Paranapuan tem 98 ônibus apreendidos no Rio de Janeiro e situação do passageiro continua complicada nesta segunda-feira

Empresa tem enfrentado dificuldades - Foto: Mateus Rodrigues - Clique para amplia

Empresa também já havia registrado greve de funcionários por causa de atrasos de pagamentos e benefícios trabalhistas

ADAMO BAZANI

Passageiros da empresa de ônibus Paranapuan, que atende a região da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, continuam enfrentando dificuldades para se deslocar nesta segunda-feira.

Na última sexta-feira, 15 de junho, 98 ônibus da empresa foram apreendidos por ordem judicial. O motivo foi a falta de pagamento dos veículos.

A companhia de ônibus tem, no total, 130 ônibus em sua frota, contando com estes apreendidos.  São ao todo 17 linhas com destino ao Centro, à Tijuca e bairros da Zona Norte.

Uma operação de emergência foi montada pelo Consórcio Internorte, ao qual a Paranapuan faz parte, mas o atendimento é insuficiente.

Os problemas pela falta de ônibus ocorrem desde sexta-feira, mas a crise da empresa é mais antiga e reflete a situação dos transportes na gestão do prefeito Marcelo Crivella, com indefinições sobre os reajustes de tarifa e atuação de vans clandestinas.

Nos últimos meses, os funcionários têm feito paralisações em protesto contra os atrasos nos pagamentos de salários e benefícios trabalhistas.

A empresa diz que a medida judicial de apreensão dos ônibus é desproporcional e que já apresentou recursos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta