Fortaleza tem nova onda de ataques a ônibus: oito coletivos foram incendiados nesta sexta-feira

Foto: Helene Santos (Diário do Nordeste)

Frota voltou a circular neste sábado; exceção são as linhas que tiveram ônibus queimado

ALEXANDRE PELEGI

A capital Fortaleza voltou a sofrer uma onda de ataques a ônibus e locais públicos.

Desde a madrugada desta sexta-feira, dia 27 de julho de 2018, em diferentes bairros da cidade, oito ônibus foram alvos de criminosos que atearam fogo aos veículos.

No bairro Sapiranga três coletivos foram incendiados entre 16h30min e 18 horas, e a poucos metros, próximo à Lagoa do Coité, outro ônibus foi também alvo de incêndio provocado por criminosos.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que ônibus foram incendiados também nos bairros Parque São José, Parque Dois Irmãos, Bela Vista, e Parque Estrela, em Horizonte.

Os ataques seriam uma represália à morte de um traficante e assaltante de banco na última quinta-feira (26), em Amontada.

Todos os ônibus incendiados são da empresa Via Urbana, que fica localizada próximo ao local.

Após os ataques, a frota de ônibus voltou a circular normalmente na capital cearense na manhã deste sábado. A exceção são as linhas que são operadas pelos veículos que sofreram ataques.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará – Sindiônibus informou que suspendeu temporariamente o funcionamento das linhas com veículos queimados para preservar a integridade dos trabalhadores e usuários do serviço de transporte.

As linhas que não estão operando são:

122 –  Antônio Bezerra/Álvaro Weyne; 393: Miguel Arraes/ Siqueira; 610: Cidade dos Funcionários/Conjunto Alvorada; 640: Conjunto Alvorada/Messejana; e 820: Papicu/Conjunto Alvorada.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta