CPTM rescinde contrato com consórcio que construiria viadutos na extensão da linha 9-Esmeralda

Publicado em: 7 de fevereiro de 2020

Obras da estação Varginha. Promessa é de entrega até metade de 2022

Estruturas foram planejadas para readequação viária entre Grajaú e Varginha

ADAMO BAZANI

A CPTM rescindiu o contrato com o Consórcio Verdebianco e WVG que deveria construir viadutos ferroviários no lote 02 da extensão prevista para a linha 9-Esmeralda, entre Grajaú e Varginha, no extremo sul da cidade de São Paulo.

O trecho 2 compreende o trajeto entre a estação Mendes/Vila Natal e Varginha.

No extrato de rescisão publicado oficialmente nesta sexta-feira, 07 de fevereiro de 2020, não são informados motivos ou novos cronogramas.

O contrato foi assinado em 07 de fevereiro de 2018 por R$ 18,3 milhões

Em visita às obras da Estação Mendes/Vila Natal em 11 de janeiro de 2020, com cobertura do Diário do Transporte, o presidente da CPTM, Pedro Moro, disse que os trabalhos para implantação do trecho 1 (Grajaú/Mendes) e a estrutura da estação estão com cerca de 50% do cronograma cumprido.

A previsão é que todo o trecho da extensão tenha quatro viadutos ferroviários para reorganizar o tráfego dos veículos.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/01/11/especial-obras-do-lote-1-e-estacao-mendes-da-extensao-da-linha-9-ja-tem-50-de-avanco-com-entrega-prevista-para-este-ano/

No dia 18 de janeiro de 2020, durante “relançamento da obra” da Estação Varginha, o governador João Doria prometeu que a conclusão de todo o trecho será até a metade de 2022.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/01/18/doria-promete-retomada-de-todas-obras-paradas-ate-julho-deste-ano-e-entrega-da-estacao-varginha-ate-metade-de-2022/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito provavelmente a causa é a contratação via licitação.

    Menor preço só da certo na proposta.

    Na prática não há milagres ai óóóóóóóóóóóóóóóóó´.

    Principalmente em obras técnica e grandes.

    PREVISÍVELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

    Se licitação evitasse superfaturamento e corrupção; o BarsiLei sera o país mais rico do mundo.

    Não adianta dar murro em ponta de faca, cheeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeega

    Façam a conta e vê se esta obra não ficará mais cara se tivesse sido contratada a melhor construtura do BarsiLei.

    Fora o atraso e o tempo perdido.

    MUDA BARSILei.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Ivo disse:

    Quem é contra licitação é à favor de corrupção. Sem licitação, não existe tabela de preços, não existe comprovação de capacidade técnica e financeira e o risco do projeto não ser entregue é maior.

    Essa rescisão é pelo atraso no pagamento da obra. As empresas ganharam a licitação, mobilizaram recursos, iniciaram as obras e tiveram de desmobilizar tudo por falta de repasses do estado. Isso tem um custo, nenhum empresário aguenta ficar esperando o estado pagar.

  3. Fernando da Silva Sousa disse:

    Sou morador da região e gostaria muito de ver essa obra concluída o quanto antes.
    Me desloco todos os dias do terminal Varginha até o terminal Grajaú para fazer embarque no trem da CPTM.
    As propostas vão mudando e o prazo nunca termina, lembrando que a estação Varginha era pra ser entregue a mais de 10 anos atrás. Eu aposto com João dória que não vai ser entregue no prazo que ele colocou porque já estamos cansados de promessas de governo.
    Desculpa João dória desconfiar de sua palavra de governador más NÃO VAI SAIR ESTAÇÃO VARGINHA NESSE PRAZO…BY FERNANDO SOUSA.

Deixe uma resposta