ANTT autoriza mais pedidos de supressão de linhas

Ônibus da Guanabara (Imagem Meramente ilustrativa). Foto: Rogerio Marques

Agência atendeu a solicitações da Consórcio Guanabara

ALEXANDRE PELEGI

A Superintendência de Serviços de Transportes de Passageiros da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT deferiu três pedidos da Consórcio Guanabara de Transportes para a supressão de linhas da empresa.

Como o Diário do Transporte tem mostrado, pedidos dessa natureza têm-se tornado constantes ultimamente.

De acordo com o Diário Oficial desta segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020, a Consórcio Guanabara foi autorizada pela Agência a suprimir as seguintes linhas:

Pela Portaria 283 – Linha Ouro Preto (MG) – São Paulo (SP) prefixo nº 06-0060-00 e suas seções;

Pela Portaria nº 285 – Linha Ouro Preto (MG) – São Paulo (SP) prefixo 06-0059-00; e

Pela Portaria nº 288 – Linha São João Del Rei (MG) – São Paulo (SP), prefixo 06-0066-00.

O Grupo Guanabara reúne empresas rodoviárias como Expresso Guanabara, UTIL – União Transporte Interestadual de Luxo, Real Expresso e Rápido Federal.

Leia também: Com nova resolução da ANTT, Grupo Guanabara vai realinhar malha de atuaçãoCom nova resolução da ANTT, Grupo Guanabara vai realinhar malha de atuação


Guanabara_03


Na última publicação da ANTT em Diário Oficial, na sexta-feira, 14 de fevereiro, a Agência atendeu às solicitações de quatro empresas de ônibus para a retirada de algumas linhas de ônibus, a saber:

= Consórcio Guanabara de Transportes foi autorizada a suprimir a linha Volta Redonda (RJ) – Aparecida (SP), prefixo 07-0065-60; e a linha Rio de Janeiro (RJ) – Guaratinguetá (SP), prefixo 07-0147-60.

= Viação Motta Ltda autorizada a retirar a linha Campo Grande (MS) – São Paulo (SP) – Via Presidente Epitácio, prefixo 19-0012-60.

= Viação Santa Cruz Ltda autorizada a suprimir a linha Campinas (SP) x Poços de Caldas (SP), prefixo 08-0113-00 e suas seções e em seu lugar implantar a mesma linha com novo prefixo 08-0113-60 e seções.

= Viação Ouro e Prata S.A. autorizada a retirar a linha Joaçaba (SC) – Curitiba (PR) prefixo nº 16-0047-00.

Relembre: Gontijo tem oito pedidos de implantação de linhas e mercados atendidos pela ANTT

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. João Luís Garcia disse:

    As empresas estão tendo que reorganizar toda a sua malha rodoviária, com isso algumas praças deixarão de ser atendidas e detalhe, não por culpa das empresas e sim por causa da nova forma que a ANTT passou a conceder a criação de novas linhas, essas estão sendo criadas sem um estudo de demanda e viabilidade.
    Linhas que ao longo do tempo acabarão por não mais existir pois as “ empresas “ que estão solicitando as suas criações não terão como manter os horários, pois não há demanda para cobrir os custos de operação.

  2. Diogo disse:

    Mas num ambiente de liberdade tarifária, é necessário a Antt verificar se há demanda ou não? Isso não cabe as empresas operadoras fazerem estudos de mercados?
    As passagens hoje estão muito caras, precisa-se baixar as tarifas, hoje estão muito elevadas.

    Diogo

  3. LAC disse:

    Mas com a desregulamentação, outra empresa poderá atender esta localidade, é so solocitsr a ANTT

    LUIS CONSTANTINO

  4. Paulo disse:

    Sabe o que é isso? Política de GRATUIDADES, está ferrando o sistema, não vai demorar muito as linhas longas se dilapidarem, as empresas estão tendo prejuízo.

  5. lindomar disse:

    Provavelmente estas praças serão atendidas pela linha Mariana x São Paulo que já passa por todas essas localidades (Ouro Preto e São João Del Rei) e utiliza um DD com serviço executivo e semi-leito (com poltronas leito).

  6. lindomar disse:

    Acho que não cabe a ANTT verificar se há demanda ou não, até porque, não teria gente para isso. Pelo contrário, se uma empresa pede para explorar uma determinada linha, cabe a ela ter feito estudo de mercado para saber se vale a pena investir. Se depois, o investimento não se provou viável, que ela cesse a prestação de serviços. É o risco do negócio, aliás, de qualquer negócio. É a minha opinião.

  7. KESEDI FERREIRA COSTA disse:

    Boa noite, sabe mim informar quando a Guanabara volta a fazer a linha Iguatu a Fortaleza?

  8. Valdir Paraiba Marques disse:

    Gratuidade??? Claro que não. Idosos viajam muito pouco ou quase nada. Essas gratuidades” por acaso dai de graça para as empresas???? Alguém sabe me responder???

Deixe uma resposta