Otrantur assume transporte coletivo de São Vicente a partir de segunda-feira, com reajuste na tarifa

Publicado em: 21 de novembro de 2019

Passageiros poderão optar pelo cartão-transporte SV Card e pagar tarifa de R$ 3,50. Foto: Divulgação.

Novo valor previsto em contrato é de R$ 3,95

JESSICA MARQUES

A empresa Otrantur assume o transporte coletivo de São Vicente, na Baixada Santista, a partir de segunda-feira, 25 de novembro de 2019, mas já com reajuste na tarifa.

Os passageiros terão que desembolsar R$ 3,95 para embarcar nos ônibus. Atualmente, o serviço é operado por lotações com tarifa a R$ 3.

Entretanto, os passageiros poderão optar pelo cartão-transporte SV Card. Nesse caso, a tarifa é menor que o valor em dinheiro e o passageiro pagará R$ 3,50.

Para fazer o cartão, é preciso ir à loja da concessionária, que fica na Avenida Frei Gaspar, 1.139, Centro. Após o dia 28, o cadastro também pode ser feito no Terminal Municipal (Av. Cap. Luís Antônio Pimenta, 130, Parque Bitaru), mas a retirada será somente na loja.

Em nota ao portal Tribunal, a Prefeitura informou que a Otrantur venceu a licitação oferecendo o menor preço para a população e, mesmo com o aumento, o transporte coletivo terá “o menor valor da Baixada Santista.”

O contrato entre a Prefeitura e a empresa foi assinado em maio deste ano. A Otrantur venceu o certame com a proposta do menor valor da tarifa de R$ 3,95, e terá direito à concessão dos serviços de transporte público coletivo da cidade pelo prazo de 20 anos.

Relembre: Prefeitura de São Vicente assina contrato com a Otrantur, que a partir de agora tem até 180 dias para assumir sistema de transporte

Como noticiou o Diário do Transporte, a prefeitura de São Vicente divulgou em 27 de abril deste ano o ato em que habilitou a Otrantur e inabilitou a concorrente SV Transportes Ltda.

Relembre: Licitação dos transportes de São Vicente habilita empresa Otrantur Transporte e Turismo

Com a decisão, a Comissão Municipal de Licitações convocou a Otrantur para a abertura do envelope com a proposta comercial no dia 7 de maio.

O ato de homologação/adjudicação indicando a Otrantur como vencedora da licitação do transporte coletivo foi publicado no Diário Oficial nesta terça-feira, 14 de maio.

Relembre: Prefeitura de São Vicente homologa Otrantur como vencedora da licitação do transporte coletivo

DESTAQUES DO EDITAL

A nova rede proposta para o sistema de transporte coletivo público, segundo o Edital, “busca atender a maior área de abrangência possível”:

– Eliminação ou diminuição de sobreposição de itinerários;

– Atendimento à maior quantidade possível de bairros;

– Atendimento às localidades até então desprovidas de transporte público;

– Aproveitamento de parte dos atuais itinerários;

– Racionalização e otimização de itinerários;

– Implantação de serviço noturno entre 00h00 e 5h00

– Períodos de operação compatíveis com as necessidades da população, inclusive nos finais de semana e à noite;

– Aproveitamento de parte do Complexo Administrativo como terminal urbano, fazendo a integração física da rede entre si e com a nova rodoviária prevista para o mesmo local;

– Adoção de frota com ônibus básicos nos bairros da área continental;

– Reorganização do fluxo de veículos no centro da cidade;

– Diminuição da sobreposição e interferência das linhas do serviço intermunicipal; e

– Integração física, operacional e tarifária dos serviços.

FROTA

Para a Área Continental está prevista a operação com ônibus básicos devido às maiores demandas em comparação as da área insular.

Isso exigirá a adoção de equipamentos com maior capacidade de transporte.

Na área insular está prevista a manutenção dos miniônibus como especificação de frota.

Nos dois tipos de veículo prevê-se a total adaptabilidade para pessoas com necessidades especiais e equipados com os seguintes dispositivos:

– Ar-condicionado (somente para os ônibus básicos);

– Elevador para portadores de mobilidade reduzida – cadeirantes;

– Sistema de monitoramento por GPS;

– Câmeras internas de monitoramento;

– Validadores com câmera de reconhecimento facial;

– Internet sem fio Wi-Fi com aplicativo para smartfone; e

– Adaptabilidade para as pessoas com necessidades especiais, inclusive para deficientes visuais, cadeirantes, idosos, obesos e com deficiência física.

TARIFA

Com investimento previsto de quase R$ 56 milhões, a tarifa máxima permitida na concorrência foi estabelecida pelo Edital em R$ 4,00.

Como consta no Edital, o cálculo da planilha de custos definiu o custo total por passageiro transportado para a cobertura dos custos operacionais e para a remuneração pela prestação dos serviços (tarifa necessária) do sistema de transporte coletivo.

O modelo utilizado foi o da Planilha Tarifária da ANTP – Associação Nacional de Transportes Públicos.

Para ter acesso a todos os anexos do Edital, visite o site da Prefeitura de São Vicente no link: http://www.saovicente.sp.gov.br/publico/noticia.php?codigo=4857

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

  1. luidi santos disse:

    A cidade enfim se livrou das garras das lotações, e espero que a prefeitura FISCALIZE as lotações clandestinas que certamente aparecerão!

  2. Lucia disse:

    Acabou essas lotações?

  3. Lucia disse:

    Acabou as lotações

    1. Claude Barbalho Jr. disse:

      Acabou mulherrrr!!! Grazadeus

  4. Claude Barbalho Jr. disse:

    Eu não entendo… Uns diziam que seria dia 15, outros (até mesmo a atendente da loja) dia 28, e agora a colunista da matéria escreve dia 25! Tô mais perdido de que cego em tiroteio!
    Vou tomar como resposta o dia 28 pra não me decepcionar!

  5. Sirlene Rita disse:

    Que bom graças a Deus vamos ser transportados como gente não animais essas lotação não tinha respeito com a população

  6. Alexandra Souza Vieira disse:

    Alguém sabe informar os horários e pontos da Vila Margarida para o centro

    1. Lucas disse:

      Olha no site da Otrantur, la em baixo tem as linhas com as rotas, mas pelo o que eu sei, metade das linhas do continental vão pelo começo da linha amarela.

  7. Anônimo disse:

    Gente os itinerários estão horríveis pfvr medem para o antigo q é sucesso

Deixe uma resposta