Em crise, Carris está com 18% da frota sem prestar serviços em Porto Alegre

Carris em Crise

Carris em crise. Prejuízo anual chega a R$ 40 milhões e 18% da frota estão parados na garagem por falta de manutenção. Foto: Adriana Franciosi / Agencia RBS

Em crise financeira, Carris está com 18% da frota encostada na garagem
Veículos sofrem problemas de manutenção. Diariamente 250 viagens deixam de ser feitas pela empresa pública
ADAMO BAZANI – CBN
Com informações de Jennifer Gularte – ZERO HORA
Empresa que já foi referência em transportes, a companhia pública Carris, de Porto Alegre, enfrenta uma grave crise financeira que já traz impacto nos serviços.
O prejuízo alegado pela empresa é de R$ 40 milhões por ano.
Um dos resultados são os problemas de manutenção na frota. Aproximadamente 70 ônibus dos 371 da empresa, ou 18%, estão parados por falta de peças e com defeitos mecânicos.
A ausência destes ônibus nas ruas faz com que cerca de 250 viagens deixem de ser realizadas todos os dias, o que acarreta lotação e mais tempo de espera nos pontos. O número foi obtido em inspeção do Conselho Municipal de Transporte Urbano Contu, e representa 5,75% das viagens programadas.
O presidente da Carris, Sérgio Zimmermann, cita a demora para a compra de peças – que dependem sempre de licitação –, a falta de mecânicos e o excesso de atestados médicos como justificativas para a atual situação da companhia pública.
Ele reconheceu, no entanto, que índice de cumprimento de viagens da frota caiu de 92% para 87%.
Zimmermann ainda disse que 50 ônibus estão para completar dez anos de vida útil.
A promessa é que no início de janeiro sejam colocados em circulação 35 ônibus convencionais e 15 articulados.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes
Com informações de Jennifer Gularte – ZERO HORA

6 comentários em Em crise, Carris está com 18% da frota sem prestar serviços em Porto Alegre

  1. CARRIS … DE PORTO ALEGRE -RS = SAUDOSÍSSIMA CMTC DE SÃO PAULO-SP! Sinto um cheirinho de privatização no ar…

  2. Bom dia!

    Realmente, uma pena! O capitalismo a cada dia se volta contra as prestadoras sérias de serviço e dá vantagem ao empresários de onibus que colocam carroças nas ruas para lucrar mais. Espero que essa empresa consiga se reerguer!

  3. simplesmente MÁ ADMINISTRAÇÃO leva ao caos.

  4. Grande mal das empresas públicas

  5. A solucao e tirarar aquele monte de ccs que estao mamando na empreza com salarios alticimos e nao fazem nada pela empreza,so roubam o dinheiro publico e nao valorizao os funcionarios que dao o sangue pela empreza

  6. A Carris não precisa tirar ninguém, mas precisa voz ativa nas decisões das situações diárias, que levam ao descaso com o passageiro. Não me incomoda ter CCs que ganham R$ 8mil , talvez seja necessário, mas que façam juz ao seu cargo e salário. Precisamos de mais vontade e eficiência dos funcionários que se jogam nas cordas achando que a prefeitura deve pagar tudo. Empresa com 87% de viagens cumpridas já deve ficar com caixa azul ou zerado. Ano passado foi 92% de eficiência, e já alcançamos 97% em tempos de comprometimento com a prestação de serviço de qualidade. RUMO AO TOPO NOVAMENTE. Eduardo Rodoviário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: