Diário no Sul

Bilhetagem Digital: Pix é modo de pagamento mais utilizado no transporte público de Apucarana (PR)

Soluções visam facilitar uso do transporte coletivo aos passageiros. Foto: Divulgação.

Em Balneário Camboriú (SC), QR Code chegou a representar 47%; serviços são oferecidos pela empresa ONBOARD

JESSICA MARQUES

O uso da bilhetagem digital faz cada vez mais parte do dia a dia dos passageiros do Sul do país.

Por exemplo, o Pix já é o modo de pagamento mais utilizado no transporte público de Apucarana (PR).

Na cidade, o transporte coletivo conta com o sistema de Bilhetagem Digital da ONBOARD.

Em nota, a empresa informa que o Pix tornou-se a opção mais escolhida dos passageiros na hora de fazer recargas de crédito no segundo mês de operação do sistema.

Na cidade, a Viação Apucarana Ltda. – VAL, operadora do sistema de transporte coletivo, resolveu modernizar a operação com o intuito de atrair os passageiros para o serviço.

Para isso, a empresa adotou o sistema de Bilhetagem Digital da ONBOARD, que é a primeira bilhetagem 100% ABT (Account Based Ticketing) utilizado por um sistema de transporte público brasileiro, segundo a empresa.

“O novo sistema em nuvem e baseado em contas, conta com o DBD – Dispositivo de Bilhetagem Digital, um equipamento que une validador, AVL, UCP (unidade Central de Processamento) e Wi-Fi. O equipamento permite o pagamento da tarifa por QR Codes, smart cards (Mifare, Cipurse e Calypso), pagamento por aproximação do tipo NFC e cartões bancários nas modalidades de crédito e débito, além de informar a posição dos ônibus em tempo real”, detalhou a ONBOARD, em nota.

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Por sua vez, Balneário Camboriú (SC) também adotou o sistema de Bilhetagem Digital da ONBOARD.

A cidade catarinense que ficou mais de um ano sem operações no transporte público por conta dos impactos da pandemia e recentemente teve seu serviço restabelecido por meio da contratação da Empresa de Transportes PGTUR, que adotou os serviços de bilhetagem e telemetria da ONBOARD para suas operações.

Relembre:

Balneário Camboriú terá nova empresa de ônibus

Na cidade, a PGTUR iniciou a operação no dia 1º de dezembro de 2020 e operou seis meses sem bilhetagem, apenas com arrecadação em dinheiro a bordo.

Em apenas dois dias de operação com a Bilhetagem Digital da ONBOARD os pagamentos por QR Code já representavam 47% do total, seguidos de 43% em dinheiro e apenas 10% em cartão de transporte, conforme levantamento da empresa.

“Este sucesso imediato foi impulsionado pelo pagamento por QR Code, recarga online com disponibilização imediata, consulta de saldo, horários e posicionamento dos ônibus em tempo real, disponíveis no aplicativo Bilhete Digital da ONBOARD que está sendo utilizado por 93% da base de usuários cadastrados em Balneário Camboriú”, destacou a ONBOARD, em nota.

CONCORRÊNCIA

Em nota, a ONBOARD informa ainda que a busca pela digitalização tem embasamento nas transformações do mercado. Sobretudo com a concorrência do transporte público, como carros por demanda, caronas por aplicativo e bicicletas compartilhadas.

De acordo com Luiz Renato Mattos, CEO da ONBOARD, o transporte público encontrou no mundo digital a competição que não existia antes.

Para ser competitivo não basta seu negócio ter um aplicativo, ele precisa tornar os processos digitais e se basear em evidências, por isso o sucesso imediato na digitalização das operações que adotaram o sistema de Bilhetagem Digital da ONBOARD”, disse.

Ainda segundo o empresário, “Este resultado veio em um dos momentos mais delicados da história do setor e é a prova de que, com a ajuda da ONBOARD, o transporte público pode recuperar a sua competitividade e se tornar reconhecidamente inovador.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta