Fortaleza tem neste sábado segundo dia seguido de ataques a ônibus

Foto: Helene Santos (Diário do Nordeste)

Foram mais três ônibus incendiados hoje, nos bairros Passaré, Carlito Pamplona e Cristo Redentor

ALEXANDRE PELEGI

Após uma sexta-feira com ataques a ônibus e prédios públicos, Fortaleza passou na tarde deste sábado, dia 28 de julho de 2018, por mais um dia de violência.

Foram mais três ônibus incendiados na capital cearense, nos bairros Passaré, Carlito Pamplona e Cristo Redentor.

Com esses novos ataques, Fortaleza atinge agora 11 coletivos incendiados num intervalo de 24 horas, desde noite a noite de ontem até o início da noite deste sábado.

Além dos ônibus, prédios públicos também foram alvos de tiros, como as agências dos Correios e da Caixa Econômica da avenida Francisco Sá e o sede do Detran, na Bezerra de Menezes. O prédio da Secretaria da Segurança Cidadã da Prefeitura de Fortaleza foi atacado com coquetéis molotov.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará divulgou nota afirmando que a Polícia Militar e a Polícia Civil do Estado do Ceará realizam buscas para capturar os criminosos que atearam fogo em ônibus no bairro Cristo Redentor, no início da noite deste sábado.

Até agora uma pessoa foi presa e pelo menos quatro estão sob investigação.

Na noite deste sábado dirigentes da Etufor – Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza estavam reunidos com membros do Sindiônibus (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará) e da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará para montar um plano de segurança que garanta a circulação total dos ônibus na Capital.

Em nota, o Sindiônibus informou que as linhas que sofreram ataques criminosos na sexta-feira continuam sem circular. As demais linhas funcionam normalmente.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta