Transporte em Cascavel opera normalmente nesta terça (6) após liminar da justiça

Ônibus da Pioneira Transportes, uma das concessionárias do município. Foto: Alex Claudino

Greve deflagrada nessa segunda (05) atingiu 100% da frota

ALEXANDRE PELEGI

Os ônibus que atendem o transporte coletivo de Cascavel, interior do Paraná, circulam normalmente na manhã desta terça-feira, 06 de outubro de 2020.

Nessa segunda-feira (05) o Sinttracovel (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivo Urbano de Cascavel) deflagrou greve na cidade, o que paralisou 100% da frota.

No final do dia de ontem, no entanto, uma liminar da Justiça do Trabalho determinou o retorno imediato de ao menos 65% da frota dos ônibus do município paranaense.

A decisão determinada pelo desembargador do Trabalho Célio Horst Waldraff, impõe ao sindicato dos trabalhadores a multa diária de R$ 70 mil em caso de descumprimento da determinação judicial.

Como mostrou o Diário do Transporte a greve começou nesta segunda, e paralisou 100% da frota por volta das 8h30. Relembre: Após manhã tranquila, transporte coletivo de Cascavel (PR) paralisa 100% dos serviços nesta segunda (05)

As empresas Pioneira e Capital do Oeste, concessionárias do transporte municipal, recorreram à Justiça sob argumento de que a greve é ilegal, pois 100% da frota ficou sem circular.

Como afirmou o Secretário de Comunicação da Prefeitura, ao se manifestar sobre a paralisação na tarde de hoje, a lei federal determina que ao menos 30% dos ônibus devem operar. Relembre: Prefeitura de Cascavel diz que greve dos transportes é ilegal, e empresas entram na justiça

Uma audiência de conciliação ficou marcada para a próxima sexta-feira, 09 de outubro, às 14h.

O presidente do Sinttracovel afirmou hoje mais cedo que os trabalhadores seguiriam com a greve, a não ser que houvesse uma proposta viável das empresas, ou que a Justiça concedesse liminar determinando a volta dos ônibus.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta