Artesp aprova incorporação da Manoel Rodrigues pela Princesa do Norte

Empresas contam com a padronização BR Mobilidade do Grupo Comporte

Com isso, deve haver enxugamento de estrutura no Grupo Comporte entre as duas companhias

ADAMO BAZANI

A Artesp, agência que regula os transportes no Estado de São Paulo, aprovou que a Empresa Auto Ônibus Manoel Rodrigues S.A. seja incorporada pela Empresa Princesa do Norte S.A, ambas do Grupo Comporte.

Com isso, o conglomerado comandado pela família Constantino Oliveira pode enxugar estruturas entre as duas companhias que atuam a partir do Estado de São Paulo.

A publicação oficial com a autorização ocorreu nesta terça-feira, 09 de fevereiro de 2021.

Segundo o despacho da Diretoria de Procedimento e Logística a aprovação definitiva fica “condicionada à inteira formalização da incorporação, perante à Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo), bem como à apresentação de outros documentos que porventura vierem a ser solicitados por essa Agência”

A Manoel Rodrigues é uma das empresas de ônibus mais tradicionais do setor rodoviário do Estado de São Paulo com origem em 1939, sendo a primeira linha entre Avaré e Taquarituba, via Itaí, feita em um veículo Chevrolet  1938. Em 1960, a empresa começou a fazer ligações para a capital paulista.

No ano de 2010, o Grupo Comporte comprou a Empresa Auto Ônibus Manoel Rodrigues S.A., que na ocasião já tinha 27 linhas rodoviárias e suburbanas, atendendo a mais de 40 municípios. A empresa também possui serviço de fretamento.

A Princesa do Norte é outra empresa tradicional dos transportes rodoviários, tendo origem em 1948 pelos empresários Olímpio Ribeiro França, José Medeiros de Melo e João Bernardes da Silva, na cidade de Santo Antônio da Platina, no Estado do Paraná.

Em 1961 começou a ligar Paraná a São Paulo e em 1988 foi comprada pelo Grupo Franceschini, que atuava na cidade de Curitiba. Em 1996, a empresa Reunidas Paulista adquiriu a Princesa do Norte. Já em 2003, a Princesa do Norte passou a integrar o Grupo Áurea, nome anterior do Grupo Comporte.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta