Credenciamento de empresas para o transporte de Conselheiro Lafaiete (MG) não recebe nenhuma proposta

Ônibus da Viação Presidente

Contratação seria por 12 meses no lugar da Viação Presidente

ADAMO BAZANI

Nenhuma empresa de ônibus demonstrou interesse em operar emergencialmente o transporte público de Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais, tanto as linhas urbanas como as rurais.

A sessão de credenciamento de empresas que ocorreu nesta quarta-feira, 03 de fevereiro de 2021, teve resultado deserto, ou seja, não houve propostas.

O transporte público da cidade tem registrado problemas com greves constantes e a empresa operadora, a Viação Presidente, diz que enfrenta dificuldades financeiras agravadas pela redução da demanda de passageiros em razão da pandemia de covid-19.

A prefeitura rompeu o contrato com a Presidente e fez o chamamento.

O credenciamento previa uma contratação por 12 meses a partir da assinatura do contrato.

A prefeitura deve fazer um novo procedimento, mas não há ainda a definição se o edital será alterado.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta