Ônibus elétrico gratuito passa a circular em definitivo em Volta Redonda

ônibus utilizado no programa é da BYD, 100% elétrico modelo BYD D9W, com carroceria Caio Millenium

Projeto ‘Tarifa comercial zero’ iniciou operação com ônibus BYD/Caio interligando centros comerciais da cidade; projeto pode ter até 3 veículos até o final de 2018

ALEXANDRE PELEGI

O projeto ‘Tarifa Comercial Zero’, da cidade fluminense de Volta Redonda, começou a funcionar em definitivo na manhã desta quarta-feira, dia 16 de julho de 2018, com a circulação de um novo ônibus 100% elétrico com chassi BYD, montado em Campinas, interior de São Paulo, e com carroceria nacional Caio, feita em Botucatu.

O projeto ‘Tarifa Comercial Zero’ operou em caráter experimental durante algumas semanas a partir do dia 9 de outubro de 2017. A cidade foi a primeira do país a ter um ônibus elétrico circulando sem cobrar tarifa da população. O primeiro ônibus adquirido para o programa em 2017 era 100% elétrico e nacional, com capacidade para 83 pessoas, e serviu como parte do processo de planejamento de implantação do ônibus.

O projeto, que agora passa a operar em definitivo, abrange os quatro maiores centros comerciais de Volta Redonda, levando consumidores praticamente à porta dos estabelecimentos comerciais da Vila Santa Cecília, Aterrado, Centro e Retiro.

O ônibus gratuito faz paradas apenas em pontos exclusivos, diferentes daqueles dos ônibus convencionais. Além de não emitir gases poluentes, nem provocar ruídos, ele é equipado com ar condicionado, internet Wi-Fi e ligações USB para recarregar celulares.

O horário de operação também é diferenciado: de segunda a sexta-feira, das oito da manhã às seis da tarde, cobrindo o funcionamento da maioria dos estabelecimentos comerciais. No sábado, o elétrico roda até as 14 horas, com total acessibilidade e zero poluição.

Para a segunda etapa do projeto, que agora entrou em operação, a prefeitura de Volta Redonda abriu licitação para a compra de três ônibus elétricos no início de março deste ano. A Central Geral de Compras (CGC) da administração municipal homologou a aquisição dos novos veículos no dia 1º de março de 2018.

O programa, que começa com um veículo, poderá chegar a três até o final deste ano.

A prefeitura afirma que com três ônibus elétricos no ‘Tarifa Comercial Zero’ o intervalo entre as viagens será de apenas 20 minutos.

PESQUISAS MOSTRAM ACEITAÇÃO AO PROJETO

Na fase experimental do projeto a prefeitura aplicou uma pesquisa junto aos usuários do Tarifa Comercial Zero.

O objetivo era conhecer o destino e a motivação para o uso do ônibus gratuito. Para 94,7% a existência do ônibus elétrico circular e gratuito incentiva a ida ao comércio local para fazer compras. E para 95% o fato do veículo ser elétrico serve de estímulo para o uso.

PRIMEIRO ÔNIBUS ELÉTRICO A OPERAR EM VOLTA REDONDA

caio_induscar

Foto: Ônibus elétrico Millenium Caio/BYD apresentado pelo então prefeito de São Paulo, João Doria, em julho de 2017

O primeiro modelo de ônibus 100% elétrico com chassi BYD, montado em Campinas, interior de São Paulo, e com carroceria nacional Caio, feita em Botucatu, também no interior, foi apresentado pelo prefeito João Doria em 14 de julho de 2017 (foto ao lado). A promessa do chefe do executivo paulistano era de que a circulação com passageiros começasse no dia 31 de julho daquele ano. Como se sabe, a promessa não se tornou realidade.

Mas foi em Volta Redonda que o veículo foi testado, inaugurando o projeto Tarifa Comercial Zero, em caráter experimental, no dia 9 de outubro de 2017. Agora, em julho de 2018, o projeto entra em fase definitiva, após ser aprovado pela população.

O veículo, BYD – D 9 A Padron/Caio Millennium, é do mesmo modelo anunciado pelo prefeito Doria e pelo secretário municipal de mobilidade e transporte, Sérgio Avelleda.

Agora, com a compra de três novos ônibus elétricos, Volta Redonda reforça o projeto e amplia a experiência de usar veículos com emissão zero.

PROJETO DE VOLTA REDONDA TEM SIMILAR EM DALLAS, NO TEXAS (EUA)

DLinkConventionCenterEm matéria publicada pelo Diário do Transporte este mês informamos que uma frota de sete modernos e descolados ônibus elétricos havia chegado ao centro da cidade americana de Dallas, no Texas, no dia 2 de julho de 2018.

Assim como em Volta Redonda, os ônibus elétricos de Dallas são utilizados em um serviço de transporte gratuito fornecido pela agência de transporte com rotas que permitem explorar os distritos do centro de Dallas e as áreas históricas e culturais da região. O programa chama-se ‘D-Link’, e os ônibus elétricos circulam livremente, parando nos principais pontos turísticos e históricos e servindo como um conector para as duas linhas de VLT da tradicional cidade do sul dos Estados Unidos.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2018/07/15/cidade-de-dallas-no-texas-eua-compra-frota-de-sete-onibus-eletricos/

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

3 comentários em Ônibus elétrico gratuito passa a circular em definitivo em Volta Redonda

  1. PAULO CAIO PEÇANHA // 20 de julho de 2018 às 17:46 // Responder

    ….A GRNDE PERGUNTA : : : DE ONDE VEM O DINHEIRO, PARA PAGAR TODOS ESSES CUSTOS ? ? ? ?

  2. Como está sendo a recarga das baterias?

  3. Gostaria de saber quais são os pontos de parada e seus horários. Alguém saberia informar?

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Sindcomb Notícias – sexta-feira, 20 de julho de 2018 – SINDCOMB
  2. Volta Redonda coloca em operação primeiros ônibus 100% elétricos do estado do Rio – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: