Justiça determina suspensão de greve de ônibus em Feira de Santana (BA)

Trabalhadores da empresa cruzaram os braços devido ao atraso no pagamento da quinzena do salário. Foto: Divulgação.

Paralisação chegou ao quinto dia nesta terça (11)

JESSICA MARQUES

A Justiça determinou a suspensão da greve de ônibus em Feira de Santana, na Bahia. A paralisação chegou ao quinto dia nesta terça-feira, 11 de janeiro de 2022.

De acordo com a decisão liminar, do juiz Nunisvaldo dos Santos, da 2ª Vara da Fazenda Pública, a suspensão engloba a paralisação e eventuais bloqueios no Terminal Central.

A decisão é voltada para o SINTRAFS (Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários Urbanos de Feira de Santana) e para a Empresa Rosa, responsável pela operação.

Além disso, a decisão autoriza ainda o uso da força policial para garantir a operação do transporte coletivo.

A liminar estabeleceu também a aplicação de multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento da decisão.

De acordo com o juiz, “o município de Feira de Santana não possui pendência alguma com as empresas de ônibus, razão pela qual não pode ser prejudicado por eventuais desacordos das empresas com o sindicato da categoria”.

Os trabalhadores da empresa cruzaram os braços devido ao atraso no pagamento da quinzena do salário.

OUTRO LADO

Após a decisão, a empresa se manifestou por meio de nota. Confira o posicionamento enviado ao Diário do Transporte:

Diante das notícias veiculadas na imprensa hoje, 11, sobre a “determinação da Justiça pela suspensão imediata da paralisação dos rodoviários de transporte urbano em Feira de Santana”, a Empresa Rosa vem pela presente nota esclarecer que a frota encontra-se preparada (lavada, higienizada e abastecida) – assim como nos últimos dias de paralisação da categoria – para tão logo seja normalizada a operação possa retomar o atendimento.

Entretanto, a concessionária informa que ainda não foi comunicada oficialmente do cumprimento desta decisão judicial pela 2ª Vara da Fazenda Pública.

Continuamos mantendo os esforços necessários diante da grave crise que o setor enfrenta no país, bem como renovamos a responsabilidade e transparência dos serviços prestados à comunidade feirense.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Eu mesmo disse:

    Boa noite os ônibus estão lavados e higienizados prontos pra atender a população então amanhã mesmo eles vão fazer as linhas disponíveis ??? Gostaria de saber se os passageiros vão fazer operação e manutenção pq n vi ninguém falar de pagamento dos funcionários

Deixe uma resposta