BYD fornecerá a maior frota de ônibus puramente elétrica da Colômbia

Frota de ônibus de emissões zero será uma das maiores da América Latina e veículos serão entregues durante o segundo semestre de 2019

ALEXANDRE PELEGI

O Prefeito de Medellín, Colômbia, anunciou no final de 2018 que a BYD, fabricante chinesa de veículos elétricos (EV), venceu uma concorrência para fornecer 64 ônibus puramente elétricos para o sistema de transporte rápido (BRT) “Metroplús” em Medellín.

A frota de ônibus de emissões zero “será uma das maiores da América Latina” e o contrato prevê a entrega dos veículos durante o segundo semestre de 2019.

Após analisar as propostas econômicas, técnicas e financeiras de quatro empresas especializadas em ônibus, a Metroplús concedeu o contrato para a aquisição de veículos 100% elétricos ao consórcio ‘Green Medellín’, formado pela empresa chinesa BYD Industry Company Limited e BYD Motor Colômbia”, informou o gabinete do prefeito.

Essa concorrência, que tinha um escopo projetado para pelo menos 55 ônibus elétricos, superou esse número em nove unidades, para um total de 64”, descreveu o anúncio da prefeitura colombiana.

A nova frota, composta por ônibus 100% elétricos K9G de 12,5 metros, terá 16 pontos de recarga elétrica, 300 quilômetros de autonomia com apenas duas horas necessárias para a recarga da bateria, segundo informou o gabinete do prefeito. Cada ônibus possui capacidade para 80 passageiros.

A BYD, em comunicado à imprensa especializada, afirma que os 64 ônibus para Medellín preparam o cenário para a maior frota de ônibus elétricos na Colômbia, e a segunda maior da América Latina.

Federico Gutiérrez, prefeito de Medellín, garante que transformará a cidade na capital da mobilidade elétrica na América Latina.

“Estamos trabalhando em conjunto com o resto das cidades C40 para combater a mudança climática”, acrescentou Gutiérrez ao fazer uma referência ao C40 Cities, uma rede de megacidades do mundo comprometidas com as mudanças climáticas, das quais Medellín é membro.

 

electrico-medellin-articulado

O primeiro BYD K11 de 18 metros, puramente elétrico, já está operando na cidade de Medellín, Colômbia

A Metroplús adquiriu o primeiro ônibus articulado 100% elétrico de 18 metros – modelo BYD K11 –, no início de 2017. O articulado obteve excelentes resultados durante suas operações nos últimos 9 meses, que cobriram mais de 50.000 km. Além disso, alcançou uma economia de 60% nos custos e de 75% na manutenção, comparado a um ônibus articulado a diesel padrão.

O comunicado da fabricante chinesa informa que o ônibus articulado BYD K11 viajou mais de 5.800 km por mês, excedendo em muito as exigências diárias de rodagem. Isso foi determinante para que a Metroplús escolhesse a BYD novamente, pelo excelente desempenho econômico do ônibus e seu longo alcance.

ELETROMOBILIDADE EM EXPANSÃO NA COLÔMBIA E AMÉRICA LATINA:

byd_taxis_BOGOTAEm setembro de 2013, a maior frota de táxi elétrico puro da América Latina, composta de 45 veículos e6s, chegou oficialmente às ruas de Bogotá, capital do país.

Em setembro de 2015, um ônibus 100% elétrico da BYD passou a operar em regime de comissionamento no Aeroporto Internacional El Dorado de Bogotá, e em dezembro de 2015, outro ônibus elétrico puro da fabricante chinesa entrou no SITP – Sistema Integrado de Transporte Público de Bogotá, tornando-se o primeiro veículo desse tipo a ingressar no setor de transporte coletivo do país.

De 2016 a 2017, a BYD entregou dois ônibus modelo K7 (9 metros) para a Medellin Power Company, chamada EPM. A operação durou mais de 2 anos e teve uma boa resposta.

Além disso, em abril de 2017, a BYD assinou um contrato com a Localiza, na Colômbia, para sete táxis modelo e6, entregando ao país 80 táxis elétricos puros no total.

A BYD também viu crescer a demanda crescente suas soluções ecológicas de transporte público em toda a América Latina.

Em novembro de 2018, a empresa recebeu um pedido de 20 ônibus elétricos do Equador e um mês depois ajudou o governo chileno a lançar uma frota de 100 ônibus puramente elétricos – o maior sistema elétrico numa frota de ônibus – em Santiago, a capital do Chile.

Relembre: BYD entrega 100 primeiros ônibus elétricos em Santiago, no Chile

60 dos 100 ônibus elétricos vendidos pela BYD para o Transantiago já estão prontos na China

Equador terá primeira frota de ônibus 100% elétricos no início de 2019

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. diegofc88 disse:

    A Colômbia deu um passo à frente do Brasil na mobilidade urbana.

  2. Daniel Duarte disse:

    Brasil quase sempre se libertando das amarras depois dos outros.
    Independência, escravidão, poluição, mobilidade urbana, violência ….

Deixe uma resposta