Contra atrasos nos pagamentos, funcionários da Itapemirim realizaram paralisação

Empresa de ônibus está em recuperação judicial e diz enfrentar crise financeira

ADAMO BAZANI

Funcionários da Viação Itapemirim realizaram na manhã desta segunda-feira, 6 de junho de 2016, manifestação no pátio da sede da empresa em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo.

De acordo com o jornal Aqui Notícias, os funcionários disseram que o motivo do protesto foi atraso no pagamento de salários e no ticket alimentação.

Os trabalhadores aproveitaram a presença do fundador Camilo Cola para demonstrar insatisfação com as indefinições sobre a empresa.

A assessoria de imprensa da Itapemirim não se pronunciou sobre os atrasos alegados pelos motoristas.

A empresa está em recuperação judicial. O pedido foi protocolado e aceito em março e envolve a Viação Itapemirim, Transportadora Itapemirim, ITA – Itapemirim Transportes, Imobiliária Bianca, Cola Comercial e Distribuidora e Flecha Turismo Comércio e Indústria.

O grupo da Viação Itapemirim tem dívidas que chegam a R$ 336,49 milhões. A maior parte dos débitos é com fornecedores e prestadores de serviços: R$ 169,49 milhões. Depois, são as instituições financeiras, que cobram R$ 124,28 milhões e, em terceiro lugar, são os débitos trabalhistas que somam R$ 42,7 milhões.

No dia 4 de junho de 2015, a Itapemirim vendeu 68 linhas interestaduais para a Viação Kaissara entre as quais, trajetos de grande demanda, como São Paulo / Rio de Janeiro, São Paulo / Rio de Janeiro (via ABC Paulista), São Paulo / Curitiba, Rio de Janeiro / Curitiba, Salvador/ Rio de Janeiro, Brasília / Belo Horizonte, Rio de Janeiro / Curitiba.

Em torno de 40% da frota que era operada pela Itapemirim foram assumidos pela Kaissara.

Com a transferência, a Itapemirim manteve 50 itinerários, o que corresponde a 40% de sua atuação anterior.

Já a Viação Kaissara que oficialmente nega ter relações com a Itapemirim sofreu determinação judicial de reintegração de posse de 170 ônibus alugados pela JSL. O motivo é a falta de pagamento dos aluguéis, mas o caso pode ser resolvido ainda neste mês: Confira os detalhes: https://diariodotransporte.com.br/2016/05/19/justica-determina-reintegracao-de-posse-para-jsl-de-170-onibus-usados-pela-kaissara/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

5 comentários em Contra atrasos nos pagamentos, funcionários da Itapemirim realizaram paralisação

  1. É Triste, lamentável e assustadora esta notícia! Espero que a gigante Itapemirim Dê a volta por cima, e se recupere logo!

  2. E o que é lamentável, é a mentira que a Imprensa e a Justiça estão engolindo, com essa história que foi vendida parte pra Kaissara, eu trabalhei na Itapemirim por quase 10 anos, faz apenas 6 meses que saí de lá, e aliás não nada, só que todos funcionários sabem que a Kaissara foi criada pela própria itapemirim, Não entendo porque que a imprensa e a justiça estão acreditando nisso, é no minimo curioso, alguém explica ?

    • No nosso caso, apenas ouvimos o lado da empresa, como é o papel do jornalismo.

      Entenda: ouvir um determinado lado, não significa concordar ou discordar, mas é dar voz a todos, como a você, por exemplo, neste comentário.

  3. A Kaissara e do mesmo grupo da Itapemirim,tenho pessoas que trabalham la dentro e sabe de tudo.Passou as melhores linhas para a kaissara e depois a Itapemirim entra com pedido de recuperacao judicial…Isso deve ser alguma dobradinha para sair das dividas, sei la…

  4. Trabalho na empresa há 3 anos, depois que a Itapemirim passou as melhores linhas para a Kaissara, começaram os atrasos de pagamento, corte no plano de saúde, devido a recuperação judicial, não recebemos pagamentos referente a janeiro e nem a fevereiro, e ainda estamos com os pagamentos de abril e junho em atrasos.

5 Trackbacks / Pingbacks

  1. Viação Itapemirim: já faltam ônibus, investimentos não foram realizados e dívidas trabalhistas aumentaram – Diário do Transporte
  2. Cinco ônibus da Viação Itapemirim são apreendidos pela PRF em MG – Diário do Transporte
  3. Justiça bloqueia bens da Viação Itapemirim e proíbe companhia de passar linhas de ônibus para outras empresas – Diário do Transporte
  4. Justiça determina apuração de “gestão ruinosa” que teria sido cometida por Camilo Cola e Camilo Cola Filho na crise da Viação Itapemirim – Diário do Transporte
  5. Com alterações, plano de recuperação judicial da Itapemirim é aprovado por credores – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: