Polícia prende três suspeitos de participação em ataques a ônibus de Fortaleza

Dentre os três suspeitos, um pode ter sido o articulador das ocorrências que foram registradas na Capital e na Região Metropolitana. Foto: Reprodução.

Crimes tiveram início na sexta-feira e frota foi reduzida desde a manhã deste domingo

JESSICA MARQUES

A Polícia Civil prendeu três suspeitos de participação nos ataques a ônibus de Fortaleza. As prisões ocorreram ainda no sábado, 28 de julho de 2018, pela Polícia Civil do Ceará.

Neste domingo, 29 de julho de 2018, a frota foi reduzida desde o início da manhã. A medida foi tomada por receio de novos ataques na região. A expectativa é de que as operações sejam normalizadas nesta segunda-feira, 30 de julho de 2018.

Dentre os três suspeitos, um pode ter sido o articulador das ocorrências que foram registradas na Capital e na Região Metropolitana. O rapaz, de 19 anos, tem passagens pela Polícia por porte ilegal de arma de fogo e organização criminosa, segundo informações do G1.

O suspeito teria sido pego com um galão de gasolina no bairro Vila Ellery, em Fortaleza. A suspeita é de que o objeto tenha sido utilizado para transportar o líquido inflamável e incendiar os ônibus.

Ao todo, 12 ônibus foram incendiados, além de um coletivo destruído em Horizonte, na Grande Fortaleza, uma agência bancária incendiada na Avenida Washington Soares e ataques ao transporte público nos bairros Álvaro Weyne e Jacarecanga. Nos últimos casos, os veículos não foram destruídos, pois as chamas foram controladas.

Após uma sexta-feira com ataques a ônibus e prédios públicos, Fortaleza passou na tarde deste sábado, dia 28 de julho de 2018, por mais um dia de violência.

Foram mais três ônibus incendiados na capital cearense, nos bairros Passaré, Carlito Pamplona e Cristo Redentor.

Relembre: Fortaleza tem neste sábado segundo dia seguido de ataques a ônibus

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta