diadema. Na semana que vem vamos sentar e ver como vai ficar. Trazendo para Diadema, o representante somos nós legalmente, aí tem de cumprir o salário daqui [ABC] e não o de São Paulo. O salário daqui é maior. É mais um benefício para os trabalhadores que vierem dessa empresa [MobiBrasil] , terá um benefício maior que é o do ABC e não de São Paulo. A garagem que era da Benfica é em Diadema” – disse

Ouça:

Por meio de aplicativo de mensagem, o empresário Claudinei Brogliato confirmou a informação ao Diário do Transporte sobre a transferência de todas as operações para a garagem atual utilizada pela Suzantur que antes era de uso da Benfica e o piso maior.

A empresária Niege Chaves disse ao Diário do Transporte nesta quinta-feira (11), que parte dos trabalhadores atuais da MobiBrasil será aproveitada em outras operações da empresa, que atua na capital paulista (zona sul), Sorocaba (SP) e Recife e região metropolitana.

Os demais trabalhadores serão desligados e terão os direitos pagos e poderão tentar colocação na Suzantur.

A Suzantur assumiu as oito linhas em Diadema que eram da Benfica em agosto de 2020.

As 13 linhas ainda operadas pela MobiBrasil na cidade devem passar a ser operadas pela Suzantur entre março e abril.

CRESCIMENTO DA SUZANTUR:

Como já tinha mostrado o Diário do Transporte, a empresa comandada Claudinei Brogliato assumiu as operações da antiga concessionária da cidade, Benfica, em agosto de 2020, com assinatura do contrato de compra em junho de 2020.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/06/29/exclusivo-suzantur-confirma-oficialmente-contrato-de-compra-e-venda-com-a-benfica-para-operar-em-diadema/

A informação, que já era ventilada nas redes sociais enquanto ainda estavam as negociações, foi confirmada oficialmente ao Diário do Transporte.

Com isso, a empresa amplia a atuação na região.

A Suzantur opera desde 2014 todas as linhas municipais de Mauá; desde outubro de 2016 opera de forma provisória o sistema de Vila Luzita em Santo André (o de maior demanda regional da cidade) até a realização de uma licitação; e em 05 de janeiro de 2021, confirmou ao Diário do Transporte a compra da Rigras de Ribeirão Pires, também no ABC Paulista, assumindo todas as linhas municipais e metropolitanas da empresa que era de Nivaldo Aparecido Gomes. Relembre neste link: https://diariodotransporte.com.br/2021/01/05/suzantur-adquire-rigras-e-vai-operar-as-linhas-da-empresa-municipais-e-metropolitanas-da-emtu/

A companhia também opera de forma emergencial os transportes em São Carlos, no interior paulista.

A Suzantur surgiu como empresa de fretamento em junho de 1982, mas passou recentemente a focar nas operações de ônibus urbanos.

Como mostrou o Diário do Transporte, em 29 de junho de 2020, a Suzantur confirmou que se desfez de todas as operações de fretamento, que foram vendidas para o Grupo Comporte, que inclui as empresas Breda e Viação Piracicabana, da família de Nenê Constantino, fundador da Gol e dono de mais de sete mil ônibus em todo o País.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/01/11/trabalhadores-do-transporte-coletivo-em-teresina-pi-entram-em-greve/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. GARDENAL disse:

    mentira isso tudo é do constantino quem não quer ver isso deu um maior golpe nos trabalhadores só os idiotas que não enxerga sindicatos tudo comprados raça do diabo é tudo do constantino metra publix br7 riacho grande IMIGRANTES helemi e várias outras empresas acorda porra

Deixe uma resposta