Empresa de ônibus de Santo André entrega seis veículos seminovos para o transporte coletivo

Publicado em: 25 de fevereiro de 2019

Ônibus começam a circular na Viação Vaz a partir de março. Foto: Jessica Marques.

Modelos são Marcopolo Torino com chassis Mercedes-Benz OF 1721

JESSICA MARQUES

A Viação Vaz, empresa de ônibus de Santo André, no ABC Paulista, vai entregar seis veículos seminovos para o transporte coletivo a partir de março. Os modelos possuem carroceria Marcopolo Torino com chassis Mercedes-Benz OF 1721.

Os ônibus são do ano 2014 e substituem outros seis veículos da frota que são do ano 2007. Um sétimo veículo também será substituído nos próximos meses. Os carros já estão na garagem da Viação Vaz, passando por fase de pintura e adequação para que possam começar a operar em Santo André.

8b6eb8d0-3de1-4623-8fd2-8aee5adb4f76

Ônibus em fase de pintura. Foto: Jessica Marques.

O Diário do Transporte esteve na garagem da Viação Vaz para conhecer os veículos e conversou com o gestor da empresa, Luiz David. Segundo o executivo, os veículos antigos eram menores, chamados micrões, com motorização Mercedes-Benz 1418.

Agora, os ônibus seminovos dispõem de motor mais novo e mais lugares, pois são 36 assentos. De acordo com o gestor da Viação Vaz, não foi possível realizar a compra de veículos zero quilômetro.

“Nós temos hoje uma dificuldade econômica dentro do sistema que é em função da gratuidade. Para as linhas que a Vaz atende, que basicamente percorrem pelo centro de Santo André, perto de hospitais e INSS. Portanto as linhas comportam uma grande quantidade de transporte gratuito de idosos e estudantes. Ao fazer uma avaliação econômica para fazer a substituição, tivemos dificuldade em comprar um veículo novo, porque gira em torno de R$ 500 mil por carro, por isso optamos por seminovos”, contou Luiz David.

Os ônibus operavam na empresa Piracicabana, em Brasília. A venda foi feita por meio da concessionária Quality Bus, do grupo.

c2e421b7-8f63-4189-a739-ca361adc7004

Os veículos estão recebendo a pintura nas cores branco e azul, com a identificação do Consórcio União Santo André, ao qual a Viação Vaz faz parte. Internamente, os ônibus estão sendo equipados com leitoras biométricas, além de câmeras de monitoramento para visualização de embarques, desembarques e trajetos.

Além disso, os ônibus também vêm com uma luz na região da catraca, que acende quando um passageiro com direito a gratuidade passa pelo bloqueio mostrando um documento de identificação ao motorista. A medida tem como objetivo evitar fraudes.

4bc39865-ffdf-40b4-b900-4d4ff45841d2

Veículos estão recebendo validadores

A Viação Vaz é responsável pelas linhas I 03 Jardim Bom Pastor – Parque Capuava, 06 Jardim Bom Pastor – Estação Utinga, B 47 Vila Palmares – Vila Luzita, B 51 Jardim Bom Pastor – Jardim Orienta e B 63 Vila Palmares – Jardim Alvorada.

IDADE MÉDIA DA FROTA

Atualmente, a média de idade dos veículos do União Santo André está acima do máximo permitido, que são cinco anos. Por meio da Lei de Acesso à Informação, o Diário do Transporte apurou em setembro deste ano que a frota consórcio tem 5,92 anos, em média.

Relembre: Média de idade dos ônibus do Consórcio União Santo André continua acima do permitido e gestão Paulo Serra não comenta o assunto

A empresa com maior idade média da frota é a Transportes Coletivos Parque das Nações, com 9,17 anos. O proprietário é Carlos Sófio.

Em seguida, está a Viação Vaz, com 6,83 anos de idade média. Em maio de 2016, foram apresentados sete novos veículos. Mesmo assim, a viação está em segundo lugar na lista de empresas com a frota mais velha da cidade.

