CPTM assina contrato com empresa de seguros para avaliar cláusulas em edital para concessão das Linhas 8 e 9

Trem da Linha 9-Esmeralda da CPTM. (Foto: Alexandre Pelegi)

Em agosto deste ano, presidente da Companhia de Trens, Pedro Moro, disse que modelo de delegação da prestação de serviços das duas linhas estava sendo concluído

ALEXANDRE PELEGI

A CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos divulgou nesta terça-feira, 20 de agosto de 2019, o Extrato de Contrato com a Marca Planejamento Técnico e Corretagem de Seguros Ltda cuja finalidade é dar consultoria e avaliar as cláusulas exigíveis no edital, relativas aos seguros necessários para delegação da prestação de serviços públicos de transporte sobre trilhos das linhas 8- Diamante (Júlio Prestes / Amador Bueno) e 9 – Esmeralda (Osasco – Grajaú, com extensão prevista para Varginha, no extremo sul da capital).

A publicação indica que o Governo de São Paulo trabalha célere para cumprir o objetivo de publicar, em breve, o edital de concessão das linhas que são consideradas as mais lucrativas do sistema de trilhos da Companhia.

O contrato, feito sob dispensa de licitação, no valor de R$ 30.000, tem prazo de vigência de 30 dias.

contrato_CPTM

Em agosto deste ano, uma comitiva com o governador de São Paulo, João Doria, e secretários, inclusive dos transportes metropolitanos, Alexandre Baldy, esteve na China oferecendo a investidores locais projetos de concessões previstos no programa de desestatização.

Doria teve um encontro com o presidente da CR20, empresa do grupo CRCC – China Railway Construction Corporation, Mr. Deng Yong, ocasião em que a gigante do setor metroferroviário demonstrou interesse nos projetos para CPTM, Metrô e ferrovias em geral.

Na CPTM, segundo o governador, as primeiras linhas que devem ser repassadas para a administração privada são as linhas 8 e 9. Relembre: Doria inicia conversas com gigante ferroviário chinês sobre projetos de concessão

Num encontro com sites especializados em mobilidade urbana, dentre os quais o Diário do Transporte, o presidente da CPTM, Pedro Moro, disse no dia 30 de julho, que o modelo de concessão destas duas linhas estava sendo concluído. Relembre: Concessão das linhas 8 e 9 terá audiência pública nos próximos meses, diz presidente da CPTM

CRIAÇÃO DE AGÊNCIA REGULADORA

Outro passo importante para a delegação dos serviços de operação do transporte de passageiros das linhas 8 e 9 foi dado com estudos que visam a criação de uma Agência Reguladora de Transportes Públicos, uma necessidade no contexto das concessões segundo o vice-governador Rodrigo Garcia, presidente do CGPPP – Conselho Gestor do Programa de Parcerias Público-Privadas.

A gestão Doria iniciou as análises para a criação da Agência, que deve gerenciar de forma integrada as operações de ônibus metropolitanos, trens e metrô, em reunião realizada no DIA 03 de junho deste ano. Relembre: Gestão Doria inicia estudos para criação de uma Agência Reguladora de Transportes Públicos e projeto de concessão das linhas 8 e 9 da CPTM avança

Na reunião, o Governo do Estado também disse que têm avançado o projeto de concessão das linhas 8 Diamante e 9 Esmeralda da CPTM.

De acordo com Paulo José Galli, secretário-executivo da Secretaria de Transportes Metropolitanos, já foi aberto o “procedimento de consultas ao mercado (Market Sounding), visando ao refinamento dos aspectos técnicos e econômico-financeiros a serem considerados na consolidação do modelo” da concessão.

Galli ainda disse que foi contratado o “IFC-International Finance Corporation (Grupo Banco Mundial) para validação e aprimoramento da modelagem, com vistas a reduzir o risco global e a fomentar a concorrência do certame, e apresentou o cronograma tentativo para os próximos encaminhamentos para o projeto.”

A estimativa é de investimentos de R$ 3,08 bilhões, envolvendo R$ 580 milhões, a cargo do Poder Concedente, para conclusão das obras em andamento de extensão de 4,5 km da Linha 9 até Varginha (zona Sul da capital), com duas novas estações; e R$ 2,5 bilhões, sob a responsabilidade da Concessionária, em modernização de sistemas e de infraestrutura operacional das vias e das estações.

Ambas as ligações são consideradas as mais lucrativas da CPTM.

A linha 08 – Diamante (Júlio Prestes – Amador Bueno), com 41,6 Km de extensão, atende diariamente 478,7 mil passageiros e linha 09 Esmeralda (Osasco – Varginha) estende-se por 36 km, atendendo 573,3 mil passageiros/dia.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. ANDRÉ LUIS disse:

    HÁ UMA PREVISÃO PARA O INICIO DA OPERAÇÃO PELA CONCESSONARIA?
    CRCC….

  2. ANDRÉ LUIS disse:

    A CPTM ABRIRÁ UM PDV.???

  3. MARIA APARECIDA disse:

    Além da estação de Ambutá (Itapevi) tinha que reconstruir a dê Cimenrita(que também foi desativada).

Deixe uma resposta