Anfavea diz que por causa da greve dos caminhoneiros toda produção de veículos do Brasil para nesta sexta-feira

De acordo com associação, por dia são fabricados 12,6 mil veículos no Brasil.

ADAMO BAZANI

A Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores anunciou nesta quinta-feira, 24 de maio de 2018, que a partir de amanhã, sexta-feira, 25, todas as fábricas de motos, carros, comerciais leves, caminhões e ônibus vão parar a produção.

O motivo é a greve dos caminhoneiros.

De acordo com a associação dos fabricantes, não há como receber insumos, peças, autopeças e distribuir a produção para o mercado interno e externo.

O transporte de funcionários por meio de ônibus urbanos ou de fretamento também está prejudicado.

Montadoras como Volkswagen, GM, Ford, Fiat, Toyota, Nissan, Renault, Peugeot, Scania e Honda já estavam paradas.

Segundo a Anfavea, em abril, a média diária de produção foi de 12,6 mil unidades. Na nota, a associação ainda diz que a indústria de veículos “gera de impostos mais de R$ 250 milhões por dia e, por isso, esta paralisação gerará forte impacto na arrecadação do País”.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Por causa de greve de caminhoneiros, Marcopolo para produção a partir de segunda-feira – Diário do Transporte
  2. Comil anuncia que vai parar produção entre 28 e 30 de maio por causa de greve dos caminhoneiros – Diário do Transporte

Deixe uma resposta