Relembre: Santo André recebe mais sete ônibus zero quilômetro

O prefeito Paulo Serra havia prometido um plano de renovação de frota em 2018, mas a promessa não foi cumprida na ocasião.

Relembre: Santo André terá plano de renovação da frota até setembro e licitação de Vila Luzita vai ser concluída até o final do ano, promete Paulo Serra

Considerando também os veículos da Suzantur, empresa que opera em contrato emergencial na região da Vila Luzita, todos os ônibus municipais de Santo André possuem 5,58 anos.

Em fevereiro, o Diário do Transporte mostrou em primeira mão que a frota das empresas do Consórcio União Santo André, liderado pela Viação Guaianazes, de Ronan Maria Pinto, operava com média de idade de 6,22 anos.

As empresas do Consórcio União Santo André deveriam apresentar um plano de renovação até junho deste ano, mas o prazo não foi cumprido.

Relembre: União Santo André nunca teve frota de ônibus tão velha e sistema perde 5 milhões de passageiros

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

  1. Robert disse:

    Ridículo essa desculpa deles, alegando que por causa das gratuidades não podem comprar veículos novos. Então quer dizer que essas gratuidades não estão sendo pagas pela prefeitura a empresa.
    Isso só é mentira desse consórcio querendo mais subsídios e lucro em cima desse sistema horrível que é o sistema de transporte público de Santo André, onde não há cobradores, horários não são respeitados, não há segurança, não há integração com trolebus ou cptm.

    Essas gratuidades são pagas pela prefeitura! Queremos saber o lucro dessas empresas, percentual real de passageiros no sistema e percentual de gratuidades e repasses da prefeitura. Chega de mentiras

    1. Piro disse:

      E uma vergonha santo André não ter ônibus com ar condicionado e pior vai em Brasília comprar para andar aqui

      1. Você já viu o trambolho NEOBUS na linha vindos do Rio ? Basta olhar a Chapa que começa com L , tudo lixo do Rio E NÓS ACEITAMOS…

  2. Concordo com o Robert.
    Eu acho que deveria ter mais pulso firme por parte do prefeito. Os empresários de ônibus conseguiram fazer o que quer por motivos que a gente conhece e quem perde é a população.
    E andar de ônibus aqui em Santo André daqui a pouco vai ficar mais caro que ir de Uber com a qualidade razoável.
    E desejo a mesma fiscalização para a EMTU para as empresas do grupo BJS.

    Obrigada pela repirtagem, Jéssica!

  3. Rosângela Aparecida Cogui disse:

    Tem que mudar todos os onuôni um LIXOOOOOO super lotados ,uma vergonha passagem mais cara par andar num ônibus lotado e velho

  4. Eduardo disse:

    Tá de brincadeira esse prefeito aceitar esse carro velho toda manhã quebra um ônibus , fora o barulho insuportável tudo batendo dentro ônibus.

    1. Você já viu os trambolhos de marca NEOBUS no centro (I04Las-Vegas e T17- Alvorada) ?/ Olha a chapa deles, começa com L e L é lixo do Rio de Janeiro vindo pra cá.

  5. Raphael disse:

    O que se esperava desse governo submisso ao empresariado… Só aqui pra ter frota velha, mal conservada e não ter nenhum tipo de fiscalização. Me lembro que esse “prefeito” havia dito que faria junto ao consórcio um plano de renovação de frota… que jamais chegou perto de acontecer.

