Após autorização de empréstimo de US$ 50 milhões, Santo André prevê obras de mobilidade para segundo semestre

Prefeito Paulo Serra com o representante da CAF Jaime Holguín. Foto: Divulgação.

Aprovação de investimento foi feita pela CAF (Corporação Andina de Fomento) e primeiro edital deve ser aberto ainda em junho

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Santo André, no ABC Paulista, informou que a CAF (Corporação Andina de Fomento) aprovou um empréstimo de US$ 50 milhões para obras de Mobilidade Urbana e combate às enchentes na região da Vila América.

Nesta quarta-feira, 05 de junho de 2019, o prefeito Paulo Serra esteve em Brasília com o representante da CAF Jaime Holguín para garantir o recurso para a cidade.

As obras estão previstas para terem início no segundo semestre deste ano e o primeiro edital deve ser aberto ainda em junho, segundo o prefeito.

De acordo com Serra, o valor, correspondente a aproximadamente R$ 195 milhões, será utilizado para a canalização do córrego Cassaquera, construção do piscinão do Parque da Juventude e implantação de 12 ecopontos.

Na área de Mobilidade Urbana, será feita a extensão do corredor Guarará para ligação da Avenida Giovanni Battista Pirelli com o Centreville e o Rodoanel, com obras também na Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, segundo o prefeito.

“O CAF virá em missão oficial à cidade nos dias 24, 25 e 26 de junho. As obras estão previstas para terem início já no segundo semestre deste ano”, informou Serra, por meio do Facebook oficial.

A Prefeitura terá 30 anos para quitar o valor junto à CAF. O empréstimo foi anunciado em 2018 pela Prefeitura, conforme noticiado pelo Diário do Transporte.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2018/07/16/prefeitura-de-santo-andre-preve-para-2019-emprestimo-de-us-50-milhoes-com-a-caf/

Também no ano passado, o prefeito Paulo Serra assinou um contrato de empréstimo de US$ 25 milhões com o BID para obras de mobilidade.

Relembre: Prefeito de Santo André assina contrato de empréstimo de US$ 25 milhões com o BID para obras de mobilidade

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Sairia mais barato se ele se comprometesse em dar ênfase às enchentes no terminal Oeste e a estação da cidade…Que prefeito mais insensato…..(o projeto contra enchente no entorno da Estação está em seu gabinete assim que foi eleito), Se vc que é andreense, e ler isto, cobre do Serra este projeto.

Deixe uma resposta