Prefeitura de São Vicente diz que é falsa publicação em redes sociais de que já foi defina nova empresa de ônibus no lugar da Otrantur

Definição de nova companhia será após processo de contratação emergencial

ADAMO BAZANI

A prefeitura de São Vicente, no litoral paulista desmentiu uma publicação que circulou em redes sociais neste domingo, 03 de julho de 2022, segundo a qual, teria sido definida uma nova empresa que vai assumir as operações da Otrantur nas linhas municipais.

A falsa informação está numa página que cita inclusive modelos de ônibus.

A página onde foi publicada, Gurpo ViaMob, explica em sua descrição que é uma empresa fictícia. Mesmo assim, a prefeitura recebeu diversos contatos tanto de moradores e funcionários da Otrantur e preferiu esclarecer oficialmente que a informação não é real.

A Otrantur tem parado por várias vezes por causa de greves dos funcionários, motivadas por atrasos nos pagamentos. Somente até julho de 2022, foram quatro paralisações.

Como mostrou o Diário do Transporte, a prefeitura na sexta-feira (1º) rompeu o contrato com a Otrantur, que deve ficar no município até o dia 30 de julho, de acordo com o decreto municipal.

A empresa tenta reverter; diz que busca o diálogo e que por causa da falta de ação do poder público, o sistema de transportes está em colapso financeiro.

A companhia tem aproximadamente 220 funcionários.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/07/01/prefeito-de-sao-vicente-anuncia-rompimento-de-contrato-com-a-otrantur-veja-o-decreto-na-integra/

Segundo a prefeitura, a definição de uma nova empresa só vai ocorrer após um processo de contratação pública.

A Prefeitura de São Vicente informa que é falsa a publicação que circula nas redes sociais, em que uma empresa afirma que passará a prestar os serviços de transporte público na Cidade ainda no mês de julho.

No dia 1º de julho, o prefeito Kayo Amado decretou o rompimento do contrato com a Otrantur.

Os ônibus da Otrantur seguirão operando até o fim de julho, para que não haja pausa no fornecimento do serviço. Durante esse período, um novo processo para contratação emergencial de uma nova empresa para administrar o transporte público em São Vicente será realizado

“FAKE NEWS” E TRANSPORTES:

Mensagens falsas envolvendo transportes têm sido muito comuns em redes sociais e aplicativos de mensagens.

Como mostrou o Diário do Transporte, em 17 de janeiro de 2022, o Grupo Guanabara e a Viação Itapemirim tiveram de vir a público desmentir uma mensagem falsa segundo a qual, ambas estariam em negociação. Era mentira.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/01/17/grupo-guanabara-e-itapemirim-kaissara-desmentem-negociacao-veiculada-por-fake-em-redes-sociais/

Em 15 de setembro de 2021, o aplicativo de ônibus Buser desmentiu imagens que circularam em redes sociais e no Whatsapp, de vans com o padrão visual da empresa insinuando a atuação em transporte urbano em Belo Horizonte e região metropolitana.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/09/15/imagens-da-buser-anunciando-transportes-urbanos-com-vans-sao-fake-news-diz-aplicativo/

Em 1º de setembro de 2021, a SPTrans (São Paulo Transporte), gerenciadora da capital paulista, teve de desmentir uma imagem montada e compartilhada em redes sociais de um ônibus urbano da cidade de São Paulo com “radares” no para-brisa que supostamente seriam para flagrar invasões de carros e motos em faixas exclusivas.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/09/01/imagem-de-radares-em-onibus-e-fake-news-diz-sptrans/

O Grupo JCA informou de forma oficial em 25 de janeiro de 2022, que são falsas as mensagens distribuídas em redes sociais e aplicativos de conversa em celular, segundo as quais, criaria mais uma empresa e haveria mudanças de linhas da Viação Cometa a partir de junho.

A exemplo de outras mensagens, o falso comunicado possui diversos erros de português, que não seriam cometidos por profissionais de comunicação empresarial (assessorias de imprensa) ou por pessoas com segundo grau incompleto.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/01/25/grupo-jca-diz-que-sao-falsas-mensagens-sobre-mudancas-de-linhas-da-cometa-e-criacao-de-outra-empresa/

No dia 11 de março de 2022, a Socicam, que administra terminais rodoviários, teve de desmentir uma mensagem que circulou em grupos de WhatsApp e outras plataformas, segundo a qual, havia uma série de supostas proibições a “busólogos”, como são intitulados alguns admiradores de ônibus.

Segundo a falsa mensagem, repleta de erros de gramática, quem desrespeitasse as tais proibições mentirosas teria de pagar multas e seria acionada força “coativa” da Polícia Militar e de seguranças.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/03/11/socicam-diz-que-e-falsa-nota-com-supostas-proibicoes-a-busologos-que-circularam-pelo-whatsapp/

A prefeitura de São Vicente, no litoral paulista desmentiu uma publicação que circulou em redes sociais em 03 de julho de 2022, segundo a qual, teria sido definida uma nova empresa que vai assumir as operações da Otrantur nas linhas municipais.

A falsa informação estava numa página que cita inclusive modelos de ônibus.

A Otrantur parou por várias vezes por causa de greves dos funcionários, motivadas por atrasos nos pagamentos. Somente até julho de 2022, foram quatro paralisações.

Como mostrou o Diário do Transporte, a prefeitura no dia 1º de julho rompeu o contrato com a Otrantur, determinando na ocasião que a companhia ficasse até o dia 30 de julho, de acordo com o decreto municipal.

Segundo a prefeitura no dia da publicação com a mentira, a definição de uma nova empresa só vai ocorrer após um processo de contratação pública.

 

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Clayton Torquato Maurício disse:

    Qual será o futuro desses funcionários da Otrantur após o fim de suas operações em São Vicente?

Deixe uma resposta