    E ai repito: o que se esperar desse governo submisso, que em vez de atuar para a melhoria do transporte público, implanta mudanças que humilham os idosos e atrasam as viagens, o que espanta os demais passageiros… Chega uma hora que esse tipo de notícia tem que ser comemorada de pé

  6. ANDRE FERNANDES disse:

    quando eu digo que esse prefeito nao ta nem ai pra transporte publico nao e a toa so carro velho nas eleiçoes vamos dar o troco nem esse prefeito e nehum vereador deve ser reeleito uma vergonha a tarifa municipal mais cara do brasil pra andar em resto dos outros renovaçao que piada os caminhoes da coleta de lixo sao mais novos que essas coisas ai

  7. Charles disse:

    CD os ónibus com ar condicionado. …estes são artigo de luxo nunca vai aparecer para o povo andreense isso e uma vergonha

    1. Raphael disse:

      Isso nunca vai ter porque não é uma exigencia dos contratos com o Consórcio União Santo André. Só na Vila Luzita, quando a licitação sair, é que haverão carros com ar condicionado nas linhas troncais, pois será uma exigencia

  8. Piro disse:

    Isso e revoltando pagar maior cara na passagem e andar nessas s velha enquanto isso ele andam de carro importado a nossas custa porque tem que ser assim porque

  9. Sandra Regina disse:

    A renovação do S36 não é feita a quantos anos…os ônibus parecem carroças motorizafas…

  10. André Magalhães disse:

    Acredito que a empresa realmente não tenha condições, por mais que as pessoas critiquem, quem está lá no comando sabe do que se passa lá dentro…
    Se os críticos estivessem no comando da empresa, na mesma situação em que ela se encontra, arriscaria comprar veiculos novos?
    As pessoas tem a mania de achar que tudo se resolve num passe de mágica, num estalar de dedos, a vida infelizmente não é um filme de final feliz.
    Os criticos em sua maioria devem ser jovenzinhos que mal fazem ideia de como as coisas funcionam…

    1. André a qualidade vem caindo, depois do escandalo , na morte do Celso,,,foram retirando cobradores, sem ater ao contrato de concessão, desrespeitando. Com isso sofre o trabalhador, o motorista (3 funções e um salário), o idoso,,,culpa dos empresários mesmo.

  11. JOÃO ROBERTO disse:

    infelizmente sou obrigado a concordar com o empresário,em Diadema HÁ MUITO TEMPO NÃO SE PAGA AS GRATUIDADES QUE GIRA EM TORNO DE 15% da receita da empresa,o número de passageiros vem caindo bruscamente devido ao desemprego e ao aplicativo UBER ,a malha viária não contribui para melhorar a qualidade do transporte em resumo… falta investimento por parte do poder público ,que ta ” sofrendo ” pelo povo que os elegeram kkkk e o empresário vive de lucro,se não tem,,,,,,,,
    NÓS PAGAMOS A CONTA MAIS UMA VEZ.

    1. ANDRE FERNANDES disse:

      serio andre que voce acredita nesses pessimos empresarios tenho 44 anos nunca sai de santo andre e o transporte aqui sempre foi ruim se ta ruim pra eles porque nunca saem do sistema todos eles lucrao muito mas se o prefeito e mole eles nao renovarao com zero km nunca

      1. Robert disse:

        André pelo visto você não utiliza o transporte de Santo André, uma cosia é a empresa não ter condições de comprar veículos novos outra e colocar a disposição o mínimo para a população. Os ônibus estão literalmente sucateados, alguns até com baratas e outros sujos. Como um empresário não consegue fazer o mínimo que é a limpeza e dedetizacão dos ônibus? Ah fora o desrespeito com os horários, se o básico não é feito imagina o resto.
        Isso aí é tudo conversa, eles querem subsídios e mais lucros tá na cara. Já que estão em dificuldades, abre aí o balanço da empresa pra prefeitura e a população, garanto que logo acha uma solução.

  12. Edval disse:

    Deviam ter vergonha de colocar uma notícia dessa. Ônibus reformado (semi novo ) vão te catar cambada de vermes.

  13. Peraí,,dizer que a Suzantur não tem Wi-fi e ar condicionado,,,?? Há sim alguns coletivos da Marcopolo, chassi Volvo na linha da Luzita….só não vê quem não quer. (101 e 103)

Deixe uma resposta