Volta Redonda coloca em operação primeiros ônibus 100% elétricos do estado do Rio

Entrega oficial dos veículos foi realizada em uma cerimônia no dia 15 de agosto de 2018

ALEXANDRE PELEGI

Já estão em operação na cidade de Volta Redonda, estado do Rio de Janeiro, os três ônibus 100% elétricos, modelo BYD D9W com carroceria Caio Millenium.

A entrega oficial dos veículos aconteceu no último dia 15 de agosto de 2018, em uma cerimônia onde estiveram presentes o Prefeito, Samuca Silva, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Joselito Magalhães, além do presidente da BYD do Brasil, Tyler Li, o Vice-Presidente Sênior de Vendas da empresa, Wilson Pereira, e o Gerente Nacional de Vendas, Silvestre Souza.

Os ônibus 100% elétricos têm sido utilizados para o programa Tarifa Comercial Zero e circulam gratuitamente nos quatro principais pontos comerciais do município (Vila Santa Cecilia, Centro, Aterrado e Retiro). Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/07/20/onibus-eletrico-gratuito-passa-a-circular-em-definitivo-em-volta-redonda/

O período de testes se iniciou em 18 de julho deste ano e a linha teve quase 100% de aprovação dos usuários e também dos comerciantes do Centro.

Para o Prefeito Samuca Silva o projeto é inovador. “Mais do que isso, aquece a economia, levando os consumidores aos principais centros comerciais da cidade sem interferir nas linhas convencionais. Além do mais, os veículos não provocam poluição sonora e nem atmosférica. Com tudo isso, vamos melhorar a mobilidade de Volta Redonda”, conclui.

Tyler Li, Presidente da BYD do Brasil, disse na ocasião que “o ônibus elétrico é uma tecnologia promissora na busca por um transporte público menos poluente e com menor custo de manutenção. Com cada vez mais grandes metrópoles globais realizando testes e implementando esse tipo de veículo em suas vias públicas, o ônibus elétrico vai deixando de ser apenas uma ideia do futuro, firmando-se dia a dia como realidade”.

ESPECIFICAÇÕES DOS ÔNIBUS

O Chassis BYD D9W é utilizado para aplicação em carrocerias com até 13,2 metros de comprimento.

Os dois motores BYD-2912TZ-XY-A, de 150 KW, juntos equivalem a 402 cavalos e estão integrados nas rodas do eixo traseiro, contando com um módulo de controle eletrônico de tração.

O Chassis possui o conceito Low Entry, ou seja, não existindo degraus para o embarque e desembarque dos passageiros. A estrutura é constituída por materiais de alta resistência a torção e a flexão. Os freios a disco regenerativos, com sistema ABS nas rodas dianteiras e traseiras, proporcionam maior segurança e autonomia ao veículo.

A suspensão pneumática integral proporciona conforto aos passageiros e ao motorista e o sistema de rebaixamento bilateral (ECAS) permite o ajoelhamento da suspensão, aumentando a comodidade e a segurança para embarque e desembarque dos passageiros. Também é possível elevar a altura da carroceria para transpor alguns obstáculos das vias públicas. A coluna de direção regulável permite a regulagem de acordo com as características de cada motorista, melhorando assim questões de ergonomia.

REDUÇÃO DE POLUENTES LOCAIS

De acordo com comunicado da BYD, os ônibus elétricos representam um grande instrumento para a redução de poluentes locais e de gases causadores do efeito estufa. Na média, cada ônibus elétrico em operação urbana reduz cerca de 1,8 toneladas de CO2 equivalentes, o que representa o plantio de mais de 11 árvores ao ano, além de evitar a emissão local de 118,814 kg de NOX e 1,152 kg de material particulado, os dois maiores vilões para a saúde pública. Esses valores se referem a comparação aos ônibus diesel novos, Euro 5, com rodagem média de 6.000kms/mês.

PRIMEIRO ÔNIBUS ELÉTRICO A OPERAR EM VOLTA REDONDA

caio_induscar

Foto: Ônibus elétrico Millenium Caio/BYD apresentado pelo então prefeito de São Paulo, João Doria, em julho de 2017

O primeiro modelo de ônibus 100% elétrico com chassi BYD, montado em Campinas, interior de São Paulo, e com carroceria nacional Caio, feita em Botucatu, também no interior, foi apresentado pelo prefeito João Doria em 14 de julho de 2017 (foto ao lado). A promessa do chefe do executivo paulistano era de que a circulação com passageiros começasse no dia 31 de julho daquele ano. Como se sabe, a promessa não se tornou realidade.

Mas foi em Volta Redonda que o veículo foi testado, inaugurando o projeto Tarifa Comercial Zero, em caráter experimental, no dia 9 de outubro de 2017. Agora, em julho de 2018, o projeto entra em fase definitiva, após ser aprovado pela população.

O veículo, BYD – D 9 A Padron/Caio Millennium, é do mesmo modelo anunciado pelo prefeito Doria e pelo secretário municipal de mobilidade e transporte, Sérgio Avelleda.

Agora, com a compra de três novos ônibus elétricos, Volta Redonda reforça o projeto e amplia a experiência de usar veículos com emissão zero.

PROJETO DE VOLTA REDONDA TEM SIMILAR EM DALLAS, NO TEXAS (EUA)

DLinkConventionCenter

Em matéria publicada pelo Diário do Transporte este mês informamos que uma frota de sete modernos e descolados ônibus elétricos havia chegado ao centro da cidade americana de Dallas, no Texas, no dia 2 de julho de 2018.

Assim como em Volta Redonda, os ônibus elétricos de Dallas são utilizados em um serviço de transporte gratuito fornecido pela agência de transporte com rotas que permitem explorar os distritos do centro de Dallas e as áreas históricas e culturais da região. O programa chama-se ‘D-Link’, e os ônibus elétricos circulam livremente, parando nos principais pontos turísticos e históricos e servindo como um conector para as duas linhas de VLT da tradicional cidade do sul dos Estados Unidos.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2018/07/15/cidade-de-dallas-no-texas-eua-compra-frota-de-sete-onibus-eletricos/

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

 

1 comentário em Volta Redonda coloca em operação primeiros ônibus 100% elétricos do estado do Rio

  1. Engraçado que no RJ esta tudo quebrado quanto a dinheiro e conseguem colocar esse ônibus pra rodar, já em SP que a facilidade e maior, as empresas ficam evitando, e a prefeitura fingindo não ver nada, e continua a enrolação, seja testes eternos e nada de compra, e nada de obrigar um percentual mínimo na licitação, piada.

1 Trackback / Pingback

  1. Ônibus elétrico do ‘Tarifa Comercial Zero’ transporta quase mil usuários por dia em Volta Redonda (RJ) – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: